Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

espetadas de batata doce com queijo derretido no forno, o acompanhamento de sonho para os santos populares

Época de Santos Populares cá em casa não é só época de sardinhas, bifanas e caracóis. É também época de batata doce assada no forno. Pensando bem, cá em casa a época de batata doce assada no forno dura o ano todo: começa com as receitas light da dieta de Ano Novo, continua com as batatas (doces) assadas no forno dos Santos Populares e acaba com as batatas doces gratinadas do Natal. Qualquer pretexto serve para fazer uma deliciosa batata doce macia por dentro e crocante por fora, com aquele sabor irresistível e viciante que contrasta na perfeição com qualquer alimento salgado.

Mas como diria o meu prezado Sogro Mistério, Basta de conversa! (Ele diz isto especialmente quando estou eu a falar...) É altura de agir! E cá em casa acção é sinónimo de fogão. Foi, por isso, exactamente aí que eu preparei esta verdadeira maravilha da cozinha: uma fabulosa espetada de espiral de batata doce assada no forno com alho, parmesão ralado e alecrim. Pense bem como é que esta delícia fica a acompanhar umas sardinhas assadas... Ou um entrecosto... Ou umas bifanas... Ou uns meros caracóis... Ou... Basta de conversa! É altura de agir!

batatadoce.jpg

 

Ingredientes

  • 2 batatas doces
  • 60 g de manteiga derretida
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • Pimenta preta
  • Flor de sal
  • 1 colher de sopa de alho em pó
  • 1 colher de sopa de paprika
  • 1 colher de sopa de alecrim fresco picado

 

Enquanto acende o churrasco lá fora, pré-aqueça o forno a 160º C. Insira um espeto no centro da batata doce, atravessando-a longitudinalmente (adoro esta palavra) de uma ponta à outra. Com uma faca bem afiada, corte a batata doce enquanto a roda, de forma a criar uma espiral. A faca não pode passar do espeto para que as rodelas não se soltem. Se for jeitoso ou jeitosa, consegue fazer rodelas fininhas. Se for como eu, saem um bocadinho mais grossas. Abra ligeiramente as rodelas de batata doce sem as partir, para se notar melhor a espiral, e coloque em cima de um tabuleiro pincelado com azeite.

Derreta a manteiga no microondas e pincele-a por toda a batata doce. Numa taça, misture o queijo ralado fininho com a pimenta moída no momento, o alho, a paprika, a flor de sal e o alecrim picado. Espalhe esta mistura sobre a batata doce, deixando-a entrar por entre as rodelas. Leve ao forno durante 25 a 30 minutos. Se a batata doce não ficar bem tostada, aumente a temperatura do forno para os 190º C e deixe-a lá dentro durante mais cerca de dez minutos.

Se gostar tanto de queijo como eu, polvilhe a batata doce com mais um pouco de parmesão ralado por cima depois de a retirar do forno. 

E então? Que tal? É ou não genial? Caramba, além de cozinheiro virei poeta.

 

Uma óptima batata doce para si onde quer que o queijo esteja,

Ele

 

foto: bárbara tomaz/me at the kitchen para casal mistério