Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

medo: tenho a treinadora do biggest loser no meu telemóvel!

“Mexe-me esse corpo flácido, seu saco de carne”

 

Com tantas receitas do marido mistério e tanto restaurante para avaliar, decidi que tenho de me controlar para não me tornar uma potencial concorrente ao Biggest Loser. Já que sou desprovida de força de vontade, arranjei um aliado de peso: a novíssima e sádica aplicação Carrot Fit, criada com um único e exclusivo objetivo e passo a citar: “ transformar a sua carcaça flácida num espécime da raça humana classe A”. Tradução: transformar a minha vida num inferno. A descrição da aplicação vai mais longe: ela fará o que for preciso – incluindo ameaçar, inspirar, ridicularizar, humilhar ou até chantagear – para atingir o seu objetivo. E termina desta forma assustadora: “Perderá peso ou… outra coisa.”

Mesmo assim não me deixei intimidar: fiz download da aplicação na Apple Store. Custa 1,79€. Depois revelei (a medo, é certo) o meu peso atual (…) e sentei-me bem sentadinha no sofá à espera que os insultos comecem. Uma boa notícia: se emagrecer, também serei recompensada. Enfim… o mais assustador é o aviso final em letras garrafais:
WARNING – se engordar em vez de emagrecer, a Carrot vai ficar zangada. E quando a Carrot se zanga, ela pode ser muito má. E quando a Carrot é má, há 74,9 % de hipótese de o pôr a chorar!

Quem quer experimentar comigo?

Ela

 

6 comentários

Comentar post