Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a nova surpresa para quem adora carne: the smokery, um restaurante que não parece estar num shopping

10897122_364014930448175_4375743760567988907_n.jpg

Desde que vi pela primeira vez o Kevin Spacey a lamber despudoradamente os dedos depois de se deliciar com um entrecosto na série House of Cards que não sei bem o que sentir em relação ao típico churrasco do sul dos Estados Unidos: por um lado, deve ser delicioso; por outro, será que nos transforma em trogloditas à mesa?

Na semana passada, coloquei umas luvas a proteger estes dedos de pianista e decidi arriscar: fui ao Oeiras Parque experimentar o novo The Smokery, um restaurante inspirado nos churrascos do Texas e acabadinho de abrir no mês passado. Só para começo de conversa, posso dizer-lhe que voltei encantado. E se quiser comparar com o Slow, do mesmo grupo do H3, é a mesma coisa que colocar o Sisley Dias ao lado do George Clooney. Mas vamos ao que importa.

 

10527359_364014443781557_5313554256128339629_n.jpg

A ementa 

Mal cheguei ao balcão, senti-me o George W. Bush de chapéu na cabeça e bota de cowboy no tornozelo: asas de frango estaladiças com molho buffalo, pá de porco fumada e borrifada com sumo de maçã, brisket com molho BBQ... A oferta da ementa tem tanto de texano como de delicioso.

Acompanhado da Minha Querida Senhora Mistério em modo semi-light, optei por desafiar a lei da gravidade e arriscar um menu que vem com um óptimo pão (€7), tão fofinho como o brioche, mas significativamente menos doce – o que liga lindamente com a carne. Dentro desta sanduíche, escolhi o brisket, um peito de vaca lentamente fumado e temperado com especiarias. O resultado é maravilhoso: além de a carne se desfazer em finos fios, tem um sabor apuradíssimo. Dentro do pão, vem ainda cebola roxa, couve, maçã e cenoura também cortadas em fios fininhos. Eu optei ainda por um óptimo molho de maionese de rábano. A combinação é magnífica.

10527359_364014447114890_5124531145781388211_n.jpg

A acompanhar, escolhi as batatas fritas com molho de maionese de manjericão. E no meio de toda esta ode ao bom churrasco, só fiquei ligeiramente desiludido com as batatas: além de não estarem bem quentes, são em palitos e não tão estaladiças como deveriam. 

Ela escolheu um menu de pá de porco no prato (€7,50). A carne é cozinhada com o osso e borrifada com sumo de maçã. Vem também a desfazer-se e muitíssimo suculenta. Por cima, Ela escolheu a deliciosa maionese de rábano. Para acompanhar, vem uma boa salada coleslaw e ainda pode escolher mais dois acompanhamentos: no nosso caso, um pouco de arroz aromatizado com jasmim e limão (saboroso, mas um pouco seco e colado demais) e um cuscuz que Ela gostou, mas que eu achei demasiado adocicado.

10801878_364014713781530_2648971468903760401_n.jpg

O ambiente 

Tirando a parte de ser um shopping (quanto a isso não há nada a fazer), a decoração é fantástica. A sanduíche vem numa original tábua de madeira por cima de uma folha de papel vegetal e o outro menu é servido num elegante prato preto que poderia ter saído de qualquer restaurante da moda. Além disso, a apresentação é cuidada.

1618659_365579843625017_1337818053984780242_n.jpg

O serviço 

Dá gosto ser atendido por alguém que está realmente entusiasmado por trabalhar ali. O empregado do balcão explica cada detalhe dos ingredientes com um brilhozinho nos olhos. É simpático, rápido e atencioso. E transforma uma temível experiência de shopping num agradável almoço de carne.

10801878_364014717114863_6266326129316083174_n.jpg

As crianças 

Aqui não há menus infantis, mas há menus para quem não gosta de carne. Se preferir, pode escolher um salmão fresco que passa um dia em salmoura e depois é fumado com pinceladas de mel de rosmaninho. No pão, é servido com um promissor bolo do caco de alfarroba.

10629582_351157288400606_4412939890641431630_n.jpg

O bom 

A apresentação dos pratos

O mau 

As batatas fritas pouco estaladiças e pouco quentes

O óptimo 

A carne, tanto a de vaca como a de porco

 

Um abraço para o George W. Bush e todos os texanos onde quer que estejam,

Ele

 

fotos: the smokery

 

5 comentários

Comentar post