Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

extra! extra! o chef kiko envia aqui uma receita especial de bacalhau para os leitores do casal mistério provarem neste natal

1410946_422192587883038_1169175508_o.jpg

Quem é que lhe disse que o bacalhau da véspera de Natal tinha de ser cozido com couves e grão? Quem é que lhe disse sequer que o grão tinha de estar em faustosas bolinhas a fumegar? Ou que o bacalhau tinha de estar quente? Este Natal vai ser diferente. E porquê? Porque o Casal Mistério convidou o chef Kiko Martins, do Talho e da recém inaugurada Cevicheria, para reinventar o bacalhau com grão para a consoada dos leitores do blog.

Quando lançámos o Casal Mistério, em Dezembro do ano passado, recebemos um simpático email do Kiko a elogiar os nossos inenarráveis textos. E, desde então, mantivemos uma relação platónica: nós sabemos quem o Kiko é (um dos melhores chefs da nova geração, dono de dois óptimos restaurantes e de uma invejável barba à Keanu Reeves), o Kiko não sabe quem nós somos. O que é divertido – sobretudo para nós. 

A única forma de comunicarmos é via email. E foi assim que o convidámos a enviar uma receita para os leitores do Casal Mistério: mandámos-lhe uma mensagem e ele respondeu.

O resultado é uma magnífica Ceviche Tuga, um dos pratos que pode encontrar no novo restaurante do chef, a Cevicheria, e que Kiko Martins partilhou com todo o Mundo Mistério espalhado por essa Internet.

 

image.jpeg

Ingredientes

  • 100 g de bacalhau
  • 10 g de vinagre de alecrim
  • 5 g de azeite
  • 5 g de cebola roxa laminada
  • 50 g de puré de grão
  • 10 g de azeitonas desidratadas
  • 5 g de courato de leitão
  • Sal
  • Pimenta branca
  • Salsa

 

Como vê, está lá tudo: o bacalhau, a cebola, o grão, o azeite... Mas está tudo de uma forma ligeiramente diferente: em forma de ceviche.

Comece por fazer o puré de grão de bico. Lave o grão, escorra toda a água e coloque-o na Bimby (sim, os chefs também usam Bimby). Junte azeite, sal e pimenta branca e triture tudo na velocidade máxima. Ponha de parte.

Se não encontrar o vinagre de alecrim à venda, tem de o fazer em casa com alguma antecedência. E, nesse caso, já não vai a tempo do Natal (pedimos desculpa, mas não sabíamos que demorava 12 dias a fazer um vinagre): ferva um vinagre normal, junte o alecrim e deixe fazer uma infusão (os especialistas dizem "infusionar") durante 12 dias. A seguir, pode guardá-lo num frasco.

image.jpeg

Ultrapassado este pequeno percalço, chegou a vez das azeitonas desidratadas. Prepare-as de véspera, colocando-as num tabuleiro, no forno, durante 12 horas a 55 graus. Com o courato de leitão, o processo é o mesmo. Primeiro coze a pele de leitão, depois corta-a em cubos pequenos e a seguir é que leva a pele ao forno durante as 12 horas a 55 graus. Passada esta fase da desidratação, vai triturar as azeitonas e fritar a pele do leitão.

Para acabar, só precisa de fazer a ceviche. E esse é um passo surpreendentemente fácil. Coloque o bacalhau cortado em cubos dentro de uma taça juntamente com a cebola roxa, o vinagre de alecrim, o sal, a pimenta branca e a salsa picada e deixe a marinar um bocadinho.

E chegou a hora de servir. Coloque primeiro o puré de grão, em cima a ceviche, depois o courato de leitão e, por último, as azeitonas à volta. Regue com um fio de azeite e divirta-se (este último conselho foi mesmo dado pelo Kiko).

É ou não é uma maneira original de celebrar o Natal à mesa?

 

Um Feliz Natal para si e um abraço para o Kiko onde quer que ele esteja,

Ele

 

fotos: kiko martins

4 comentários

Comentar post