Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os pratos que tem mesmo de provar na edição deste ano do peixe em lisboa

prato1.jpg

Estou dividido. Não sei se comemore ou se organize uma marcha fúnebre. Não, não estou a falar da chuvada que me ensopou a mim enquanto salvava as colheitas de trigo em Alverca do Ribatejo. Não. Estou a falar do Peixe em Lisboa, que vai começar amanhã. O conceito é maravilhoso, os restaurantes são assombrosos, os pratos são um portento. No meio de tanta notícia boa, só há um ligeiríssimo detalhe: a minha experiência no Peixe em Lisboa, no ano passado, foi tão traumatizante quanto ter assistido a um episódio inteiro da Violeta sem me poder levantar da cadeira. Como pode confirmar aqui, houve fila de 40 minutos, sala às escuras e este meu bonito corpinho sentado no chão. No entanto, houve também comida fantástica e os melhores chefs do país. 

E agora? O que é que eu faço? Vou ou fico? Convenço a minha querida Mulher Mistério a ir para a fila ou sacrifico-me qual Cristo salvador? Arrisco-me a levar com uma cadeira na testa no meio da confusão ou prescindo das gambas do Algarve em ceviche do José Avillez? Eu sei, a minha vida não é fácil, pois não?

Mas, enquanto me debato com esta sangrenta batalha interior, decidi fazer o trabalho por si e escolher os melhores pratos disponíveis na edição deste ano. Aqueles pratos que não pode mesmo perder. Veja lá se não são tentadores...

 

 

os 4 mais espectaculares hotéis para dormir debaixo de água

Depois da Páscoa, começo logo a pensar nas próximas férias. E como sou a melhor mulher do mundo, faço sempre o trabalho de casa muito bem feito para o meu querido Marido Mistério. Este ano, lembrei-me de fazer uma surpresa às crianças: e se fôssemos passar uns dias a um hotel debaixo de água? Elas iam adorar (juro que é por elas, eu até tenho uma certa claustrofobia…). Aqui está, meu querido, meu amor (assim talvez tenha sorte), a minha wish list. Tu só tens de escolher e pagar.

 

Poseidon Undersea Resort, Fiji

Poseidon-Undersea-Resort-e1427828230363.jpg

Imagine-se num imenso submarino imerso numa lagoa a partir de onde pode explorar as maravilhas do oceano. O hotel tem dois restaurantes: um em terra e outro debaixo de água. E claro, tem tudo o que um cinco estrelas tem para oferecer: lojas, biblioteca, cinema, um campo de golf com 9 buracos, courts de ténis, várias piscinas, ginásio e até uma capela para casar. Mas para quê tudo isto, quando se tem oceano como parede do quarto?

Poseidon-Undersea-Resort-2.jpg

 

 

 

noodles de legumes com molho de amendoim, a inspiração que faltava para... o meu novo estilo de vida (e esta, hein?)

Ontem dei por mim a ver um programa antigo da Ellen DeGeneres em que a celebridade entrevistada era a Cameron Diaz. Sinceramente nem é das minhas atrizes preferidas. Para mim é uma espécie de Rita Pereira, que faz sempre dela própria. Mas enfim. Adiante: comecei a ver a entrevista a propósito do livro que ela tinha lançado na altura, “The Body Book”, com várias dicas de nutrição, atividades físicas e cuidados com o corpo e a mente.

Comecei logo a revirar os olhos até que me apercebi de que aquela criatura tinha a minha idade. Foi uma espécie de terapia de choque. Valeu-me por 50 palestras motivacionais. Caraças! Aquela mulher tem a minha idade e um corpão!

Moral da história, estou mais motivada do que nunca, por isso todas as receitas light com um aspeto apetitoso, como estes maravilhosos noodles que encontrei no incrível blog Averie Cooks, têm um efeito inspirador em mim. Demora 15 minutos a fazer, e pode optar pelos seus legumes e noodles favoritos. Ah, e faça o molho de amendoim a dobrar, porque dura pelo menos uma semana no frigorífico, num recipiente bem fechado.

peanutnoodles-21.jpg

 

 

5 pequenos-almoços rápidos e saudáveis para esquecer os doces dos últimos dias

Admito: estou ligeiramente consternado com aqueles dois quilinhos de gordura que se alojaram confortavelmente dentro do meu perímetro abdominal durante o fim-de-semana. Eu sei que sentimentos destes não são muito habituais na minha modesta pessoa, mas dois mil gramas de lípidos saturados não é uma recompensa que um homem alto e espadaúdo como eu queira receber só por ter ingerido mais de dez tipos diferentes de sobremesas em 48 horas.

Perante esta evidência, vejo-me na obrigação de recorrer àquilo que mais me custa: um regime de contenção alimentar efémero. Repare que eu nunca pronunciei a palavra "dieta". E muito menos "nutricionista". É só necessária alguma contenção para me permitir regressar rapidamente para os braços das minhas queridas calorias.

Aqui estão, então, algumas muito convenientes receitas de pequenos-almoços simples, rápidos e, acima de tudo, saudáveis. Daqueles que não engordam e também não atrapalham. Basicamente são pequenos-almoços rápidos de fazer e fáceis de levar na mão, para os dias em que saímos de casa a correr – exactamente, todos os dias de segunda a sexta-feira.

 

Creme de Sementes de Chia com Baunilha 

main-1-e1379726388539.jpg

Prepare as coisas de véspera. Junte num frasco 1,5 chávenas de leite, 1/3 de chávena de sementes de chia brancas, duas colheres de sopa de xarope de ácer e meia colher de chá de extracto de baunilha. Agite bem e deixe no frigorífico durante uma hora. Volte a agitar bem o frasco e deixe-o no frigorífico durante a noite. No dia seguinte de manhã, terá à sua espera um delicioso e suave creme feito com as sementes dilatadas. Coma com uma maçã cortada às fatias fininhas, com outra fruta de que goste mais ou com pistácios. A receita e a foto são do Simple Bites.

 

o noori faz 6 anos e a festa é sua: ganhe um jantar para seis pessoas feito por um sushiman em sua casa

HS.jpg

O mais previsível seria começar este texto a dizer que o Coelhinho da Páscoa passou pela Mansão Mistério e deixou um presente escondido em baixo de uma árvore. Bla, bla, bla. Bla, bla, bla. Bla, bla, bla. Era disso que estava à espera, não era? Temos pena. Não foi nada disso que aconteceu. E temos ainda mais pena: o Coelhinho da Páscoa não existe. Choque! O que existe é o Noori, um dos nossos restaurantes de sushi mais queridos e aquele que nos mostrou, quando lançou este novo conceito de temakeria em Portugal, como é que um temaki pode ser tão surpreendente quanto delicioso. O que acontece é que o Noori comemora 6 merecidos anos de vida e decidiu fazer a festa com o Casal Mistério.

 

 

sobremesa de última hora para salvar o almoço de páscoa: fusão de chocolates só com dois ingredientes (faz-se em poucos minutos)

Já estou a ver o pânico nesses olhinhos marotos: domingo de Páscoa, poucas horas para se sentar à mesa, a família inteira a contar consigo para fornecer uma sobremesa espectacular e Vossa Excelência não tem nada preparado. Eu bem sei o que isso é. Durante os três primeiros anos de casamento, a minha pobre família ainda alimentou esperanças de que Ela fosse capaz de fazer alguma coisa mais produtiva na cozinha do que uns meros bifes cozidos com ovo enrijecido a cavalo. Felizmente, hoje já perceberam que é sempre melhor comprar as sobremesas do que entregá-las à responsabilidade da minha dilecta Mulher Mistério.
Seja como for, este vosso querido Casal Mistério está aqui para salvar qualquer sobremesa de última hora que falte numa mesa de Páscoa desamparada por esse mundo fora. Além de deliciosa, esta divinal receita do fantástico blog A Cup of Jo é a coisa mais simples e rápida de fazer. E o melhor de tudo é que só precisa de dois...

best-chocolate-bark-recipe-with-toppings.jpg

...Ingredientes 

  • 225 g de chocolate preto
  • 170 g de chocolate branco

 

A conta é fácil de fazer: chocolate + chocolate = maravilha de sobremesa. Tudo o que tem de fazer é derreter os dois chocolates em separado, muito lentamente – de preferência em banho Maria – enquanto vai mexendo. Quando estiver líquido, despeje o chocolate preto sobre uma folha de papel vegetal colocada por cima de um tabuleiro até formar uma circunferência. Depois, coloque em cima vários riscos feitos com o chocolate branco. Misture com um palito para criar este desenho abstracto e deixe arrefecer à temperatura ambiente. Se for preciso, coloque-o um bocadinho no frigorífico até ficar bem rijo. Parta aos bocados e sirva.

Se lhe quiser dar um toque ainda mais especial, depois de misturar – e antes de arrefecer – coloque umas amêndoas torradas por cima. Vai ver que a mistura do doce do chocolate com o salgado das amêndoas é uma delícia.

 

Uma boa Páscoa para si onde quer que esteja,

Ele 

 

receita e foto: a cup of jo

cafetaria mensagem, uma esplanada imbatível para este fim-de-semana de calor

10431458_10152935208387408_4758342739704228386_n.j

Abriu oficialmente a época da caça à esplanada. E eu estou na primeira linha da montaria, de babete ao pescoço e garfo em punho, à procura do melhor espaço para passar estes dias de sol, calor e petiscos light. Sim, estamos a falar de saladas, carpaccios, tatakis e outras pequenas preciosidades adequadas a roupas curtas e abdominais ao léu.

Foi com este espírito de missão estilo Carolina Patrocínio que resolvi fazer uma surpresa à minha querida Mulher Mistério. Num destes dias de calor tropical, fui buscá-la ao seu entediante emprego e levei-a a almoçar à magnífica esplanada da Cafetaria Mensagem. Nada de risottos, nada de pizzas, nada de cabritos assados com batatinha no forno. Este foi um dia de comida light. 

Mas primeiro…

 

 

cheesecake de oreo e morangos, o meu sacrifício de páscoa (e nem é preciso cozinhar)

Mãe que é mãe faz sacrifícios pelos filhos. Mas também escusa de se torturar. Por isso, esta sobremesa de babar que descobri no viciante blog My Baking Addiction e que vai enlouquecer a nossa equipa de futsal vai ser confecionada pelo meu querido Marido Mistério, por duas simples razões: primeiro porque ele sabe cozinhar e eu não, segundo porque o meu bom senso não me permite aproximar-me dos ingredientes que se seguem. Mas como sou muito prendada, só dou ideias fáceis e práticas: além de não precisar de ir ao forno, esta receita demora 25 minutos a fazer e pode ser feita na véspera.

no-bake-strawberry.jpg

 

 

tarte folhada de espargos com queijo gruyere, um acompanhamento vegetariano para o seu almoço de páscoa

Mais uma receita para a Páscoa? Mais uma receita para a Páscoa. Ela não se cansa de me lembrar constantemente que eu sei ser "persistente" (na verdade, Ela usa mais os adjectivos "chato", "maçador" e "azucrinante", mas em público eu prefiro apenas "persistente"). É simples: recuso-me terminantemente a ver toda a gente à minha volta a fazer as mesmas receitas de Páscoa todos os anos. É bom manter aquelas receitas emblemáticas: o cabrito ou o borrego, o folar, as amêndoas, os ovos. Mas depois convém introduzir algumas novidades, senão vamos sentar-nos à mesa no domingo como se estivéssemos em 1979 – com as calças à boca de sino e as patilhas até ao maxilar.

E é por isso que aqui estou eu, vosso amigo e salvador, para partilhar esta deliciosa receita de folhado de espargos com queijo Gruyere. A receita é da incomparável, da inigualável, da ímpar Martha Stewart e dá um excelente acompanhamento ou até um prato principal vegetariano. E, ainda por cima, é a coisa mais fácil do mundo de fazer.

02edf08_e_vert.jpg

Ingredientes 

  • 1 folha de massa folhada
  • 2 chávenas de queijo Gruyere ralado
  • 700 gramas de espargos frescos
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal
  • Pimenta 

 

 

mini espetadas caprese, uma entrada ótima e light para fugir às tentações da páscoa

Tem a família inteira em casa no Domingo de Páscoa e não sabe o que fazer à vida? Está em dieta como eu e não quer nem ouvir falar de cabrito e batatas assadas no forno? Está com falta de imaginação? Então este post é para si. No domingo, vou empanturrar-me com esta entrada que encontrei neste blog inspirador para ficar de tal forma cheia que não consiga provar nem o cabrito nem os doces típicos, muito menos as amêndoas, a minha perdição nesta altura. Demoram vinte minutos a preparar, são uma delícia e fazem uma vistaça.

mini-caprese-salad-bites.jpg

 

 

parfait de meloa com creme de coco e água de rosas (é mesmo para comer e não é mentira de 1 de abril)

Não, ainda não enlouqueci. O nome da receita parece mais um creme hidratante para o corpo do que um pequeno-almoço requintado ou uma sobremesa, mas não se iluda, é para comer mesmo e deliciar-se! Se servir esta receita facílima e chiquérrima num jantar de cerimónia, vai fazer uma vistaça porque mais parece nome de sobremesa de restaurante com estrelas Michelin. Além disso, esta receita que descobri no ótimo blog Kirantarun é ótima e, claro, light. 

DSC_0096.jpg

Ingredientes 

  • 1 meloa cantaloupe pequena
  • 1 chávena de creme de coco
  • 1/2 colher de chá de cardamomo em pó
  • 2 colheres de chá de água de rosas para culinária
  • 2 colheres de sopa de geleia de agave ou de mel
  • Pistácios cortados e folhas de hortelã fresca para decorar

 

Com a ajuda de uma colher, retire as bolinhas de meloa e coloque-as numa taça. Ponha no frigorífico. Noutra taça, junte o creme de coco, o cardamomo em pó, a água de rosas e a geleia de agave. Misture bem e ponha no frigorífico. Para servir, coloque numa taça ou num copo alto as bolinhas de meloa e o creme de coco com a água de rosas. Decore com pistácios e uma folha de hortelã.

Será que posso comer esta maravilha hoje ao pequeno-almoço ou a minha dieta proíbe-me?

Alô?! Dieeeeta?!

Bom, quem cala consente.

 

Um ótima quarta-feira,

Ela

 

receita e foto: kirantarun

Pág. 4/4