Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

breaking news: justa nobre abre restaurante no casino estoril

"Cozinhar, para mim, era tão natural quanto brincar”. Justa Nobre aprendeu a cozinhar com a mãe e com as tias em Vale de Prados, em Trás-os-Montes. Nascida numa família de sete irmãos, veio para Lisboa com 15 anos. Na aldeia era difícil continuar os estudos e conseguir emprego, por isso decidiu arriscar, e ainda bem. Na bagagem, trouxe os segredos culinários da família. Aos 19 anos, casa-se com José Nobre que, entretanto, é convidado para chefe de sala do restaurante 33, na Avenida Alexandre Herculano, em Lisboa. E é também aqui que Justa tem o seu primeiro emprego numa cozinha profissional. “O meu sucesso devo-o ao meu marido que sabe recomendar os meus pratos”, garante. Os dois formam uma dupla imbatível. Ela na cozinha, ele na sala, a receber e a atender os clientes (cá em casa é mais ao contrário!). Seguiu-se o Iate Ben, em Carcavelos, e o Constituinte, na Rua de São Bento.

A abertura do Nobre, na Ajuda, foi o passo natural e claro, um êxito. O problema foi a abertura de mais um e outro, e muitos outros espaços. Mais tarde admitiria que ela e o marido deram "um passo maior do que a perna". Depois de um período menos bom, reabre o Spacio Buondi, no Campo Pequeno. Hoje é novamente um caso de sucesso. Depois de ter sido júri no programa Masterchef, aventurou-se no competitivo mundo dos centros comerciais. E agora surpreende com mais um espaço. Desta vez no Casino do Estoril. E é já esta quarta-feira, dia 7, a grande inauguração. O "Nobre Estoril" fica próximo da entrada principal do Salão Preto e Prata, e vai servir especialidades da cozinha tradicional portuguesa, com o toque de Midas da chef transmontana.

  

Aqui, a ideia é “Picar e Partilhar”. Neste espaço, Justa Nobre vai servir uma exclusiva “Sopa de Lagosta com Gengibre e Malagueta” (esperemos que seja tão boa quanto a sua famosa Sopa de Santola),  “Açorda de Gambas” (que também não deverá ser muito diferente da Açorda de Marisco a que já nos habituou) e duas ou três variedades de bifes, que podem ser servidos fora de horas.

Terá ainda petiscos sofisticados e mini doses para picar. Além do restaurante, que funcionará de terça a domingo, a partir das 19h00 até às 02h00, haverá um bar que fechará mais tarde: às 03h00. Aqui, poderá pedir gin`s, cocktails, vinhos e cervejas artesanais, além de presunto, enchidos, queijos (serra e terrincho), pastéis de bacalhau, pica-pau, entre outros.

 

Quem dá boas notícias, quem é?

Bons petiscos,

Ela

1 comentário

Comentar post