Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! começou hoje o festival europeu de comida de rua no estoril (com comida saudável e tudo)

image.jpeg

São dezenas de roulottes com todo o tipo de comida que vão ocupar os jardins do Casino Estoril até ao próximo domingo. Com uma fantástica vista para o mar, rodeado de relvados e palmeiras, o Street Food European Festival tem entrada gratuita e está num sítio maravilhoso, ideal para aproveitar este calor tropical que tomou conta do país com a mesma velocidade com que Pinto da Costa despede treinadores. Ao longo de cinco dias, vai haver concertos, espectáculos, show cookings e, acima de tudo, vários sítios para comer de forma descontraída ao pé do mar. 

 

image.jpeg

Ainda por cima, está lá uma das minhas roulottes preferidas de comida saudável, a The Wrepe Van, do restaurante The Cru (que pode conhecer aqui). O The Cru existe na zona de restauração do Oeiras Parque e é especializado em comida saudável. Todos os ingredientes usados nos seus pratos são biológicos, sem lactose, sem açúcar e sem glúten, o que quer dizer que é tudo saboroso e à prova de dietas da minha querida e prezada Mulher Mistério.

image.jpeg

Na roulotte, vendem-se uns fantásticos wraps. Feitos com base de arroz integral ou de espinafres, são uns crepes finíssimos e ultra-suaves que eu era capaz de comer todos os dias. Depois, são enrolados em cones e podem levar lá dentro atum pescado de forma sustentável e conservado em água, frango desfiado, camarão ou só vegetais.

image.jpeg

O wrap de atum, por exemplo, é feito com o crepe de espinafres e leva ainda alface, cenoura ralada, espinafres, sésamo, coentros e passas, que lhe dão um ligeiríssimo e delicioso toque adocicado. Depois, não tem aquele excesso de gordura típico do atum conservado em óleo. O único molho que leva é o The Cru, feito com ovos biológicos, azeite, alho, orégãos e água de Monchique, escolhida especialmente por causa do pH elevado, o que é fantástico para o organismo.

image.jpeg

O mini-misterioso mais novo desta família adora o wrap de frango, feito com o crepe de arroz integral e que leva ainda alface, maçã, rúcula, manjericão, cenoura e o mesmo molho.

image.jpeg

É claro que esta vida tão saudável tem os seus problemas. E, para mim, o maior problema é que como um wrap destes e, 11 minutos, rigorosamente cronometrados, mais tarde, estou esganado de fome. E os brownies feitos com cacau cru biológico, frutos secos e mel do The Wrepe já não fazem muito o meu género. Resta-me a deliciosa limonada com hortelã e procurar uma sobremesa numa das outras roulottes. Acho que vou entregar-me nos braços dos pastéis de nata do Culto da Nata ou então nos óptimos gelados de iogurte da Iogurteria do Bairro. Mas há mais opções. Pode ver tudo aqui.

 

Uma óptima comida de rua para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: street food european festivalthe wrepe van