Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

bolinhas de queijo de cabra com limão e dukkah, um aperitivo irresistível (mas não tão light quanto eu gostaria)

Se não gosta de queijo, então este post infelizmente não é para si. Mas quem é que não gosta de queijo, meu Deus? Eu conheço uma (única) pessoa que não gosta, mas no fundo essa pessoa não gosta de comer. Por ela, era alimentada a soro, porque acha um frete comer. Escusado será dizer que essa pessoa e eu temos muito pouco em comum... Como é que é possível?! Agora, para quem, como eu adora queijo, esta receita, da donna hay, vai fazer crescer água na boca. E agora perguntam-me as queridíssimas leitoras e os queridíssimos leitores: o que raio é "dukkah"? É uma mistura de sementes e frutos secos tostados e moídos, de origem egípcia, usada como condimento em todo o Médio Oriente. E o sabor faz toda a diferença.

dukkha_rolled_goats_cheeseballs.jpg

 

Ingredientes 

Para 16 bolinhas

  • 240 g de queijo de cabra macio
  • 250 g de queijo creme
  • 1 colher de chá de casca de limão ralada
  • 1 colher de chá de flor de sal
  • 100 g de dukkah (ver nota)
  • Azeite extra-virgem
  • Tostas crocantes para servir 

 

Coloque o queijo de cabra, o queijo creme, a casca de limão ralada e o sal num liquidificador e misture bem até ficar com uma consistência homogénea e macia. Coloque o dukkah num tabuleiro. Passe as mãos por azeite e faça bolinhas com a mistura de queijos (a quantidade de cada bolinha corresponde a uma colher de sopa). Depois passe as bolinhas no tabuleiro de dukkah até ficarem bem revestidas com a mistura de sementes e frutos secos. Leve ao frigorífico durante uma hora. Tempere com o azeite extra-virgem e sirva com tostinhas crocantes.
 
Nota: A receita original sugere que se compre um pacote de dukkah. Como, em Portugal, eu nunca encontrei, aconselho a fazer em casa, porque é muito simples. 

506a25c574c5b64b1d000cee._w.540_h.362_s.fit_.jpg

Ingredientes 

Para o dukkah (adaptado do the kitchn)
  • 1 chávena de pistácios (podem ser amêndoas, avelãs, nozes, etc.)
  • 1/2 chávena de sementes de sésamo
  • 1/2 chávena de sementes de coentros
  • 1/4 de chávena de sementes de cominho
  • 1 colher de chá de flor de sal
  • Pimenta moída 

Toste (no forno ou na frigideira, como preferir) primeiro os frutos secos e depois junte as sementes. Deixe arrefecer. Moa todos os ingredientes num liquidificador até ficar uma mistura bem picada e crocante (uma espécie de pó grosso), mas não misture demais senão torna-se uma pasta. Guarde num recipiente bem fechado no frigorífico. É um ótimo condimento para outras receitas.
É um excelente aperitivo ou mesmo uma entrada para um jantar. Além de original, pode surpreender os seus convidados com a expressão "dukkah" como se fizesse parte do seu dia a dia. Vai parecer super internacional (ou pelo menos super Médio Oriental!)

 

Uma ótima quarta-feira para si (já faltou mais para o fim-de-semana!),

Ela

 

receitas e fotos: donna hay e the kitchn