Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

massa folhada com espargos, presunto e parmesão, uma receita fácil e irresistível só com 5 ingredientes

Há receitas assim, que nos conquistam ao primeiro olhar. Alguém resiste a esta maravilha? Já me estou a imaginar a dar uma trinca nesta delícia, e ficar com aquela sensação - não de absorção - mas de que só vou parar quando acabar com o tabuleiro todo. Descobri esta maravilha num site polaco, o Kwestia Smaku, (sim, sou poliglota, não, estou a brincar: ainda não sei falar polaco mas tenho um excelente dicionário em casa) e não vou descansar enquanto não pedir ao meu querido Marido Mistério para fazer. Ou melhor, esta receita é tão fácil que vou ter um ataque de loucura e, desta vez, vou eu vestir o avental. Sem medos.

Só preciso de 150 g de massa folhada com uma espessura de cerca de 2 mm, 12 espargos verdes, fatias finas de presunto e queijo parmesão ralado.

szparagi_w_ciescie_francuskim_01_0.jpg

 

Comece por lavar os espargos. Corte os pés e deite-os fora. Coloque-os numa travessa e tempere-os com sal e pimenta e um fio de azeite.

Pré-aqueça o forno a 220° C.

Estenda a massa folhada na bancada polvilhada com farinha e corte-a em seis quadrados. Coloque os quadrados de massa folhada num tabuleiro forrado com papel vegetal e ponha por cima de cada quadrado uma fatia de presunto na diagonal, a seguir 2 espargos e polvilhe com queijo ralado no meio. Comece por embrulhar o presunto em torno dos espargos, só depois é que dobra a massa folhada por cima. Leve ao forno durante cerca de 15 minutos até a massa ficar dourada.

É ou não é uma maravilha?

 

Leia ainda: 

 

Boa semana,

Ela

 

receita e foto: kwestia smaku