Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! já fomos à incrível varanda do novo hotel intercontinental no estoril

11728907_913792852027210_6940102224708694156_o.jpg

“Eu ainda sou do tempo do Hotel Atlântico”. São frases como esta que me deprimem. Fazem-me sentir antiga. Mas é um facto. E contra factos não há argumentos. Lembro-me perfeitamente de ir para lá com os meus avós quando era criança. Por isso, foi com muita curiosidade que acompanhei a demolição do velhinho e abandonado Atlântico e o nascimento do moderno e luxuoso Intercontinental Estoril.

 

49989124.jpg

Mas não fui a única. Os jornais também acompanharam a par e passo esta revolução, sobretudo a partir do momento em que souberam que Jorge Jesus tinha comprado um dos apartamentos, precisamente na altura em que trocou o Benfica pelo Sporting. O hotel só ocupa os andares mais baixos do edifício, porque os últimos andares são apartamentos de luxo.

48847953.jpg

O ambiente

Quando passamos pela porta do hotel, é impossível ficar indiferente ao azul do mar que atravessa a varanda e o vidro do hall de entrada. Parece que está a chamar por nós. E foi por isso que entrámos no Intercontinental do Estoril, perto da hora de almoço, e nos dirigimos à varanda num destes dias de sol maravilhosos. A imponente receção em dourado e branco tem uma luz incrível e os tons de azul do céu e do mar compõem o quadro. A decoração é sóbria e minimalista.

intercontinental-estoril-3970957129-2x1.jpg

O serviço

Só estava uma mesa ocupada e talvez por isso tenhamos sido recebidos com um enorme sorriso pelo chefe de sala. Deu-nos liberdade para escolhermos a mesa e optámos por uma à sombra. Basicamente a vista é maravilhosa independentemente do ângulo. O serviço foi muito rápido e disponível. O empregado percebeu que tínhamos pressa e foi muito simpático e despachado. Irrepreensível.

51222569.jpg

A ementa

Este é claramente um sítio para ir sem pressas, para desfrutar. Há dias em que anseio pela reforma para deixar de ter pressa. Tenho inveja dos velhinhos que fazem tudo com calma, devagar, sem stress. Mas nós tínhamos uma hora para almoçar, por isso, saltámos o couvert e pedimos uma salada para mim e um prego de novilho (€18) para Ele. Além de ser mais rápido, eram os pratos mais em conta, porque, como podem imaginar, o restaurante do Intercontinental, com uma vista destas, não é propriamente barato. Almoçar aqui em dia de semana é, para nós comuns mortais, um luxo.

18859902_0uM7U.jpg

O prego dele era ótimo. Vinha num bolo do caco aquecido, tostado do lado de dentro e mole do lado de fora, e a carne de novilho era demasiado fininha mas com um molho de manteiga, alho e salsa delicioso. A acompanhar, vieram ainda umas batatas fritas em palito grossas, mas conseguiam a proeza de ser estaladiças por fora e moles por dentro. Não eram nada más. E então quando se molhava no molho de mostarda, açafrão e orégãos, ligeiramente adocicado, eram mesmo uma tentação.

18859887_KOvIp.jpg

Eu cumpri escrupulosamente a minha dieta e pedi uma salada niçoise de salmão fumado com vinagrete de anchova (€15). Tinha rúcula, maçã, batata assada, ovo cozido, feijão verde e tomate cherry. Era boa mas, sinceramente, não é o meu género. Não adoro a batata assada na salada, eu sei que é a receita original da niçoise, mas para mim é uma contradição: salada não combina com batata. Bebemos duas Coca-colas zero (dieta sempre!) e, no fim, com os cafés, Ele pediu um copo de água. Trouxeram uma garrafa de litro e meio e simpaticamente não cobraram.

18859891_MIkcI.jpg

Conclusão, vale a pena vir aqui almoçar e aproveitar estes últimos dias de sol ou jantar com vista para a baía de Cascais – mas venha com tempo e com dinheiro na carteira. E nós pedimos os pratos mais baratos, porque a maioria dos pratos da ementa ultrapassam os 20 euros. Ah, mas pode ter direito a brinde: nunca se sabe se o Jorge Jesus, e a sua inseparável pastilha elástica, não se digna a descer dos seus aposentos de luxo para vir animar o ambiente zen da varanda do hotel. 

intercontinental-estoril-4036119961-2x1.jpg

O bom

O prego de novilho em bolo do caco

O mau

Os preços

O ótimo

A vista

 

Uma ótima semana,

Ela

 

fotos: casal mistério; hotel intercontinental estoril