Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

veja o vídeo dos leitores do casal mistério a trabalharem na cozinha do restaurante o talho (e ainda aprende a fazer um ceviche puro)

IMG_0477 (1).jpg

Primeiro, foram os petiscos que comeram na cozinha: ceviche puro de dourada com puré de batata doce, tártaro de novilho com algas nori, maionese de rábano e shots de vodka e ainda tudo o que picaram enquanto cozinhavam. Só depois é que veio o jantar: croquetes de cozido à portuguesa com maionese de chouriço, guiozas de bochecha de novilho confitada com creme de kimchi e tofu e um lombo de borrego com chutney, pão nan, iogurte e lentilhas.

Ficaram por aqui? É claro que não, mas eu vou ficar para não o fazer sofrer mais. Não é fácil ouvir a descrição detalhada de um jantar n' O Talho, mas foi por isso que nós tivemos de passar para saber como correu a última acção organizada pelo Casal Mistério: o sorteio de um jantar para duas pessoas à mesa com o chef Kiko. Quem diz à mesa, diz também à cozinha, porque os dois vencedores do passatempo, a Sofia e o Nuno, tiveram de vestir o avental e preparar o jantar com o Kiko Martins na cozinha do restaurante.

Infelizmente, nós fomos obrigados a ficar em casa enquanto sofríamos amargamente porque esta coisa do mistério impede-nos de andar na rua com a cara destapada. E, mais infelizmente ainda, não pudemos provar os pratos preparados pela Sofia e pelo Nuno com o chef Kiko, mas, pelo que percebemos, estava tudo fantástico.

Basta olhar para esta receita de ceviche puro que eles fizeram no Talho para perceber o que perdemos.

 

 

pão saudável e sem glúten? só podia ser de banana, pois claro!

Parece um bolo, mas não é. Parece que engorda mas, olhe que não… ao contrário: é saudável, não tem glúten e entrou diretamente para o Top 10 dos meus pequenos-almoços preferidos. Primeiro porque é delicioso, depois porque fiquei rendida à autora da receita: chama-se Josefine e é uma jovem dinamarquesa de 19 anos que criou o Sprouted Fig, um maravilhoso blog vegetariano com ótimas receitas e muitíssimo bom gosto.

O mais extraordinário é que começou o primeiro blog aos 15 anos! Por isso, não me surpreendeu que aos 19 tenha inventado esta incrível receita que, ainda por cima, é facílima de fazer – demora, ao todo, 30 minutos: 10 a preparar e 20 no forno. Só precisa de mel, azeite, iogurte, duas bananas grandes, 2 ovos, extrato de baunilha, amêndoas, flocos de aveia, e avelãs para o topping. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para o equivalente a um pão de forma, espreite aqui a receita original.

DSC_00432-680x1024.jpg