Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

5 receitas de batatas fritas que não são batatas nem fritas

São batatas fritas? São. Levam batata? Não. Mas chamam-se batatas fritas? Sim. Mas são fritas? Não. Sinto-me ligeiramente como o Marcelo Rebelo de Sousa, versão comentador, a tentar explicar uma teoria e o seu contrário. No entanto, não é fácil falar destas cinco maravilhosas receitas que vão alegrar os seus dias dietéticos. 

De facto, o fabuloso site The Kitchn chama-lhes batatas fritas. Mas, de facto também, não levam batatas nem são fritas. São feitas com vegetais light e saudáveis e sempre no forno, sem óleos nem outras invenções do Belzebu das Gorduras.

Tudo o que vai precisar para fazer estas fantásticas batatas fritas sem batata do site The Kitchn é cortar os vegetais em palitos com cerca de 1 centímetro. Depois, tenha à mão um pouco de azeite para pincelar os vegetais antes de cozinhar e sal fino para espalhar por cima. Coloque os vegetais num tabuleiro, por cima de uma folha de papel vegetal, e leve ao forno pré-aquecido a 220º C durante 20 a 25 minutos. E já está.

Bom, já está é força de expressão. O The Kitchn aconselha a misturar queijo parmesão e ervas aromáticas, dependendo dos vegetais usados, para fazer um upgrade de sabor a estas receitas. Por isso, é melhor ver as sugestões uma a uma ou então ver as receitas originais aqui.

 

Cherovia com Alecrim

veggie-fries2.jpg

Transformou-se numa obsessão cá em casa. Já fiz em palitos no forno, em puré ou em sopa e é uma delícia – um sabor que consegue juntar o adocicado da cenoura com um toque de avelã e noz. Coloque no forno com sal e alecrim espalhado por cima. O alecrim vai ficar estaladiço e com um sabor muito mais seco (parecido com o amendoim) do que o do alecrim fresco (que sabe quase a pasta de dentes).

 

 

rolinhos de lasanha de courgette, uma receita saudável e deliciosa para a minha dieta

Os nossos filhos já não podem ver a minha dieta à frente. Já não me aguentam. Compreendo-os perfeitamente. Já nem eu própria me aguento. Só o santo do meu querido Marido Mistério é que me atura. Por isso, tenho de os calar mas sem destruir por completo a minha dieta. Estou eu neste eterno dilema quando me deparo com esta incrível receita do blog Recipe Runner: rolinhos de lasanha deliciosos feitos com courgette em vez de massa. Uma alternativa light e saudável mas com todo o sabor da versão tradicional. Hoje à noite, quando os miúdos me perguntarem o que é o jantar, vou responder-lhes, triunfante:

- Lasanha. Alguma coisa contra?

Já estou a imaginar as lágrimas de emoção, tal a felicidade coletiva.

Vou precisar de queijo ricotta (magro, claro!), queijo cottage e parmesão, salsa, manjericão fresco, sal, alho em pó, flocos de pimenta vermelha e pimenta preta para o recheio. Depois, só preciso das courgettes, do molho marinara (pode fazê-lo em casa, é facílimo: espreite a receita aqui) e de queijo mozzarella picado light. A receita original inclui salsichas mas eu vou dispensá-las para fazer um prato mais saudável e até vegetariano (ainda bem que os miúdos não leem o blog!). Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

ZucchiniLasagnaRolls.jpg