Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a nova loucura do momento: chegaram as tostas arco-íris

Sem nome.tiff

Já não sei o que pensar sobre as novas tendências culinárias internacionais. Ou melhor, sei muito bem o que pensar, não posso é dizê-lo num blog nacional. A última loucura do momento que está a deixar a Internet em total euforia são estas tostas arco-íris que levam quatro tipos diferentes de queijo: o azul tem sabor a lavanda, o verde a manjericão, o encarnado sabe a tomate e o amarelo – ao menos esse – é uma mistura de queijos tradicionais – emmental, mozzarella, cheddar e gruyère. 

A tosta foi criada por um café de Hong Kong que se apresenta como especialista em tostas de queijo. Chama-se Kala Toast e está a vender esta invenção, que poderia ter saído directamente do Feiticeiro de Oz, por pouco menos de 5 euros. O fenómeno é tão grande que as novas tostas até já se tornaram notícia em vários meios de comunicação internacionais, como o Huffington Post.

 

Sem nome 1.tiff

O mais preocupante não são, no entanto, as tostas com cor de gomas mergulhadas em corantes. O mais preocupante é que esta tosta não é a primeira criação multicolor do mundo gastronómico. No início do ano, os bagels arco-íris vendidos na The Bagel Store, em Nova Iorque, tornaram-se um fenómeno tão grande nas redes sociais que obrigaram a loja a fechar para remodelação porque não conseguia atender a todos os pedidos. Primeiro, a marca teve de deixar de aceitar encomendas e depois, perante as filas intermináveis à porta, fechou mesmo para fazer obras no espaço e preparar-se para a loucura.

Esta fúria internética tem, como seria de esperar, uma justificação científica: alguns estudos citados pelo Huffington Post mostram que a cor altera a percepção do sabor para melhor e influencia a quantidade de comida ingerida. Um estudo de 2015 diz que a cor pode até transmitir-lhe sabores que não existem na comida e evitar o aborrecimento.

Captura de ecrã 2016-04-26, às 21.43.30.png

A paranóia com as comidas arco-íris está a alastrar-se e já chegou, inclusive, ao café com leite. Eu vou ali mergulhar num filme do Charlot para ver se acalmo esta euforia policromática.

 

Uma óptima tosta para si onde quer que o arco-íris esteja,

Ele

4 comentários

Comentar post