Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer a sangria mais portuguesa de todas para apoiar a nossa selecção

IMG_6217.jpg

Uma verdadeira sangria portuguesa tem de levar coentros e Maçã Bravo-de-Esmolfe. E se for para beber durante a final do Euro, então tem de ser verde, encarnada e amarela – com as cores da bandeira nacional. Pois bem, meus caros concidadãos, é isso mesmo que temos hoje aqui, na Mansão Mistério: a sangria mais portuguesa de todas. Daquelas que faria o Viriato rebentar de orgulho e o Ronaldo rebentar com os franceses. Por cada golo de Portugal em Paris, vai ser um golo de sangria cá em casa. 

 

Ingredientes

  • 1 litro de vinho branco
  • 1 litro de 7Up
  • 1 maçã de Alcobaça encarnada
  • 1 maçã bravo-de-esmolfe
  • 1 molho de coentros
  • Gelo

IMG_6251.jpg

O verde vem dos coentros, o encarnado vem da maçã de Alcobaça e o amarelo da Maçã Bravo-de-Esmolfe. Reunidas as cores da bandeira, só precisa de juntar o vinho branco (português, claro!) e a 7Up (ainda pensei em fazer com Frutol, mas acho que o meu patriotismo não vai tão longe).

Corte as maçãs às fatias e coloque-as num jarro com muito gelo, o vinho e a 7Up. Pegue num molho de coentros e espete-o no jarro sem o afundar totalmente – a ideia é que os coentros aromatizem a sangria e não que se tornem demasiado fortes. Acompanhe esta sangria com uns tremoços temperados com coentros picados e vai ver se este petisco não dá sorte à nossa selecção.

 

Um óptimo jogo para si onde quer que a sangria esteja,

Ele

 

receita e foto: casal mistério