Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

taberna das flores, a maior desilusão da semana

Não se faz isto a um pobre diabo sedento de novidade e faminto de boa comida. E porquê? Porque a Taberna das Flores está para o universo da restauração tal como a Roberta Close está para o universo feminino: ao longe parece deslumbrante, mas quando estudamos melhor o assunto...

flores1.jpg

 

 

queijos de cabra marinados, o meu almoço de hoje

Depois da loucura dos rolinhos de Nutella e morangos, voltei à minha abstinência do costume. Por isso, hoje o meu dia vai ser passado à lareira a beber chá e a comer o menos possível, o que não significa que vá comer mal, obviamente. Vou cortar no pão, nos fritos, no álcool... e chega, OK? Há uma coisa de que não prescindo (além de chocolate, e de batata doce, e de... bom o melhor é parar por aqui). Dizia eu que não consigo prescindir de... queijo. Por isso, apresento-vos o meu almoço de hoje: queijos de cabra marinados, uma receita super fácil do irresistível blog Juls Kitchen.

5850211930_1f6bc9352a_b.jpg

 

uma casa de sonho para umas férias inesquecíveis em itália com os amigos

Casa-Olivi-02-870.jpg

Apresento-vos a nossa futura casa no campo. Parece que está para breve, porque o meu querido Marido Mistério já me anunciou que para a semana o Euromilhões é nosso. Como sou uma mulher obediente, pus-me em busca da nossa futura casa de férias. E encontrei-a em Itália. Na verdade, é uma casa-hotel. E podemos reunir já um grupo de amigos e ir lá passar uns dias para experimentar o sítio enquanto não chega o cheque da Santa Casa.

 

 

os melhores vídeos do porta dos fundos sobre comida (sem contar com a sobremesa, claro!)

size_590_JorgeBispo_2.jpg

Sexta-feira é dia de estágio para o fim-de-semana. É dia de acordar às 7h da manhã com um inexplicável sorriso a mostrar o pivô da frente. É de ignorar ginásios e corridas, dietas e chazinhos, sacrifícios e sofrimentos. É dia de tomar um bom pequeno-almoço, um óptimo almoço e um magnífico jantar. É dia de sair, estar com os amigos e beber um gin tónico. Ou dois. Ou...

Mas, acima de tudo, é dia de ver o vídeo da véspera da Porta dos Fundos. E esta semana, o Porta dos Fundos dedicou mais um vídeo a gozar com comida. Por isso, é a oportunidade ideal para recordar os melhores vídeos do grupo sobre restaurantes, bebidas, alimentos... e tudo o que fazemos à segunda-feira para nos vermos livres deles.

Veja então a nossa selecção do melhor do melhor – para lá do Sobremesa, claro! 

 

 

 

soufflé de brócolos e queijo da ilha com pesto de trufas (uma receita bimbástica)

IMG_5848.JPG

Tal como José Sócrates tem uma vida antes de ter conhecido o amigo dos 20 milhões de euros e outra vida depois de ter começado a pedir-lhe uns trocos emprestados para as despesas, o soufflé tem uma vida antes de ter conhecido a Bimby e outra vida depois de ter dado umas voltas com ela entre o copo e a varoma. Além de ficar mais cremoso e mais leve (aqui já não há qualquer paralelismo com José Sócrates), fica também mais fácil de fazer.

Há uns meses, descobri esta receita de soufflé de brócolos e milho do Mundo de Receitas Bimby. Depois de algumas experiências, transformei-a numa receita de soufflé de brócolos com queijo da Ilha e pesto de trufas. Parece complicado, mas, como diria o Álvaro Cunhal, olhe que não, olhe que não. O pesto de trufas pode ser feito em casa com um pouco de azeite de trufas misturado na receita ou mesmo trufas frescas se tiver a disponibilidade financeira do amigo de José Sócrates. Mas eu confesso timidamente que comprei o pesto de trufas já pronto no Lidl, depois de ter encontrado um frasco daquela marca Deluxe que tantas alegrias tem dado a esta modesta Família Mistério.

 

 

4 deliciosos cocktails sem álcool para brindar à abstinência de quem está de dieta

Depois de uma dieta de 15 dias no princípio do ano, de várias recaídas e de vários recomeços, Ela chegou ontem a casa com uma inovadora descoberta: o pior é o álcool. Não é que tenha entrado nos AA, mas convenceu-se de que basta cortar nas bebidas alcoólicas para conseguir emagrecer. Não sei francamente que nutricionista vanguardista é que Ela descobriu, mas também não a quis contrariar muito. Afinal de contas, é muito mais fácil substituir uma caipiroska ou um mojito do que uma taça de cajús antes do jantar. Ou um cheesecake a seguir ao almoço. Ou até mesmo um cozido à portuguesa ao fim-de-semana.

Por isso, aqui estão quatro deliciosas sugestões que encontrei por essa Internet fora para alegrar os nossos próximos dias.

 

Moscow Mule

MoscowMule3.jpg

 

 

scones de batata doce com ovos escalfados, o pequeno-almoço dos meus sonhos

Já falei aqui da minha paixão por batata doce. Paixão não, é obsessão mesmo. Ando sempre à procura de novas e deliciosas receitas com batata doce. Por isso, fiquei alucinada quando descobri esta maravilha no apetitoso blog How Sweet it Is: scones de batata doce? Tenho mesmo de experimentar. Durante a semana, é uma correria, não há tempo para nada, mas no fim-de-semana, meu querido Marido Mistério, vais pôr literalmente a mão na massa, porque tenho sonhado dia e noite com este scones e isto está a tornar-se patológico!

swbb-3.jpg

 

sopa de feijão branco, pastinaca, alecrim e alho tostado (tão boa quanto difícil de pronunciar)

Pas… quê? Pastinaca? Importa-se de repetir? Sou de facto uma ignorante culinária (mas só nesta área, que fique bem claro, porque de resto sou muitíssimo culta. Se me perguntarem aqui e agora qual a capital do Burkina Faso, digo-vos já de cor e salteado que é Ouagadougou, ou o nome do… OK admito, já não vivo sem o Google).

Por isso quando descobri esta receita, fui até ao meu querido e inseparável Google e descobri tudo o que precisava de saber sobre a pastinaca ou cherovia (venha o Diabo e escolha, irra! Que raio de nomes!). É nada mais, nada menos do que uma raiz que se usa como hortaliça, da família da cenoura, mas maior, mais pálida e muito mais saborosa. Em Portugal, é cultivada na região da Serra da Estrela e pode encomendar à Ecoseiva. Além da pastinaca, esta receita deste fantástico blog inclui ainda feijão branco e alho tostado no forno. Além de lhe dar um toque gourmet, é mil vezes mais fácil de preparar, porque não tem nem que cortar o alho nem de lhe retirar a pele. É uma sopa fácil e super chique. Boa para um jantar, ótima para um almoço no escritório e excelente para beber à lareira, com uma manta e um bom livro.

Birdseye-Bright-1-.jpg

 

a receita mais curta e simples da história: manteiga de coco (então com pepitas de chocolate fica divinal)

– Porque é que se há-de encher de manteiga quando pode comer uma deliciosa manteiga de coco?

– Ah, é difícil de fazer, e tal...

– Lá vem este casal irritante com as receitas sofisticadinhas...

Parece que já estou a ouvir as lamúrias aí desse lado enquanto procuram avidamente a última música da Violetta para descarregarem o sistema nervoso. Não seja assim. Manteiga de coco é provavelmente uma das mais simples e deliciosas receitas que o Mundo recordará durante o próximo milénio. É tão simples, tão simples que eu tenho de estar aqui com esta conversa de chacha para não fazer o post mais curto dos últimos anos.

 

a nova surpresa para quem adora carne: the smokery, um restaurante que não parece estar num shopping

10897122_364014930448175_4375743760567988907_n.jpg

Desde que vi pela primeira vez o Kevin Spacey a lamber despudoradamente os dedos depois de se deliciar com um entrecosto na série House of Cards que não sei bem o que sentir em relação ao típico churrasco do sul dos Estados Unidos: por um lado, deve ser delicioso; por outro, será que nos transforma em trogloditas à mesa?

Na semana passada, coloquei umas luvas a proteger estes dedos de pianista e decidi arriscar: fui ao Oeiras Parque experimentar o novo The Smokery, um restaurante inspirado nos churrascos do Texas e acabadinho de abrir no mês passado. Só para começo de conversa, posso dizer-lhe que voltei encantado. E se quiser comparar com o Slow, do mesmo grupo do H3, é a mesma coisa que colocar o Sisley Dias ao lado do George Clooney. Mas vamos ao que importa.

 

 

o refúgio para umas mini-férias: herdade do vau (para quem gosta de vinho, paz e do alentejo)

grupo_img_1380098581639_1380098592750.jpg

Tudo começou com o Riso, o que me arrancou logo um sorriso. Que nome fantástico para um vinho. Otimista, alegre, adoro. Foi em janeiro de 2008 que Miguel de Sousa Otto e a mulher, Maria Manuel, naturais do Porto, decidiram arrancar com uma exploração vínicola numa herdade junto ao rio Guadiana. E a escolha do nome do vinho que produziram foi um prenúncio do que viria por aí. “Quisemos ir mais longe do que apenas escolher uma marca, quisemos proclamar uma atitude, uma forma de estar na vida! Positiva, alegre, inconformista, de partilha e com o sentido do tempo…” explicam os proprietários no site do Atmosphere Hotels.

 

 

um aperitivo picante para animar o seu domingo: shots de bloody mary com tiras de bacon crocantes

Infelizmente aqui no Casal Mistério, "aperitivo picante" não tem nada a ver com preliminares nem com as sombras mais aguardadas do ano. Aqui é sinónimo de um início exótico de uma boa refeição. Estou a falar de shots de Bloody Mary com tiras de bacon crocante. Não é propriamente o Christian Grey, mas não deixa de ser um amuse-bouche ótimo, com bom ar e estimulante. A receita é deste maravilhoso blog Drizzle and Dip.

IMG_7758.jpg

 

como fazer o gin tónico perfeito (segundo os cientistas)

Gin-Mares-research-into-how-to-make-the-perfect-gi

Porque é que os cientistas hão-de estar a estudar a vida em Marte se podem estar a descobrir qual a combinação perfeita para o seu gin tónico? Esta é a pergunta que nos devia apoquentar a todos, civilização moderna, num momento crítico para o futuro da humanidade como este. Eu não quero – nem pretendo – mudar o meu círculo eleitoral para Marte nos próximos anos. E, no entanto, quero – e até pretendo – beber um belo de um gin tónico perfeito para me alegrar o fim-de-semana. 

Foi neste comprimento de onda que o cientista escocês Stuart Bale decidiu dedicar-se ao estudo das bebidas e, mais recentemente, à investigação que a ciência reclamava há muito: qual a fórmula perfeita para fazer um gin tónico? Afincadamente, estudou 120 hipotéticas combinações de gins tónicos com botânicos e frutos diferentes. Analisou a quantidade perfeita de gin para a quantidade ideal de água tónica. Testou copos. E mediu pedras de gelo. O resultado foi anunciado em Setembro.

 

 

10 dicas e truques de cozinha que vão melhorar muito o seu dia a dia

Meu querido Marido Mistério,

Este post é feito a pensar em ti e em todos os cozinheiros espalhados por essa blogosfera fora. Eu posso não saber cozinhar mas ao menos descubro grandes truques para te facilitar a vida. Sou ou não ou sou a mulher que qualquer homem sonha ter a seu lado? Sempre a pensar em ti. Com estes truques vais reduzir muito o teu tempo na cozinha e alguns deles são também a minha salvação. Sim, porque, se as pessoas pensam que tu estás na cozinha e eu estou na sala de copo de vinho na mão, estão redondamente enganadas. Quantas e quantas vezes me escravizas e dás-me tarefas menores, como cortar alho, descascar gengibre, por exemplo? Pois é, pelo menos algumas dessas torturas têm os dias contados. Espreita lá esta espetacular lista de dicas e truques que descobri neste blog super útil.

 

1. Congele ervas aromáticas em azeite

36-Kitchen-Tips-and-Tricks-That-Nobody-Told-You-Ab

Se congelar as suas ervas aromáticas em azeite vai evitar que sequem, fiquem castanhas e se estraguem. Além de que terá sempre à mão, mesmo quando não é a altura delas. Depois é só descongelá-las. Dá para um ótimo molho de massas, por exemplo.

 

 

leitaria lisboa, o novo sítio para tomar um óptimo pequeno-almoço este fim-de-semana

10445513_1581774815392413_8155372911585774002_n.jp

Com que então, sentadinho (ou sentadinha!) aí todo lampeiro (ou lampeira!) à frente do computador a contar os minutos até à chegada do fim-de-semana, hã? Grandes vidas! Nós aqui no batente a sermos obrigados a comer em restaurantes, experimentar receitas, passar noites fora em hotéis – um trabalho doloroso e sofrido! – e Vossa Excelência na maior, não é?

Pois bem, esperamos que tenha um fim-de-semana descansadinho e, acima de tudo, bem alimentado. E é para o ajudar nessa árdua tarefa que cá estamos hoje.

Qual é o grande pesadelo de fim-de-semana para si?

Hã?

Exactamente: onde ir tomar um maravilhoso pequeno-almoço para nos energizar por forma a aguentarmos o resto da semana de trabalho, suor e lágrimas. É isso mesmo que nos atormenta permanentemente. E foi esse dilema que desfizemos vai para... alguns dias, que não estamos agora com cabeça para fazer contas de somar.

 

 

Pág. 1/4