Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os 11 restaurantes com a melhor vista de lisboa

Lisboa está definitivamente na moda e ainda bem. Não há turista que não se encante com a nossa gastronomia, que não se renda à luz da capital e que não se deixe deslumbrar pelos recantos, pelas ruas, pelos bairros e pelas colinas de Lisboa. E não são só os turistas, eu cada vez gosto mais da minha cidade. Por isso, foi com um enorme orgulho que descobri, no prestigiado blog de viagens britânico hand luggage only, esta lista dos restaurantes com as melhores vistas de Lisboa. Já fui a 6 deles. Mas agora temos de ir a todos. Que grande maçada.

 

1. Panorama, Sheraton Lisboa Hotel & Spa

panorama-restaurant-lisbon-s.jpg

Situado no topo do Sheraton, mesmo no coração de Lisboa, o Panorama tem uma das vistas mais deslumbrantes da capital. E enquanto se perde a olhar para a paisagem, pode deliciar-se com pratos portugueses e internacionais hiper requintados, ou não estivesse num dos melhores hotéis da cidade.

 

 

hoje é dia de brunch – e destes croissants divinais (e dos capuccinos e dos iogurtes e dos bolos do choupana caffe)

11209596_901638483213477_6208641941403558277_n.jpg

Olá, o meu nome é Ele e sou pastelariómano.

Pronto. Já assumi. Agora vou começar a desintoxicação.

Nas últimas semanas, fui tomado por uma forte dependência de pastelarias, bolos, pastéis, croissants, bolachas, biscoitos e tudo o que seja tão doce quanto calórico. E desde então a minha vida tem sido passada em cafés, lojas de bolos e casas de chá a aguar pelo próximo doce que vou devorar.

Há uns dias a coisa piorou bastante. Especialmente desde que resolvi ir lanchar ao Choupana Caffe. Agora, pense bem antes de continuar a ler este texto. Hoje é dia de brunch, de pequeno-almoço alargado e este sítio é a perdição do pequeno-almoço. Tem mesmo a certeza de que quer continuar?

  

 

sopa de abóbora e sálvia, a receita ideal para um fim-de-semana de bruxas e vampiros

Tenham medo. Muito medo. Amanhã é a noite mais aterrorizadora do ano e eu… sinceramente detesto o Halloween. Não gosto de me mascarar, não tenho a menor paciência para o Doçura ou Travessura e acho o fim da picada esta moda dos vampiros, noivas cadáveres e bruxas, mas enfim. O problema deve ser meu. A única coisa que eu gosto do Halloween são as abóboras. Adoro. Por isso, este fim-de-semana, para não deixar passar em branco esta data tão importante do calendário, vou preparar esta maravilhosa receita do blog skinny taste. E se os miúdos me vierem cravar gomas e chocolates, ofereço-lhes esta abóbora recheada de sopa e digo-lhes que é uma poção mágica. A ideia não é pregar partidas? Então vamos ver se caem neste caldeirão…

roasted-pumpkin-shallot-sage-soup.jpg

 

roteiro para conhecer portugal de copo de vinho na mão

20121216174016_FPNPHQ5QH9PJ86DE380N.jpg

No meio da crise política no Parlamento, da crise desportiva no Benfica e da crise capilar de Cristina Ferreira, só nos resta uma alternativa: pegar no copo de vinho e partir. Não precisa de apanhar a primeira nave espacial para Marte, basta apanhar o primeiro barco para o Douro. Ou o primeiro comboio para o Alentejo (espere, parece que a crise acabou com quase todas as linhas férreas no Sul). Mas o meio de transporte não é o mais importante. Aqui o decisivo é escolher os melhores hotéis que produzem os melhores vinhos. E marcar umas férias para descansar e provar.

 

noodles de sésamo, uma receita vegan para agradar a todos os peritos que fazem estudos sobre os perigos da alimentação

Ora bem, bastou sair uma recomendação da OMS a avisar-nos para o perigo da carne processada e potencial perigo da carne vermelha para a nossa saúde para no dia seguinte aparecer um estudo a dizer que o melhor é não comermos peixe porque estamos a criar um problema ambiental. Mau! Em que é que ficamos? Eu vou continuar a comer tudo o que me faz mal – moderadamente, mas vou... – porque estou determinada a não ser o cadáver mais saudável do cemitério. Tudo o que não se vai ouvir no meu enterro serão frases como: “Coitadinha, ainda por cima era tão saudável…” Mas isto sou eu, que sou um caso perdido. Já em relação aos meus filhos, a conversa é outra. Enquanto for responsável por eles, ninguém me poderá acusar de mau exemplo. Por isso, em casa, tentamos ter sempre uma alimentação… civilizada, vá. E hoje vamos ter um jantar super saudável: noodles de sésamo, uma receita vegan do incrível blog gimme some oven, que ainda por cima faz-se em apenas 15 minutos. Pode ser servida quente ou fria.

Sesame-Noodles-Updated-31.jpg

 

mousse de chocolate com apenas dois ingredientes com a assinatura de um chef com 3 estrelas michelin? é isso mesmo que acabou de ler

Eu sei. Parecemos obcecados com receitas de mousse de chocolate com poucos ingredientes. Já aqui falámos de uma receita de mousse de chocolate com 3 ingredientes, e aqui também, mas agora descobri no blog eat live run esta receita com apenas 2, ainda por cima, do famosíssimo chef Heston Blumenthal, o proprietário do fantástico restaurante Fat Duck, no Berkshire, que não tem uma, nem duas, mas sim três estrelas Michelin! E os ingredientes para 4 pessoas são:

(entra o som dos tambores)

265 g de chocolate meio-amargo (com pelo menos 70% de cacau), partido em pedaços e 1 chávena de água.

São estes os dois ingredientes: chocolate e água! Não é incrível? Se quiser e só se quiser, pode acrescentar 4 colheres de sopa de açúcar, mas já é opcional. Sem o açúcar esta mousse sabe muito a chocolate. Eu, chocólotra confessa, prefiro assim. Mas se normalmente gosta de um sabor mais suave e doce, junte o açúcar.

IMG_1783.jpg

 

 

novidade! novidade! sexta-feira abre um novo bar de gin num dos espaços mais bonitos de lisboa (e também se come lá...)

12189746_526042764218715_8534749395421152090_n.jpg

Podemos não ter programa de Governo, mas temos um novo bar de gin em Lisboa. Que, por acaso, também é restaurante. E, por acaso, também é loja de gins. Por isso, largue lá esse mau humor à José Mourinho e anime-se, Pessoa-Que-Não-Tem-Mais-Nada-Que-Fazer-Do-Que-Perder-Tempo-A-Ler-Este-Texto! A sua vida vai mudar e vai ficar mais animada – especialmente depois do segundo gin.

 

 

panquecas de batata doce, uma maneira surpreendente de começar o seu dia

Estou fascinado com a infinita capacidade de o público dar atenção ao que realmente importa. Por exemplo, no novo teledisco de Adele, os mais distraídos poderiam estar atentos à música, à letra ou à fantástica voz da cantora. Mas não. O que verdadeiramente mobilizou o público foi o modelo do telemóvel que aparece durante um segundo e meio no filme. Foi isso que gerou comentários, críticas, desabafos e as mais inteligentes observações que se viram nos últimos meses.

Seria o mesmo que olhar para esta magnífica receita do blog Love and Olive Oil, e focar-se, não a batata doce, mas na quantidade exacta de canela. Para evitar mais polémicas, eu resolvi simplificar ligeiramente a receita: esqueça o xarope de leite condensado, baunilha e canela e foque-se na batata doce – além de dar um sabor absolutamente surpreendente às panquecas, dá-lhes também uma textura especial.

sweet-potato-pancakes-600x900.jpg

 

bolinhas de queijo de cabra com bacon e pistácios, o aperitivo mais polémico do momento

Uns fumam, outros bebem, e eu… como bacon. Bem, é verdade que também bebo de vez em quando, mas parece que agora comer bacon ou presunto é quase tão prejudicial à saúde como fumar. A OMS alertou e dá que pensar. Mas é certo que também odeio desperdício, e já que tenho bacon no frigorífico, não o vou deitar fora. Para quem já ingeriu o que eu ingeri de carne vermelha ou processada, três fatias não vão fazer grande diferença. Por isso, vou livrar o meu frigorífico de carnes processadas e fazer esta incrível receita do blog a zesty bite. Estes fantásticos aperitivos preparam-se em 20 minutos. Só preciso das malfadadas fatias de bacon, pistácios sem casca, sal, queijo de cabra e queijo creme. Se quiser saber as quantidades certas para 8 bolinhas, espreite aqui a receita original.

Bacon-pistachio-goat-cheese-balls.jpg

 

está aberta a discussão: será que provei os melhores pastéis de nata de lisboa? (o melhor é voltar lá para confirmar...)

10363336_666293130124728_8559188593685118034_n.jpg

Um preto de cabeleira loira?! Um branco de carapinha?! Uma manteigaria que não faz manteiga?! Não venho aqui, a esta hora da manhã, para falar do saudoso restaurador Olex que tantos cabelos ressuscitou por esse país fora. Estou aqui para falar da manteigaria que não faz manteiga. Mas, em compensação, faz alguns dos melhores pastéis de nata que esta placa dentária já mastigou.

 

novidade! novidade! abriram dois novos restaurantes de dois óptimos chefs em lisboa

Captura de ecrã 2015-10-26, às 11.02.23.png

Temos boas notícias! Pode tirar essa cara de segunda-feira porque vêm aí excelentes notícias. Não, Portugal ainda não tem Governo. Mas Lisboa tem dois novos restaurantes – de dois dos melhores chefs portugueses. E comer um óptimo jantar é quase tão importante como acabar com uma crise política. 

 

 

granola de banana para começar a semana da melhor forma

O jogo de ontem ia provocando um Divórcio Mistério. Um de nós é do Sporting, o outro é do Benfica. Não vou dizer quem é de quem... mas posso adiantar que um de nós acordou hoje cheio de azia... E para combater a azia – à falta de Rennies – nada melhor do que uma granola de banana. Sabia que a banana é ótima para este tipo de mau-estar? A receita é do fantástico blog green kitchen stories.

Banana_granola_3.jpg

 

a lasanha mais saudável de sempre: courgette, tomate cherry e queijo creme de amêndoa (não, não tem massa)

E eis-nos aqui, perante o único fim-de-semana do ano com 49 horas. É verdade: mais uma hora para o António Costa fazer amizade com o Jerónimo de Sousa, mais uma hora para o Jorge Jesus mascar quatro pacotes de pastilhas elásticas e mais uma hora para nós comermos um prato delicioso, surpreendente e saudável, muito saudável.

Zucchini-Lasagna-9.jpg

 

scones de abóbora e de sálvia para aproveitar da melhor forma a hora que ganhámos hoje

Já acertou os ponteiros dos relógios de sua casa? Não se esqueça que mudou a hora! Hoje temos mais tempo para… estar à mesa, pois claro! E uma manhã de domingo pede um brunch sem pressas…de preferência, já à lareira, porque não? E porque não fazer esta incrível e original receita do blog baker bettie? Scones de abóbora e sálvia? Porque não? Além dos óbvios leite, vinagre, farinha, açúcar, fermento, bicarbonato de sódio e sal, tem ingredientes como a mistura de especiarias para a torta de abóbora (encontra aqui), folhas de sálvia, manteiga e puré de abóbora. Se quiser saber as quantidades certas para 12 a 14 scones, espreite aqui.

pumpkin-sage-scones-cherry-jam.jpg

 

 

os dois melhores gins tónicos para beber no outono (e preparar-se para a mudança da hora que está aí)

Hoje muda a hora, mas nós cá em casa não vamos mudar de bebida: bebemos gin tónico no Verão, bebemos gin tónico no Outono e vamos continuar a beber gin tónico no Inverno. A única coisa que muda é a marca, porque há gins melhores para o calor e outros mais apropriados a estes dias de frio, chuva e aulas de José Sócrates sobre Justiça em Vila Velha de Ródão.

O jornal britânico The Guardian publicou há uns dias um texto sobre os melhores gins tónicos para o Outono. Primeiro, recomendou o fantástico Opihr, destilado com especiarias quentes e ligeiramente picantes. Depois, aconselhou o excêntrico Jinzu, lançado este ano em Inglaterra com uma forte inspiração japonesa: é cremoso como o sake e tem aromas de zimbro, flor de cerejeira e yuzu, um citrino japonês parecido com o limão.

É por isso que estamos aqui hoje com duas óptimas sugestões para beber estes deliciosos gins. Seja para brindar à hora de Inverno ou para esquecer que amanhã às seis da tarde já vai ser noite. Neura? É pegar no copo de gin que isso passa...

 

Gin Jinzu com Maçã Verde

MT_Jinzu-620x620.jpg

  • 50 ml de gin Jinzu
  • 200 ml de água tónica Fever Tree Premium Indian
  • 1 lâmina de maçã verde

 

Encha um copo de balão com grandes pedras de gelo e rode-as para refrescar. Coloque o gomo de maçã verde laminado dentro do copo, despeje o gin e mexa com a colher torcida. Finalmente, deite a água tónica lentamente pelas costas da colher e mergulhe-a cuidadosamente no copo para envolver tudo.

  

 

Pág. 1/4