Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

cheesecake vegan de limão tão fácil, tão fácil que nem precisa de cozinhar

Estamos perante um dos doces preferidos da minha querida Mulher Mistério. O cheesecake está para a vida dela assim como a laca está para a vida do cabelo do Donald Trump. Por isso, esta é minha oportunidade de a convencer a deixar-me fazer um doce para este fim-de-semana.

Além disso, esta fabulosa receita do fantástico blog Down Shiftology é vegan e não leva farinha, nem leite, nem açúcar, nem “cheese”. É quase tão saudável como um smoothie detox.

Para fazer a base do cheesecake sem cheese, vai precisar de amêndoas cruas, coco ralado, tâmaras e óleo de coco derretido. Para o recheio, separe cajus crus (deixados mergulhados em água fria de um dia para o outro e escorridos antes de usar), água, xarope de ácer, mais óleo de coco derretido, sumo de limão espremido no momento e duas vagens de baunilha (só vai raspar o interior e aproveitar as sementes que saírem). Para o topping, use molho de caramelo ou, se preferir inovar e abandonar a ideia do vegan, experimente com chocolate derretido que é capaz de ser aquilo que vou fazer cá em casa.

Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

vegan-caramel-cheesecake-4.jpg

 

Eu acho que esta é a frase que mais uso aqui no blog, mas a verdade é que nunca me canso de a repetir: o melhor desta receita é a facilidade com que se prepara.

Não acredita? Então veja só isto. Grande dificuldade para fazer a base do cheesecake: junte todos os ingredientes numa liquidificadora e pique bem até ficar com um crumble. Já está. Como dizem no casino, nada mais!

Espalhe a base por uma forma de fundo amovível, forrada com papel vegetal. Use os dedos para deixar a base do cheesecake bem distribuída e lisinha.

Ah, e tal, a base é sempre fácil de fazer! Então e o recheio?! Ainda bem que faz essa pergunta, com esse ar impertinente porque eu tenho a resposta pronta para si: junte todos os ingredientes no robô de cozinha ou numa liquidificadora potente e batata durante dois a três minutos até ficar com um creme macio.

E agora? Espalhe o creme por cima da base e coloque no congelador durante quatro a cinco horas para ganhar consistência. Retire meia hora antes de servir e termine com o caramelo ou com o chocolate derretido por cima. Espalhe o topping enquanto o cheesecake ainda estiver gelado para solidificar e ficar uma cobertura crocante – daquelas que estala a cada dentada. Hmmm… ahhh… ohhh… uiii. peço desculpa, não consigo dizer mais nada, estou com a boca cheia.

 

Um óptimo cheesecake para si onde quer que a sua dieta esteja,

Ele

 

receita e foto: down shiftology

 

2 comentários

Comentar post