Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

3 presentes completamente originais para o dia da mãe

eb2455813613340d25c6c0b5b65a4d2da3359042.jpg

Não me diga que se preparava para oferecer outra vez o raminho de flores do costume. Ou o livrinho sugerido, em desespero de causa, pelo empregado da livraria. Ou a caixinha de bombons comprada, à última hora, na bomba de gasolina a caminho de casa da sua mãe. (Sim, os diminutivos são para denegrir os presentes habituais de Dia da Mãe e não consequência de uma "inhite" aguda que acabou de me atingir).

Basicamente, eu sou adepto dos presentes caprichados, demoradamente ponderados e preparados. Mesmo que, no fim, Ela nunca use aquilo na sua vida, pelo menos não se vai esquecer tão cedo do que recebeu.

Este ano, depois de muito pesquisar, esta é o meu top de presentes para o Dia da Mãe. São os mais originais e criativos que encontrei. E que gostaria de dar à senhora, minha progenitora, e à senhora, progenitora dos meus mini-misteriosos.

 

Um copo de vinho para beber directamente da garrafa

51llsLtsA3L._SL1045_.jpg

Não, não estou a chamar-lhe alcoólica, mas este presente é a cara da minha querida e prezada Mulher Mistério (para a minha mãe é capaz de ser demais...). Se achava que beber da garrafa dava mau aspecto, é porque ainda nunca viu este copo de balão, grande e feito de vidro, que se está a tornar num fenómeno viral na Internet. 

Trata-se de um copo de vinho que, em vez do pé, tem o fundo aberto para um pequeno funil que encaixa no gargalo da garrafa através de uma borracha. Depois é só beber.

Estou seriamente a pensar em comprar um carregamento destes copos e fazer uma festa da garrafa cá em casa: uma pessoa, uma garrafa. E vamos lá ser rigorosos: não se trata de beber vinho da garrafa, tecnicamente estamos a beber do copo.

Custa €39 na Amazon britânica. Mas também pode ver o site da marca Guzzle Buddy aqui.

 

Kit de brunch

91C4IV0RA-L._SL1500_.jpg

À esquerda está a máquina de café, em cima está a frigideira e em baixo a torradeira. Tudo juntinho e aconchegado no mesmo kit. Para ser perfeito só precisava de ter uma máquina de café expresso em vez de café de saco, mas como a invenção é americana temos de dar um desconto.

É claro que a minha querida e prezada Mulher Mistério não vai cá fazer bacon nem salsichas que a dieta não lhe permite. Mas pode fazer umas panquecas saudáveis em cima e uma torrada de pão integral em baixo. 

O que interessa é que pode ir preparando o seu brunch enquanto está confortavelmente sentada à mesa a saborear as entradas. E também dá para levar para as férias. Além disso, o design anos 80 é delicioso.

Na Amazon americana, custa €58 mais portes de envio. Se quiser, dê uma vista de olhos no site da marca: até carrinhos de pipocas vintage há.

 

Gramofone para o iPhone

bb233c12-88e3-4544-bf54-b465e1fb71e3--made-craft_a

Este é o preferido da minha querida e amada Mulher Mistério e, claro, tinha de ser também o mais caro de todos. Custa cerca de €750 na loja online do site Food52 mas, antes de correr desesperadamente para os braços do CustoJusto.pt, deixe-me explicar: estas colunas são feitas à mão, com madeira e peças de gramofone originais dos anos 20.

O design é fabuloso de tão simples, mas o mais extraordinário é o método de funcionamento da coluna. Não tem pilhas, bateria ou ligação à corrente. É 100% acústica. O som sai do iPhone directamente para o gramofone e o que o amplifica é apenas a corneta. Por isso é que são usadas cornetas restauradas dos anos 20 – porque têm a capacidade acústica para amplificarem o som por si. Se não fosse o preço, era o presente perfeito.

 

Um óptimo Dia da Mãe onde quer que todas as mães estejam,

Ele

 

2 comentários

Comentar post