Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! há uma nova esplanada em marvila com caracóis e petiscos

Chama-se Cantinho com Calma e é a mais recente esplanada de Lisboa. Abriu na semana passada, mesmo em frente ao Cantinho do Vintage, em Marvila, aquela fabulosa loja de artigos antigos que vão desde cabines telefónicas (sim, houve um tempo em que não existiam telemóveis) a velhas balanças amarelas iguais às que existiam nas farmácias (lembra-se?), passando, claro, por produtos mais pequenos que a minha querida Mulher Mistério me deixaria ter em casa (especialmente em momentos de profunda distracção). O espaço nasceu de uma parceria entre este maravilhoso Cantinho do Vintage e o fantástico Café com Calma, que nós adoramos e ao qual nunca nos cansamos de voltar.

20180602_163524.jpg

O Cantinho com Calma fica mesmo em frente ao Café, dentro do parque de estacionamento do Cantinho, e é lá que vai acontecer aquele que, para nós, é o arraial de Santo António mais promissor do ano. Em primeiro lugar, é organizado por um espaço que faz questão de colocar a palavra "calma" em cada um dos seus projectos, o que, em noite tresloucada de turbas desesperadamente à procura de mais uma gota de álcool, é, no mínimo, reconfortante. Depois, porque o Cantinho com Calma é dos sítios com mais charme de Lisboa. E finalmente porque Marvila é Marvila – aquela fantástica combinação de velho e novo que tem uma alma única em Lisboa.

33943543_1020957061394939_7519311841969831936_n.jp

É evidente que, no meio de tanta expectativa, não consegui esperar pela noite de Santo António e fui direitinho aproveitar um dos raros momentos de sol que esta Primavera teve para nós para me sentar à frente de uma fantástica sangria e de uma taça de caracóis.

 

IMG_44442.jpg

O ambiente

É incrível como é possível transformar um parque de estacionamento num sítio acolhedor e simpático de estar. Mas esse é o encanto de Marvila. Espalhados pelo parque de estacionamento de cimento, tem alguns daqueles velhos carros de bombeiros ou cavalos de plástico, onde se colocava uma moeda e em que eu andava cada vez que ia com os meus pais ao supermercado depois de uns sempre eficazes segundos de birra.

Numa das pontas do estacionamento, tem uma parede de madeira salpicada com vários vasos de plantas.

20180602_163120.jpg

À frente, mesas de madeira com bancos corridos, também de madeira, e uns simpáticos chapéus de sol beges. E é só. É simples, é rústico, mas tem charme e é agradável de estar.

20180602_163158.jpg

Os petiscos

Primeiro, há que começar pelas senhoras: as sangrias. No Cantinho com Calma tem quatro sangrias diferentes à sua escolha, todas elas de espumante e todas elas preparadas com frutas frescas ali mesmo à sua frente: frutos vermelhos e hortelã; citrinos e kiwi; melão, mirtilos e hortelã; ou melancia, manjericão e lima. 

Nós escolhemos a de melancia (€14 tal como todas as outras) que, apesar de ainda não ter a fruta muito doce, estava fresca e agradável.

20180602_163244.jpg

Para acompanhar a senhora, vieram então os petiscos: uns óptimos e grandes tremoços temperados com alho e coentros (€1), uma taça bem servida de caracóis (€5) que estavam suculentos e bem saídos da casca mas pouco apurados, o que infelizmente lhes deu menos sabor do que devia, e uma fantástica tábua de húmus (€6,90) que é claramente o melhor de tudo o que provámos.

20180602_163048.jpg

Vem servida com três tacinhas de húmus: um tradicional húmus saboroso mas que podia estar mais cremoso, um delicioso húmus de beterraba e a estrela da tarde (nada a ver com a música do Carlos do Carmo), um surpreendente húmus de manjericão e espinafres que o deixa a pensar "como é que eu nunca me lembrei disto antes?!". Todos eles são feitos com a tradicional base de grão-de-bico, ao contrário da nossa receita favorita que é um delicioso húmus de beterraba com base de skyr.

Para acompanhar, trazem-lhe um cesto com boas e fininhas tostas de pão caseiro e um copo com palitos de cenoura e de pepino frescos.

20180602_163031.jpg

Se não lhe apetecer nada disto, também há uns chips de batata doce já prontos (a esplanada não tem cozinha, por isso a comida vem do Café com Calma ali ao lado) que não tinham nada mau aspecto, uma tábua de queijos – com requeijão, compota caseira de abóbora, queijo de ovelha curado, chèvre, uvas e pão – e uma tábua de queijos e enchidos.

Se quiser entrar já na onda dos Santos Populares, também há um chouriço assado com pão fresco (€6,90) e umas azeitonas pretas com azeite e orégãos (€1,20) para picar.

Na noite de Santo António, haverá arraial à séria, com DJs, bifanas, sardinhas e mais petiscos típicos. A grande vantagem é que, se se fartar do arraial, pode sempre ir afogar as mágoas para uma das duas salas de prova de cerveja artesanal que há nas redondezas: a da Musa que fica mesmo na fábrica da marca, na Rua do Açúcar, e a da Dois Corvos, na Rua Capitão Leitão, ali ao lado.

34189599_1021718734652105_5326503301015928832_n.jp

O serviço

Nós fomos ao Cantinho com Calma poucos dias depois de ter aberto por isso é normal que ainda houvesse detalhes a acertar: não havia café e os petiscos chegaram antes das bebidas. No entanto, o serviço foi de uma simpatia e de uma disponibilidade que não se encontra todos os dias. Por exemplo, ao ver que não tinha café, a empregada ofereceu-se logo para o ir buscar ao Café com Calma, do outro lado da rua – e essa dispinibilidade vale mais do que tudo o resto.

 

O bom

A tábua de húmus

O mau

O tempero pouco apurado dos caracóis

O óptimo

O espaço e o ambiente

 

Um óptimo arraial de Santo António para si onde quer que a calma esteja,

Ele

 

fotos: casal mistério; café com calma

 

2 comentários

Comentar post