Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

4 jantares práticos e rápidos para o regresso às aulas

Crianças com aulas é cozinha sem calmas. Desconfio que não seja só aqui em casa que o caos toma conta do ambiente: banhos mais tarde, trabalhos de casa para fazer, mochilas espalhadas pela casa, a minha querida Mulher Mistério aos gritos em pré-apoplexia nervosa por causa das desarrumações... enfim, não sobra muito tempo para fazer um jantar decente e sujar mais umas panelas pelo caminho. Mas... há sempre um mas... é para isso que está aqui deste lado este seu prendado Amigo Mistério.

Esta semana, resolvi reunir quatro receitas fáceis, rápidas e saborosas para fazer em dias de escola e de caos. Há massas, há ovos, há salmão (quem não tem salmão em casa?) e há até um caril de batata doce que pode passar a tratar por Speedy González da cozinha (ele não se ofende...). 

Vai ver como, depois disto, a sua vida vai mudar em dias de aulas.

 

Massa de abóbora e parmesão para fazer só numa panela

631f6fb6ad3d3cf9120642e8bf55a9568c5c38b1.jpeg

Quando encontro juntas as palavras "só numa panela", faço uma festa. E, no caso desta receita do site The Kitchn, é uma festa com direito a um magnífico jantar. Para fazer esta maravilha da velocidade culinária, vai precisar de ter um bom puré de abóbora pronto. Depois, coza a massa (cerca de 350 g da que gostar mais) numa panela larga com um litro de água, alho esmagado e cortado às fatias, azeite, sal e pimenta. Mantenha a panela destapada e vá mexendo com uma pinça para a massa não ficar colada. Quando estiver al dente, desligue o lume e escorra um pouco da água a mais (mas não toda). Junte o puré de abóbora, natas e queijo parmesão ralado e mexa até ficar com um creme suave. Acerte os temperos de sal e pimenta e sirva com umas sementes de abóbora tostadas, um pouco de parmesão laminado e um fio de azeite por cima. Veja aqui a receita completa e as quantidades certas de cada ingrediente.

 

Ovos no forno com queijo, cogumelos e couves de Bruxelas

19237966_FmKmZ.jpeg

Este é um dos pratos preferidos dos Mini-Misteriosos cá em casa. Primeiro, porque leva uns maravilhosos ovos escalfados por cima de uma incrível mistura de vegetais. Depois, porque tem queijo derretido que nos deixa a boca transformada na Lagoa de Albufeira. Finalmente, porque é uma receita daquele que foi considerado o melhor blog de comida do mundo, o invejável Brooklyn Supper. E, ainda por cima, porque é tão fácil como isto: coloque num pirex chalotas, couves de Bruxelas e cogumelos salteados; junte uma colher de natas, uns ovos partidos e queijo ralado; e leve ao forno durante uns minutos. Não vale a pena descrever o resultado final com as gemas líquidas e o queijo a derreter, pois não? Calculei... Veja a receita aqui.

 

Caril de batata doce (e até pode ser vegetariano e tudo)

19404753_pQc6s.jpeg

– Ah, e tal, o caril é muito picante para os miúdos.

– Este não.

– Ah, ok, mas é uma complicação de fazer.

– Este também não.

– Ah, sim, mas demora imenso tempo.

– Este seguramente não.

E é assim, com um simples e ligeiramente bipolar monólogo, que eu arrumo todas as dúvidas sobre este prato divinal criado pelo fabuloso blog Pinch of Yum. Além disso, ainda leva batata doce, o que é uma bênção dos deuses. No total, são só dez ingredientes: caril, azeite, chalotas, batata doce, espinafres baby, leite de coco, caldo de legumes, amendoins picados, coentros e molho de peixe. Se quiser uma opção vegetariana, é só cortar o molho de peixe. Depois, precisa apenas de fazer um refogado com as chalotas, acrescentar a batata doce em cubos e ir juntando os vários ingredientes enquanto vai apurando o sabor. Sirva com arroz branco e uns coentros e amendoins salpicados por cima. Para ver a receita, clique aqui.

 

Salmão no forno que não suja nenhum prato

18449054_z8yHg (1).jpeg

Leu bem, não suja nada: nem tachos, nem panelas, nem pratos... Nada, zero. A receita milagrosa é do fantástico blog Cooking Classy. O segredo é cozinhar o salmão dentro de uns papillotes de papel de alumínio, onde depois pode saborear o peixe tranquilamente. Ou seja: Jantar 1; Máquina de Lavar Loiça 0.

Coloque os lombos de salmão por cima de uma folha de papel de alumínio com flor de sal, pimenta, azeite, alho picado, espargos, endro e duas rodelas de limão. Dobre o papel de alumínio e leve ao forno, pré-aquecido a 200º C, durante 12 minutos. Fácil, hã? Veja a receita aqui.

 

Um óptimo regresso às aulas para si onde quer que o jantar esteja,

Ele

 

fotos: the kitchn; brooklyn supperpinch of yumcooking classy

 

1 comentário

Comentar post