Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer uma pizza com base de rolo de carne em vez de massa

Era uma vez um homem muito, muito bonzinho que viviva explorado pela sua família. Todos os dias, depois de chegar a casa do trabalho, era ele que fazia o jantar sozinho. E não bastava fazer qualquer jantar. A sua demoníaca mulher exigia que ele fizesse sempre receitas light. Os seus implacáveis filhos não aceitavam menos do que pizzas, hambúrgueres e outras receitas calóricas.

Um dia, o homem muito, muito bonzinho chegou a casa – sempre com o seu sorriso resplandecente de quem se sacrifica paternalmente pela família – e teve uma ideia brilhante que lhe iluminou a alma:

– E se eu fizesse uma pizza saudável?! Que não levasse massa na base!

– Eureka!, gritou toda a sua família em uníssono.

Com o olhar radioso de um génio injustiçado pela crueldade da sua família, o homem muito, muito bonzinho foi a correr para o computador à procura de uma receita que agradasse à intransigência dos seus familiares. E foi assim, de repente, como uma luz vinda do céu, que encontrou uma incrível receita do blog Nom Nom Paleo.

Tratava-se de uma pizza feita com base de salsicha italiana picada. O homem muito, muito bonzinho achou a ideia óptima, mas como a sua mulher era inacreditavelmente severa e inflexível, ele teve de fazer uma adaptação à receita para a tornar mais light: em vez da salsicha italiana picada, usou um rolo de carne que estava pronto no frigorífico. De resto, seguiu a receita original: molho marinara, cogumelos cortados às fatias fininhas, pimentos picados, cebola roxa às rodelas, azeitonas e queijo de cabra. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, o homem muito, muito bonzinho foi consultar a receita original aqui.

800OptMeatzaaaDSC_4401.jpg

 

Enquanto toda a sua família continuava a fazer exigências, o homem muito, muito bonzinho foi para a cozinha e colocou o rolo de carne em cima de uma folha de papel vegetal, espalmando-o com as mãos. A seguir, colocou outra folha de papel vegetal por cima da carne e alisou-a com um rolo da massa, até ficar com um rectângulo com a espessura de uma massa de pizza.

Retirou a folha de papel vegetal de cima da carne e passou-a, ainda com a folha de baixo, para um tabuleiro. Levou ao forno, pré-aquecido a 220 ºC, durante dez minutos, até a carne cozinhar e começar a ficar tostada nas pontas. Retirou a carne do forno, passou-a para cima de outra folha de papel vegetal limpa e espalhou os toppings por cima.

Finalmente, o homem muito, muito bonzinho só teve de voltar a colocar a carne com os toppings no forno durante mais dez minutos, até o queijo derreter de forma irresistível e a base de carne tostar e ficar crocante.

Durante toda a noite, aquela cruel família deliciou-se com uma fantástica e saudável pizza. E, no fim, prometeu nunca mais exigir nada para o jantar. A partir daquele dia, preferiram sempre jantares mistério.

 

Uma óptima pizza para si onde quer que o homem muito, muito bonzinho esteja,

Ele

 

receita e foto: nom nom paleo

3 comentários

Comentar post