Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

air lounge bar, um jantar a olhar para a acrópole

O dia foi cansativo. Ela, coitadinha, está esfalfada. Quando chegou lá acima à Acrópole, pensei que ia ter uma apoplexia. Mas não. Aguentou-se. Estoicamente. Morta por dentro, e sorridente por fora. Encarnada que nem um tomate, não deu o braço a torcer. “Subia isto mais duas vezes”, dizia, a encolher os ombros. Pois. Bom, é certo que desceu a uma velocidade estonteante, doida para chegar ao hotel e esparramar-se nas cadeiras do “nosso” terraço.

E assim fizemos. Começámos e acabámos a noite aqui. Eu pedi um gin tónico. Ela pediu um gin tónico. Depois, pedi mais um gin tónico. Ela pediu… um copo de vinho branco. E ali ficámos. Especados a olhar, não para os nossos copos, claro, nem um para o outro, mas para aquela vista fabulosa que é a Acrópole iluminada à noite. Ah, no meio disto tudo jantámos. E não estava nada mau. Mas a comida é um detalhe quando se tem uma vista destas.

Um bom fim de dia para si, onde quer que esteja,

Ele

1 comentário

Comentar post