Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

e se fôssemos namorar para o deserto, meu querido robert redford mistério?

Vou ser sincera. Nunca entrei num parque de campismo. Só a ideia deixa-me desconfiada. Todo o conceito. Tendas, roulottes, sacos-cama, casa de banho improvisadas e partilhadas, o cheiro da sardinha do vizinho. Não. Não me convencem. Não me interpretem mal. Admiro quem se aventura, mas eu sou muito comodista. Agora, há acampamentos e acampamentos. E para este, ia já amanhã…

Chama-se Scarabeo Camp e é o sonho tornado realidade do casal belga Florence e Vincent. Ela é designer gráfica, ele é fotógrafo. Em comum, têm o bom gosto, a paixão por viagens e sobretudo, por Marrocos, onde se estabeleceram. Começaram por abrir um riade na medina de Marraquexe, depois criaram o projeto Scarabeo Camp: um maravilhoso bivouac instalado em pleno deserto, com as montanhas do Atlas como pano de fundo. Simples e de um luxo irrepreensível.

 

Quem é que nunca sonhou vestir a pele de Meryl Streep e viver um romance impossível com Robert Redford como no maravilhoso Out of Africa? Aqui é possível. Basta fechar os olhos e fingir que o seu marido é o Robert Redford. (Vá lá: a imaginação tem muita força! Eu, claro, não preciso de fechar os olhos porque o meu querido Marido Mistério é mais bonito do que o Robert Redford…) Estou a falar de fogueiras sob o imenso céu estrelado do deserto à noite e o cheiro do pão acabadinho de fazer logo de manhã. Com este cenário não é difícil imaginar o Robert Redford ao nosso lado (versão Out of Africa, claro, que agora, já está entradote).

As tendas brancas são espaçosas, confortáveis e decoradas com um extremo bom gosto. Simples e elegantes, recorrendo a materiais naturais, esteiras africanas e tapetes berberes, têm peças únicas e obras de arte locais, a recordar os tempos das primeiras expedições. Os tons claros, sobretudo o branco e o bege, fundem-se com a paisagem árida envolvente. E depois os pormenores e o bom gosto fazem o resto: cadeiras de cabedal, almofadas e poufs de tons neutros, lanternas marroquinas e muitos outros detalhes deliciosos.

Situado a mais de 40 quilómetros de Marraquexe, no deserto de Agafay, o campo Scarabeo tem ainda outra particularidade: desloca-se consoante as estações do ano e as temperaturas. No inverno, as tendas são armadas no coração do deserto para aproveitar bem o sol até ao anoitecer. Quando o calor começa a dar o ar de sua graça, as tendas mudam de lugar e “andam” alguns quilómetros, para um lugar mais fresco, à sombra de eucaliptos. É quase um regresso ao passado, à época de ouro dos grandes exploradores. Uma viagem até às coisas boas e simples da vida mas com todo o conforto da era moderna.

O acampamento reabre depois do verão, a 15 de setembro, porque na época de calor torna-se insuportável, mas é bom começar já a tratar das reservas. É só um fim de semana! A partir de 201 euros por noite, com meia-pensão. Também não é assim uma fortuna incomportável, não é meu querido Robert Redford? 

Além disto tudo, há um outro argumento imbatível para o convencer: as maravilhosas tagines (aquela ótima combinação de carne, molho delicioso e sempre um bocadinho de pão a acompanhar) para começar a tarde; o fantástico cuscuz para o jantar (Ele já faz em casa, é bom, mas não tem nada a ver com o cuscuz comido à mão de Marrocos). E, finalmente, enquanto olhamos para o céu carregado de estrelas do deserto, podemos deliciar-nos com um quentíssimo chá de menta servido a vários centímetros de distância da chávena – ou do copo, como é servido lá. Poupo-o à B'ssara, aquela sopa de feijão que eles comem ao pequeno-almoço, porque sei que o meu Robert Redford Mistério não dispensa as suas suaves torradinhas de manhã. Sopa, para Ele, só depois das duas da tarde – e quando estão menos de 10 graus na rua.

 

Boa viagem para nós,

Ela

 

fotos: Sven Laurent; Mireille Robbaert; Facebook Scarabeo Camp

 

9 comentários

Comentar post