Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

leitaria lisboa, o novo sítio para tomar um óptimo pequeno-almoço este fim-de-semana

10445513_1581774815392413_8155372911585774002_n.jp

Com que então, sentadinho (ou sentadinha!) aí todo lampeiro (ou lampeira!) à frente do computador a contar os minutos até à chegada do fim-de-semana, hã? Grandes vidas! Nós aqui no batente a sermos obrigados a comer em restaurantes, experimentar receitas, passar noites fora em hotéis – um trabalho doloroso e sofrido! – e Vossa Excelência na maior, não é?

Pois bem, esperamos que tenha um fim-de-semana descansadinho e, acima de tudo, bem alimentado. E é para o ajudar nessa árdua tarefa que cá estamos hoje.

Qual é o grande pesadelo de fim-de-semana para si?

Hã?

Exactamente: onde ir tomar um maravilhoso pequeno-almoço para nos energizar por forma a aguentarmos o resto da semana de trabalho, suor e lágrimas. É isso mesmo que nos atormenta permanentemente. E foi esse dilema que desfizemos vai para... alguns dias, que não estamos agora com cabeça para fazer contas de somar.

 

10303775_1581828192053742_25788603142331362_n.jpg

A ementa 

Leitaria Lisboa. O nome diz-lhe alguma coisa? É normal que não: abriu apenas há um mês, ao lado das Amoreiras, em Lisboa. Mas a nós diz muito. Diz óptimo pão, deliciosos iogurtes, maravilhosas tibornas, fantásticos bolos e divinais sopas. Que é o mesmo que dizer, pequenos-almoços, brunches e almoços perfeitos para o fim-de-semana.

Captura de ecrã 2015-01-23, às 16.53.13.png

Primeiro o pão. Feito algures numa padaria da Moita, é cozido na Leitaria. E vou falar-lhe só naqueles enormes e espectaculares pães artesanais gigantes para não o fazer sofrer muito de inveja. São os pães redondos que dão para alimentar dez pessoas e que eu não consigo comprar mais de um quarto para saciar esta permanentemente faminta Família Mistério. Aqui, há pão de mistura, pão escuro, pão com nozes, pão com passas ou pão com azeitonas. Por fora, a côdea é estaladiça como uma batata frita Pala-Pala; por dentro o miolo é fofinho como uma almofada de penas. Está a ver a palavra "perfeito"? É a ideal para este pão. Eu já me tornei num cliente habitual – seja para comer ali, seja para trazer para casa.

10923658_1594689867434241_6397028731333938197_n.jp

Agora os iogurtes. Feitos com leite dos Açores, são à vontade do freguês. A base é sempre de iogurte natural, cremoso, saboroso e maravilhoso. São vendidos em frascos (€1,10) ou em taças (€2). Depois, o meu amigo (ou a minha amiga) escolhe se prefere o iogurte simples ou com fruta fresca misturada (€1,90 o frasco). Tem à escolha morango, frutos silvestres, pêssego, abóbora, pêra ou laranja. Se pedir uma taça, pode fazer várias misturas com frutas, sementes, granola, etc. (€3,75). Para adoçar, há mel ou agave. O resultado é óptimo.

10170977_1594688457434382_2607429847837211239_n.jp

Depois, as tibornas e saladas. Eu adoro a tiborna de espinafres, requeijão e nozes, feita em cima do fantástico pão de centeio artesanal (€6). Mas também há de leitão, de peito de perú ou de salmão fumado. As saladas também são boas, mas não são muito grandes. É difícil comer uma salada e ficar com o almoço resolvido. Eu já provei a salada de frango, croutons, nozes e framboesas (é fácil perceber que sou ligeiramente obcecado por nozes) e adorei a mistura das framboesas na salada (€6). No entanto, para mim faltava tomate ou algum outro legume que desse mais consistência ao prato.

10615439_1594030370833524_4455579995527602650_n.jp

Finalmente as sopas. Todos os dias, há uma sopa diferente (€2,20). E é uma óptima maneira de acabar um brunch de Inverno. Aqui as sopas são ultra-cremosas, aveludadas, macias e todos os outros lugares-comuns que se possa usar para definir um creme suave. 

Se preferir, tem menus de brunch (€12 para duas pessoas) mas a oferta é mais limitada.

10868048_1581828682053693_280349204856296888_n.jpg

O ambiente 

O iogurte vem em frascos, o leite em garrafas de vidro à antiga, as tibornas em tábuas de madeira. Tudo tem um ar fresco e apetecível. Além disso, a Leitaria Lisboa está decorada em tons de branco, azul claro e madeira clara, o que enche de luz o espaço e nos deixa bem-dispostos só de dar uma primeira vista de olhos. 

Pequena reclamação: há cadeiras, o que é útil para senhores de uma certa idade como eu; mas também há bancos, o que é dramático para pessoas que cresceram a ver a Amiga Olga bater no gongo, na TVI.

10922786_1591541647749063_3999277712950573497_n.jp

O serviço 

Sempre que lá fui consegui arranjar mesa e nunca fiquei muito tempo à espera. Mas admito que, em certos dias e a certas horas, possa ser mais complicado. Os empregados são simpáticos e trazem os pedidos à mesa sempre que é alguma coisa que demore mais a fazer. De resto, é self-service.

10846354_1581828985386996_7765980206052717561_n.jp

As crianças 

Toda a carta é ideal para crianças. E não só. Também há leite sem lactose e vários pratos vegetarianos para quem tiver intolerâncias alimentares.

1908037_1588048071431754_7722682723174689765_n.jpg

O bom 

A decoração muito clara

O mau 

Os bancos 

O óptimo 

O pão, a sopa e os iogurtes (e ainda nem provei os smoothies)

 

Um bom brunch para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: leitaria lisboa

 

2 comentários

Comentar post