Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

imani country house, uma segunda casa a dez minutos do centro de évora

Gosta do Alentejo? Gosta do campo? Do José Pedro Vasconcelos? E de pequenos-almoços servidos até ao meio-dia? Então vai adorar o Imani Country House. O sonho do ator e apresentador e da mulher, Mariana Roxo, tornado realidade a 10 minutos do centro de Évora. Aqui não nos sentimos num hotel, sentimo-nos em casa. Pela forma simpática e familiar com que nos recebem, pela liberdade com que andamos pela casa, porque, deixando-nos à vontade, estão sempre presentes e sim, o José Pedro Vasconcelos tem tanta graça na cozinha a preparar-nos o jantar como sentado no estúdio do 5 para a meia-noite. Faz questão de tratar os hóspedes pelo nome e não pode ser mais prestável. Talvez seja ligeiramente mais sério a trabalhar no seu hotel do que em frente às câmaras. Mas é compreensível: investiu a sua vida neste projeto. Durante vários anos afastou-se da televisão e dedicou todo o seu tempo a este hotel, que repito, é muito mais do que isso.

A casa

É uma casa de campo simples, agradável, cosy e cheia de bom gosto. As peças de decoração recuperadas em feiras e antiquários, como bicicletas, rádios antigos, violinos e máquinas de costura, dão uma graça especial às cinco suites e aos dois quartos. As salamandras aquecem o ambiente clean das suites e do edifício principal. Os quartos são espaçosos, as camas são enormes e muito confortáveis e os móveis são vintage. E em cada quarto há todas as comodidades da era moderna: ar condicionado, mini-bar gourmet, wireless net, rádio, ipod deck, tv, dvd e telefone.

O jardim

O melhor do jardim é o alpendre: com um bar e uma enorme mesa onde se pode fazer as refeições durante o verão,  tem uma rede que é um dos ex libris do hotel e um convite à preguiça mesmo nos dias bonitos de inverno. Os jardins são verdadeiros labirintos de tranquilidade. Têm cantos e recantos com lagos e piscinas onde podemos descansar ou simplesmente ler um livro. Já para não falar da piscina principal, junto à receção, ideal para um mergulho no final do dia, depois de um passeio pelo centro histórico de Évora. 

O jantar

Aos sábados é o próprio José Pedro (ao fim de uma hora já estávamos íntimos) a preparar o jantar. Que na realidade é bom, mas não se pode dizer que seja genial. Vê-se que o ator gosta e tem prazer em cozinhar mas chamar-lhe chef é manifestamente um exagero. Verdade seja dita, também não tem pretensões nenhumas e vem da cozinha com o prato que acabou de nos preparar com o maior orgulho e cheio de modéstia. De tal forma, que fica à espera de ouvir a nossa opinião… e claro, que dizemos em coro: “fantástico, ótimo, excelente”, mesmo que só nos apeteça dizer: “porreiro, pá!”

Depois do jantar, nestas noites de chuva e frio, a mesa de bilhar junto à salamandra chama por nós. Com a música de fundo de um ipod, e um copo de vinho na mão, não há melhor forma de acabar a noite, antes de mergulharmos nuns edredons de sonho de onde não vamos querer sair. Bendito horário do pequeno-almoço!

O ótimo

A decoração, o ambiente, o alpendre e a simpatia dos anfitriões

O bom

Os jantares do José Pedro Vasconcelos

O mau

Não há mau e muito menos péssimo

 

Um ótimo fim de semana,

Ela

 

fotos: imany country house

 

15 comentários

Comentar post