Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

camarão com pepino e mousse de abacate, a entrada mais light e deliciosa do seu jantar

Esta casa é assim. Esquizofrénica. É ele a pensar em palmiers recheados com chocolate e em cheesecakes de limão e eu a pensar em emagrecer. Só. Era tudo o que eu mais queria. Acordar um dia, olhar para o espelho e estar com menos alguns quilos. É uma tristeza. Só que este sonho não se realiza sem a minha ajuda. Eu sei que só preciso de fechar a boca. Só. Até parece fácil. Com um marido que vive enfiado na cozinha com o único objetivo de me engordar para ninguém olhar para mim. Mas eu posso não emagrecer, mas estou na luta. Pelo menos para não engordar mais. Já é um princípio. Por isso, hoje pedi ao meu querido Marido Mistério para fazer esta espetacular entrada que eu descobri no blog Closet Cooking para o meu jantar. Não preciso de mais nada. Só desta maravilha. E só demora 20 minutos a fazer.

easy-summer-appetizers-fit-for-a-crowd-5b240eca22e

 

 

cheesecake vegan de limão tão fácil, tão fácil que nem precisa de cozinhar

Estamos perante um dos doces preferidos da minha querida Mulher Mistério. O cheesecake está para a vida dela assim como a laca está para a vida do cabelo do Donald Trump. Por isso, esta é minha oportunidade de a convencer a deixar-me fazer um doce para este fim-de-semana.

Além disso, esta fabulosa receita do fantástico blog Down Shiftology é vegan e não leva farinha, nem leite, nem açúcar, nem “cheese”. É quase tão saudável como um smoothie detox.

Para fazer a base do cheesecake sem cheese, vai precisar de amêndoas cruas, coco ralado, tâmaras e óleo de coco derretido. Para o recheio, separe cajus crus (deixados mergulhados em água fria de um dia para o outro e escorridos antes de usar), água, xarope de ácer, mais óleo de coco derretido, sumo de limão espremido no momento e duas vagens de baunilha (só vai raspar o interior e aproveitar as sementes que saírem). Para o topping, use molho de caramelo ou, se preferir inovar e abandonar a ideia do vegan, experimente com chocolate derretido que é capaz de ser aquilo que vou fazer cá em casa.

Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

vegan-caramel-cheesecake-4.jpg

 

 

bolachas de coco e amêndoa para um lanche saudável, vegan, sem glúten nem açúcar

Não, ainda não desisti da minha dieta sem glúten. É certo que comecei ontem, mas quem me conhece sabe que 24 horas em dieta é uma grande vitória para mim. Este fim-de-semana, vou fazer com os miúdos estas incríveis e saudáveis bolachas que descobri no blog NM Meiyee. Só porque posso. 😉

Crocantes por fora e macias por dentro, demoram menos de 20 minutos a fazer.

Só vamos precisar de farinha de amêndoa, farinha de coco, óleo de coco, xarope de ácer, bicarbonato de sódio, extrato de baunilha e sal.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 bolachas, espreite aqui a receita original.

IMG_5662-copy.jpg

 

 

palmiers recheados de chocolate só com 4 ingredientes: será esta a melhor sobremesa de sempre?

foto.png

Alto! Pare! Não diga nada! Eu sei que ontem garanti que não entrava nada calórico nesta casa enquanto estivesse calor, mas o miúdo fez anos... Vá lá, não seja assim tão rigoroso. Eu sei que sou um pai banana, mas dia de anos é dia de chocolate, não é assim? E de uma sobremesa especial.

E quando digo especial, digo uns magníficos palmiers caseiros recheados com chocolate e... – e acompanhados por uma mini-piscina de chocolate preto onde pode molhar estas pequenas ternuras calóricas. 

Não pense que por serem palmiers são difíceis de fazer. Levam apenas quatro ingredientes e aprende-se a preparar em menos de 1 minuto. Basta ver o vídeo em baixo.

 

 

 

um doce perfeito para fazer em 5 minutos: tarte de morangos com creme de coco

Acho que não o vou maçar mais com aquela conversa habitual do sem açúcar, sem leite e por aí em diante. Já sabe que, cá em casa, as calorias diminuem à medida que o calor aumenta. Por isso, não vale a pena perdermos tempo com essa conversa. A enorme vantagem desta sobremesa, do fantástico blog A Cozxy Kitchen, é a velocidade a que fica pronta.

Se quiser seguir os conselhos da autora da receita, pode preparar a base da tarte em casa, seguindo estas indicações para a fazer sem glúten. Se preferir ter o prato pronto em apenas 5 minutos, faça como eu e compre uma base de tarte feita e pronta a comer. A partir daí, só precisa de separar leite de coco gordo em lata bem gelado, xarope de ácer, extracto de baunilha, morangos cortados aos pedaços e framboesas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

GlutenFreeStrawberryTart-7.jpg

 

 

9 alimentos que tem de ter em casa para fazer uma dieta sem glúten

Não há volta a dar. Não preciso de estudos científicos. Não preciso de saber que a Victoria Beckham e a Gwyneth Paltrow seguem uma dieta sem glúten. Sempre foram escanzeladas, cá para mim cortam no glúten e em todos os alimentos. Mas a verdade é que a proteína que encontra no trigo e no centeio transformou-se no inimigo público número 1 de quem, como eu, quer emagrecer. Dizia eu que não preciso de estudos científicos porque vi com os meus próprios olhos. Tenho vários amigos meus que cortaram o glúten da alimentação e os resultados são de facto impressionantes. Alguns estão metade do que eram. Que inveja!

Vai-me custar horrores, porque adoro pão, por exemplo, mas o que tem de ser tem muita força e eu vou conseguir.

Para compensar o glúten, há alimentos fundamentais, com todos os nutrientes e vitaminas necessários, para garantir o bom funcionamento do seu organismo. A Marie Claire britânica consultou vários nutricionistas e fez uma lista essencial do que deve ter em casa se quiser iniciar uma dieta sem glúten.

alimentos_2.jpg

 

 

o segundo melhor remédio contra o cansaço: gin com amoras e hortelã

Este é o grande problema de trabalhar em Julho: enquanto o resto do país está estendido numa praia do Algarve, eu estou estendido no chão do escritório. De cansaço. É muito bonito ter metade do país de férias ao mesmo tempo. O único problema é a outra metade que fica a fazer o trabalho que sobra.

Sim, estou de rastos. Acordo a meio da noite a sonhar com uma praia paradisíaca nas Maldivas. Onde a Internet não chega e onde o email não apita. Onde o telemóvel não tem rede e onde o computador não liga. Só precisava de uma semaninha assim. Sem mais nada à volta. Só mar, praia e calor.

Infelizmente, não tenho nada disso e por isso tenho de encontrar uma maneira de compensar o cansaço. Se a minha querida Mulher Mistério definiu que o melhor remédio contra o cansaço é um deliicioso gin tónico com morangos e grãos de pimenta preta, então eu acabei de eleger este fantástico cocktail do sempre útil site The Kitchn como o vencedor da medalha de prata neste campeonato anti-tardes estafantes.

Em vez de água tónica, leva ginger beer, o que o torna mais leve e original. Depois, pode adoçá-lo com um xarope de açúcar ou com mel ou geleia de agave que é o que eu vou usar. Finalmente, vai precisar de gin (a receita original é com vodka mas eu vou trocar), 3 amoras maduras, duas rodelas de pepino, 10 folhas de hortelã, sumo de limão espremido no momento e gelo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

92e8b4cfb57995d27ae946f14c42a9cc4e5ea099.jpeg

 

 

papas de aveia com tahine e figos, o meu incrível e (quase) saudável pequeno-almoço de hoje

Já partilhei aqui no blog a minha paixão, a minha obsessão, a minha loucura por figos. É de longe a minha fruta preferida. Claro que tinha de ser uma fruta calórica. Podia adorar maçãs, peras e outras maçadas desta natureza, mas infelizmente, não tenho o paladar tão apurado. Não consigo perceber pessoas que me dizem “adoro maçãs”. Enfim, gostos não se discutem e o que é facto é que, obviamente, tudo o que eu gosto ou adoro, infelizmente, engorda. Mas, atenção, esta receita que descobri no blog Probably This é saudável. A única coisa ligeiramente mais calórica são os figos.

A receita propriamente dita é facílima de fazer, demora 5 minutos a preparar. Só que o ideal é deixar as papas de aveia no frigorífico durante a noite, por isso, faça sempre de véspera.

3.jpg

 

 

a maneira mais fácil de fazer gelado de iogurte grego

Quer que lhe confesse uma coisa? Ainda bem que o Verão este ano se atrasou – porque a dieta da minha querida Mulher Mistério também estava ligeiramente atrasada. E assim ficam quites. Se não temos tempo de praia também não temos absolutismo dietético. E é por isso que eu posso fazer receitas ligeiramente menos light do que aquelas que teria de fazer se estivesse um clima tropical. Como, por exemplo, este espectacular gelado de iogurte grego do fabuloso site The Kitchn.

Primeiro as boas notícias: não leva açúcar, só leva mel. Depois, as óptimas notícias: só precisa de três ingredientes e é facílimo de preparar. Agora, as menos boas notícias (atenção que não usei a palavra "más"...): leva 120 ml de natas. E iogurte grego gordo. E pouco mais.

No fundo, só vai precisar de natas, iogurte grego e mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

2bb3585735eedc2040f79a4609514e0e4af2ab3d.jpeg

 

 

barras de chocolate com amêndoas vegan, paleo e sem glúten só com 3 ingredientes

Para quê comprar um chocolate no supermercado quando pode fazer um em casa, só que saudável, vegan, paleo, sem glúten, nem leite? Esta receita que decobri no blog Beaming Baker demora 5 minutos a preparar e é facílima de fazer. Eu não dispenso um quadrado de chocolate todas as noites a seguir ao jantar e esta receita caiu-me do céu. Assim, já posso comer não 1 mas 2 ou 3 quadrados sem culpa nem remorsos.

Só precisa de apenas 3 ingredientes: pepitas de chocolate vegan e paleo, óleo de coco e amêndoas tostadas sem sal. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 26 barras, espreite aqui a receita original.

3-Ingredient-Chocolate-Almond-Bark-Recipe-Vegan-Gl

 

 

almoço fresco e light para a praia: cuscuz de melancia e queijo feta com molho de lima

Não desista. O tempo pode estar esta desgraça ao fim-de-semana mas há-de melhorar. E, se não melhorar, só precisamos de nos convencer de que está bom para nos sentirmos como se estivéssemos numa praia das Maldivas.

Cá em casa, adoptámos uma medida radical: vamos comportar-nos como se estivessem 40 graus à sombra. Vamos à praia, vestimos o fato-de-banho, fazemos receitas de Verão. A única coisa que falta mesmo é sol e calor, mas isso é um detalhe irrelevante.

É por isso que esta semana vou fazer esta espectacular salada fresca de cuscuz e melancia, do fabuloso livro Simply Ancient Grains, da Maria Speck, para levar para praia e evitar a sanduichezinha do costume.

3ddb7a916f09e13978e8b58a8a194ff0197d224e.jpeg

 

camembert brulée com mel, uma entrada incrível que vai ter de fazer ainda hoje

Cada vez que vou a um almoço ou a um jantar em que há uma tábua de queijos para começar ou para acabar a refeição, há um fenómeno que acontece sempre: os bries ou os camemberts no forno desaparecem em poucos minutos. Acompanhados de umas tostas ou de uns grissini, são de facto imbatíveis. Mas eis que acabei de descobrir no blog Spoon Fork Bacon uma receita que só de olhar me faz babar.

Só precisa de um camembert inteiro, de mel e de açúcar turbinado (não, não tem nada a ver com Ana Malhoa) ou demerara. E, claro, crackers, tostas e grissini para servir. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

honey_brulee_brie-800x1066.jpg

 

 

frango grelhado com cuscuz e molho de pesto, o jantar ideal para este domingo

E assim se passou mais um domingo de outono em pleno verão. O que é que se passa com este tempo, meu Deus? O meu querido Marido Mistério ainda vestiu o fato-de-banho, coitado. Todo ele era otimismo. Olhava para o céu e dizia:

- Está a abrir, está a abrir!

Ao que eu respondia enquanto revirava os olhos:

- Está, está. Está, mas é o São Pedro a abrir a torneira. Dahhh!

E assim passámos este domingo a olhar para o céu. OK, fizemos outras coisas. Eu, por exemplo, encontrei esta ótima receita no blog Skinny Taste para o nosso jantar. Por isso, em vez de ir para a praia, mandei o meu querido Marido Mistério ir aquecer-se mas junto ao fogão.

Para fazer este ótimo e saudável jantar, Ele vai precisar de cuscuz, água a ferver (claro), sal e pimenta preta moída, courgettes cortadas às rodelas, tomates cherry cortados ao meio, azeite, peitos de frango e molho de pesto.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Grilled-Pesto-Chicken-Couscous-Bowls-1-8.jpg

 

 

as panquecas perfeitas para a dieta de verão: de coco e banana sem farinha nem açúcar

É por causa de receitas como esta que eu não me importo de viver perseguido por uma mulher em dieta. Ontem, quando cheguei a casa da praia (sim, eu consigo ir à praia com este tempo, e ficar até às oito da noite...), tinha esta receita no meu email. 

"Aqui está uma boa ideia de receita para escreveres para amanhã de manhã". Aquilo que aparentemente parecia uma carinhosa atenção da minha querida Mulher Mistério era na verdade uma interesseira sugestão para me levar a cozinhar esta maravilha hoje ao pequeno-almoço. "É light e fácil de fazer. É perfeita para esta época. Vais ver que não custa nada". 

O que vale é que esta magnífica receita do fabuloso blog Hungry Hobby é, de facto, facílima e rapidíssima de preparar. Tudo porque só precisa de bater todos os ingredientes num liquidificador. Mais nada. E depois as panquecas levam banana e claras adicionais na massa, o que lhes dá uma consistência muito mais cremosa e leve.

pancake-overhead.jpg

 

 

3 chás gelados só para adultos

Calma, pode estar descansado, este texto não tem bolinha encarnado no canto superior direito. Nem é escrito pela neta da Cicciolina. São chás só para adultos porque, além do chá, da água e do adoçante levam um cheirinho: umas gotinhas milagrosas para animarem o seu fim-de-semana. 

A minha querida Mulher Mistério é uma fã dedicada deste tipo de receitas. Diz que é uma óptima maneira de enganar a balança: parece que está a beber um saudável chá gelado, mas na verdade o que tem à frente é um gin, um rum ou um vodka disfarçado com chá e fruta.

Eu não sei como é que Ela acredita que, por acrescentar chá, já não faz mal nenhum à dieta, mas também não a contrario. A verdade é que estes chás gelados com cheirinho são uma bebida de Verão verdadeiramente viciante.

 

Mojito de chá verde

tea-itdoesnttastelikechicken-lg.jpg

É uma pequena maravilha e o meu preferido dos três. Primeiro, porque leva chá verde (não se esqueça que é bom para a dieta). Depois, porque lhe mistura todos os ingredientes do viciante mojito: lima, hortelã, água com gás e rum. A receita é do fantástico blog It Doesn't Taste Like Chicken e é tão fácil quanto isto: esmague cinco a dez folhas de hortelã num copo, acrescente sumo de lima, água com gás, chá verde gelado, geleia de agave, rum e gelo. Mexa e beba. Vai ver como é fresco. E até não é tão mau como isso: afinal, são só 134 calorias. Veja as quantidades certas de cada ingrediente aqui.

 

 

Pág. 1/3