Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

miradouro de são pedro de alcântara, uma esplanada deslumbrante para almoçar em dias como este

Era uma tarde de sol, o calor aquecia o chão e secava o ar, tudo o que me apetecia era uma salada. (Agora já entrou no espírito faroeste? Óptimo!) Por um lampejo de sorte, encontrei um restaurante de saladas.

- Boa tarde, vou querer uma salada de frango, se faz favor.

- Peço desculpa, mas já não temos saladas.

É neste momento que me sinto o Astérix com o céu a cair-me em cima da cabeça. Senta-se um homem, com a sua família numerosa e sem a sua formosa companheira de jornada, a arfar debaixo do calor da cidade e a sonhar com a frescura de uma salada e... não há saladas?! Às dez para as duas da tarde, não há saladas?!

Refeito do choque inicial, fixei nos olhos a simpática empregada espanhola (o desemprego em Espanha está a mudar-se para Portugal), inspirei profundamente, olhei para a vista magnífica e pensei: com uma esplanada destas, com uma vista destas, tudo se desculpa.

 

O ambiente 

Este é daqueles pontos que não merece grandes explicações. Basta uma frase – é uma esplanada num jardim com uma das melhores vistas de Lisboa – e várias fotografias:


Para acabar, uma legenda: Sabe o que é isto que viu aqui em cima? A sé, o castelo de São Jorge, a Mouraria, a baixa, o rio e os principais bairros típicos da cidade. Pois é... E aqui pode ver esta vista de dia, de noite ou quando o sol se estiver a pôr. O quiosque do Miradouro de São Pedro de Alcântara está aberto todos os dias das 10h às 21h, às sextas e sábados fecha às 2h da manhã. De dia, o ambiente é calmo e descontraído, com sombra, sol, mesas, cadeiras e espreguiçadeiras, onde pode descansar e ver a vista enquanto bebe uma óptima imperial ou uma caipirinha. À noite, há boa música, concertos e DJs. É um sítio deslumbrante para passar por lá ao fim do dia, antes de ir jantar fora. Ou, se quiser mais animação, para passar por lá a seguir ao jantar antes de ir para a noite. E não precisa de levar a camisolinha às costas como o seu avô: aqui há aquecimentos na esplanada e mantas para emprestar.


O serviço

Além da empregada espanhola, há também brasileiros e portugueses. Não sei se os donos do quiosque têm algum acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, mas a multiculturalidade ajuda a dar um ambiente urbano-negligé ao local. Apesar de serem poucos (menos do que deviam), os empregados cumprem em eficiência e simpatia. Pode demorar um bocadinho mais do que seria de esperar? Talvez. Mas, com uma vista assim, ninguém protesta.


A ementa 

As sanduíches

Ultrapassado o choque inicial das saladas, acabei no choque calórico das tostas. Também podia ter optado por um chouriço assado, mas um choque calórico sempre é melhor do que um apocalipse calórico. A equipa de futsal sub-18 que me acompanhou lambuzou-se com umas sanduíches de salmão fumado e queijo Philadelphia. Eles adoraram, mas eu fiquei um bocadinho desapontado com o pão. Na verdade, não se pode verdadeiramente chamar pão a umas baguetes congeladas e mal cozidas, com a côdea branca e mole... 


As tostas

Eu pedi uma tosta de espargos em pão fininho muito bom. Vinha com um creme branco no meio, o que acabava por tornar a segunda metade da tosta um pouco enjoativa, mas o pão era bom e estava acompanhado com umas folhas de rúcula que tinham sobrado das saladas (ainda vi as últimas, com bom aspecto, a serem servidas na mesa do lado).


As bebidas

Os sumos de laranja naturais estavam frescos, saborosos e com pouca água misturada, o que hoje em dia começa a ser uma raridade.

No final, pagámos 34 euros e registámos: apesar de a baguete não ser parisiense, este é um spot delicioso para os próximos meses. E então se houver saladas, o céu cai-me mesmo em cima da cabeça (mas desta vez por um bom motivo).

 

O bom 

As tostas

O mau 

A baguete

O óptimo 

A vista

 

Um abraço para o Astérix, onde quer que ele esteja,

Ele

5 comentários

Comentar post