Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

m maison particulière, o novíssimo hotel de luxo do porto

10406518_1733803553530584_3649450220166436278_n.jp

É uma casa? É um edifício? É um hotel? É tudo isto e é ma-ra-vi-lhoso! Estou deslumbrada e doida para passar aqui um fim-de-semana romântico com o meu querido Marido Mistério. Verdade seja dita que o orçamento familiar não nos permite levar a nossa prole, porque não é propriamente um hotel barato, mas também não me parece que seja pensado para crianças.

 

12814540_1733799956864277_208141269112939624_n.jpg

12993635_1747549062156033_2418800608024789055_n.jp

Localizado em pleno Largo de São Domingos mesmo ao lado da Rua das Flores, este edifício do século XVI, com cinco andares, foi totalmente recuperado pelo proprietário, o portuense Marco Leite de Faria, e decorado pela sua mãe e sócia neste projeto, Maria Irene Schultze. E que bom gosto tem esta senhora, meu Deus!

12717601_1737353813175558_7732410881095100378_n.jp

12998575_1747549502155989_6879593931385755439_n.jp

Com uma decoração sóbria e clássica, ao estilo art déco, tudo aqui é imponente e luxuoso: tetos ornamentados, azulejos dos séculos XVII e XVIII, detalhes em estuque, pés-direitos altíssimos, lustres, jarrões, pratas, louceiros, enfim, parece uma casa chiquérrima parisiense do início do século XX. Talvez por isso o nome seja em francês e signifique precisamente "casa particular". O "M"? É a inicial do proprietário, pois claro.

12923292_1741198476124425_3933629791274869490_n.jp

As dez suites com mais de 40 metros quadrados são todas diferentes mas igualmente imponentes e com uma decoração confortável e irrepreensível. Exemplo disso são as cabeceiras das camas estofadas a tecido, as escrivaninhas antigas e recuperadas, os cadeirões, as chaises longes e as cortinas e os tapetes em tons quentes e fortes.

13062057_1751174901793449_6668691360210949988_n.jp

12801691_1741198089457797_6907013385112291017_n.jp

12705332_1741199036124369_6603454329241729542_n.jp

O pequeno-almoço é servido nos quartos, em loiça Vista Alegre (what else?), numa mistura exótica das suas inúmeras coleções e é, segundo Marco Leite de Faria explicou à Visão, “mais do que um continental e menos do que um americano”. A ideia é manter um serviço de cinco estrelas mas como se estivéssemos em casa (não na nossa, infelizmente, mas numa mansão de luxo) e eu acho uma excelente ideia.

10612998_1733802166864056_4614161794331459708_n.jp

12705705_1722177914693148_5206392959988615997_n.jp

Além das suites e da sala de pequenos-almoços, o M Maison Particulière tem ainda uma biblioteca, um pátio interior e um pequeno jardim, no quarto andar, nas traseiras do edifício com vista para o centro histórico e a Torre dos Clérigos. E apesar de ser uma casa, o serviço é mesmo de um hotel de cinco estrelas, porque tem à sua disposição Room Service 24 horas, serviço de bagageiro, valet parking e wifi gratuito. O que podemos pedir mais?

12654228_1722178471359759_5304799197611960168_n.jp

Por isso, já sabes, meu querido Marido Mistério, se quiseres fazer-me uma surpresa (é só uma ideia, OK?) podes marcar uma noite no M Maison Particulière: nos dias úteis os preços variam entre 195€ e 345€, dependendo do tipo de quarto. Aos fins de semana, entre 245€ e 395€. OK, não é propriamente barato, mas eu mereço!

1508018_1737355793175360_8457033147814000626_n.jpg

Um ótimo feriado para todos nós,

Ela

 

fotos: m maison particulière

4 comentários

Comentar post