Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

faltam dez dias para o chocolate em lisboa

 

Ao passo que Ela passa os dias a beber Nespressos enquanto pesquisa resmas de fotografias do George Clooney no Google, eu prefiro investir na segunda metade deste post aqui.

Isso mesmo: estou a falar do chocolate. Não só das trufas que Ela refere – e que são divinais – mas de tudo o que tenha a ver com chocolate: bombons, bolos, brigadeiros, macarrons, bebidas, crepes, fondues e até as simples e mais básicas tabletes. Exactamente: está perante um viciado com mais de 80 quilos de cacau no abdómen. É por isso que estou sempre a acompanhar o que se passa no País sobre o tema (admito, até já fui ao Festival Internacional de Chocolate de Óbidos, se bem que não é nada de que me orgulhe).

Mas hoje tenho novidades para si, e são um pouco mais agradáveis do que as hordas de balofos e criancinhas de Óbidos: faltam precisamente dez dias para começar o evento que vai acalmar todos os chocomaluquinhos como eu – O Chocolate em Lisboa. Entre os dias 6 e 9 de Fevereiro vão estar no Campo Pequeno chefs, exposições, workshops, show cookings, palestras e outras coisas muito interessantes, além do mais importante: todos os tipos de chocolate para comprar e provar, além das melhores ligações (chocolate e vinho, chocolate e frutos secos, chocolate e chá, chocolate e fruta e chocolate e chocolate). A entrada custa 3 euros e eu já estou a babar. A organização é do Cacau Clube de Portugal.

Encontramo-nos lá. Se me quiserem encontrar, procurem o António Costa – eu estarei na outra ponta do recinto.

Ele

 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post