Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

mousse de chocolate e castanhas, a melhor maneira de comemorar o são martinho

Cá em casa o Dia de São Martinho comemora-se com a dignidade que a data merece. E como este ano não dá para vestir o fato-de-banho e ir até à praia, resolvi fazer todo um dia dedicado às castanhas. Além de castanhas assadas, vou fazer uma sopa de castanhas (veja aqui), um prato com castanhas e uma sobremesa de castanhas.

E é essa sobremesa que me traz hoje aqui ao seu encontro virtual. A receita é do fantástico site Epicurious e trata-se de uma deliciosa e ultra-fácil mousse de chocolate – e castanhas, claro. Para fazer esta maravilha, só vou precisar de castanhas cozidas, leite gordo, açúcar, extracto de baunilha, flor de sal, chocolate semi-amargo com pelo menos 70% de cacau, brandy e natas batidas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita completa aqui.

EPI_120315_CHOCOLATEMOUSSE_169.jpg

 

A grande vantagem desta receita é que é fácil de fazer. Primeiro, tenho de ferver o leite com o açúcar, a baunilha, as castanhas e a flor de sal. Assim que levantar fervura, reduzo o lume para o mínimo e deixo cozinhar durante cerca de 15 minutos, até as castanhas ficarem quase a desfazer-se. No fim, bato tudo muito bem para fazer um creme macio.

Agora lamino cerca de 30 gramas do chocolate e deixo de parte. Pego no resto, pico bem e acrescento ao creme ainda quente, juntamente com uma colher de chá de brandy. Bato mais uma vez para derreter e misturar o chocolate com o creme.

Coloco a mousse numa taça e, enquanto arrefece, bato as natas gordas até ficarem tipo chantilly. Separo um terço das natas de parte e envolvo os outros dois terços com a mousse, aos poucos, para a deixar mais leve. Assim que a mousse estiver com uma cor homogénea, coloco-a no frigorífico.

Antes de servir, espalho o chocolate laminado por cima e acompanho com as natas batidas que sobraram misturadas com mais um pouco de brandy. Esta, sim, é uma sobremesa digna do São Martinho.

 

Uma óptima mousse para si onde quer que as castanhas estejam,

Ele

 

receita e foto: epicurious

 

1 comentário

Comentar post