Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

novidade! novidade! o gulli abriu no mercado de cascais com óptimas entradas e um serviço... (bem, o melhor é ler)

11238965_748658661918057_3924637063071322756_n.jpg

Não há coisa mais stressante do que ir jantar fora com amigos. Primeiro, é o problema da gestão de expectativas: uns são fanáticos por japonês, outros são alérgicos a arroz; uns adoram sítios animados, outros têm enxaquecas com o barulho de uma borboleta; uns querem vinho branco, outros até fazem tratamentos de spa com vinho tinto. 

Depois, é o problema da gestão de segredos: é pacífico passar um tête-a-tête inteiro de telemóvel em punho a tirar notas sobre a refeição como se fôssemos dois pós-adolescentes que comunicam entre si exclusivamente via WhatsApp; mas é muito mais suspeito ter um jantar de amigos desde que arranjámos uma vida dupla – como ninguém sabe que à noite nos transformamos em perigosos lobisomens da restauração, é preciso tirar notas discretamente, provar os pratos dos outros inconvenientemente e impor restaurantes despudoradamente.

 

11218893_576811562460912_8621799914487488379_n.jpg

Foi isso que aconteceu quando nos lembrámos de ir ao novo Gulli, que abriu há poucas semanas no Mercado da Vila, em Cascais.

- Mas ir agora para Cascais?!

- Fazer 30 quilómetros de auto-estrada para ir jantar fora?!

É isso! Só bocas desagradáveis. E foi neste ambiente hostil que chegámos a Cascais.

1075856_528725360578056_712508530_n.jpg

O ambiente

O Gulli era um simpático restaurante italiano, com uma vista extraordinária para a baía de Cascais, no Hotel Villa Albatroz. Tinha aquela que era uma das melhores esplanadas da zona. Agora está num espaço remodelado dentro do Mercado da Vila, em Cascais. A sala é em tons de verde (podia ser pior...) e tem uns sofás estampados com umas folhas de palmeira (aqui era difícil ser pior...). Tirando estes dois detalhes – e o facto de ter uma acústica que transforma dez mesas a falar aos gritos num concerto dos Iron Maden –, não está nada mal: as paredes são em madeira escura, os candeeiros são cinzentos e existe uma espécie de uma horta vertical na parede do fundo.

11259613_576812109127524_445685021670004642_n.jpg

Do lado de fora, há uma esplanada que dá para as bancas de legumes do mercado. O problema é que só há mercado de legumes à quarta e sábado, à hora do almoço. Em todos os outros dias, se não houver eventos no mercado, vai jantar à frente de um enorme espaço vazio.

10256171_710396335744290_6488377817717407742_n-có

A ementa

Quando se senta, trazem-lhe uma óptima focaccia, leve, fofinha e húmida ao ponto de se sentir bem o azeite no pão. Estava tão boa que desapareceu em poucos segundos. É claro que pedimos um reforço, mas rapidamente percebemos que não ia ser fácil. Esperámos. Voltámos a pedir. Esperámos. E desistimos. Antes já tínhamos desistido também de pedir uma imperial: tinha ficado por trazer. O que vale é que entretanto chegou o vinho branco e as...

10292236_557325937717998_1332290040307016965_n.jpg

...entradas

Mais um momento de imposição misteriosa. Os nossos queridos amigos misteriosos queriam pedir uma entrada para cada um, eu queria dividir tudo – para poder provar TUDO. Eles resistiram, eu insisti. Eles desistiram, e eu fiz uma triste figura. São as figuras a que tem de se sujeitar um pobre crítico mistério.

Para a mesa veio uma deliciosa caprese in famiglia (€9,80) que é uma originalíssima forma de apresentar a salada caprese. Num copo vêm uns tomatinhos cherry hiper-deliciosos temperados com um óptimo molho pesto e noutro copo chegam uns cubos de mozarela temperada com o mesmo molho. Assim pode comer separado ou juntar os dois em cima de umas fantásticas tostas grelhadas com azeite e alho. Foi claramente o melhor da noite.

11214323_576811335794268_1000791032619287835_n.jpg

Ao mesmo tempo, foi servida uma boa tempura de camarão tigre selvagem com lima e molho tártaro (€9,80) e uma óptima trilogia del mare (€12,90) que são três petiscos: um tártaro de atum e maçã verde muitíssimo fresco; um óptimo maki de bacalhau e camarão selvagem feito com uma massa estaladiça e que vem por cima de um molho pesto; e uma mousse razoável de salmão, gengibre e estragão. Para terminar este pequeno banquete de entradas, veio o market fashion (€9,80) que podia perfeitamente ser servido como um prato principal: é mais uma trilogia feita de uma bruschetta agridoce com queijo chèvre quente por cima, um óptimo gaspacho com um ravioli crocante e um coração de alcachofra (que infelizmente parecia de lata) feito à Parmigiana. Tirando o detalhe da alcachofra, estava tudo fantástico.

10672314_617894188327839_5877849033199210650_n.jpg

Os pratos principais

Até aqui, a comida estava óptima e o serviço estava razoável. Mas isso foi até aqui. Com os pratos principais, começou o caos. Primeiro chegou a pizza prosciutto (€8,50) que, no fundo, é feita com fiambre. Cinco minutos depois, caíram na mesa mais dois pratos e o último só chegou dez longos minutos a seguir, quando a pizza já ia para lá de metade.

Quase todas as massas têm duas características muito vincadas: são em quantidades que dão à vontade para dividir por dois e têm um excesso de natas que as torna ligeiramente enjoativas. De resto, têm bons ingredientes. A minha massa era um tortelli fresco, e muitíssimo bem cozido, recheado com abóbora e foie gras (€13,90). O problema é o molho, demasiado enjoativo, feito com rúcula, Parmigiano Reggiano, requeijão de cabra, mel, redução balsâmica de framboesa e ainda trufa branca. São ingredientes a mais para um único molho. Bons ingredientes, mas ingredientes a mais.

Ela, coitada, teve a sorte de receber o último prato a chegar à mesa. Era um tortellacci di noci (€12,90) que é uma massa fresca mais alta do que o tortelli e que vem recheada com nozes, Parmigiano Reggiano e requeijão de Serpa. O molho era de salmão fumado, vodka e estragão. Ela gostou mas também não conseguiu acabar (coisa rara na minha querida Mulher Mistério).

1006074_528727060577886_1391752475_n.jpg

As sobremesas

Mais uma etapa, mais um despiste do serviço. Desta vez, decidimos dividir um affogato cioccolato (€4,50), que é um gelado de chocolate mergulhado num copo de café e whisky, e um gelado de Gin Mare com basílico e toranja tónica (€6,90). Infelizmente, acabámos por dividir só o affogato, que não estava nada mal. O gelado de Gin Mare chegou à mesa mais de dez minutos depois do seu companheiro de pedido, quando nós já tínhamos acabado de jantar. A empregada pediu desculpa e ofereceu a sobremesa. Mas eu já só pensava no café.

11219375_576810462461022_1293771068098682724_n.jpg

O serviço

Se o serviço durante o jantar foi caótico, a chegada foi um oráculo. Tínhamos reserva. Ficámos à entrada, à espera que alguém fosse ter connosco. Esperámos... e vimos uma empregada passar por nós... esperámos... e vimos outra empregada passar por nós... esperámos... e desistimos de esperar. Chamámos uma das empregadas que tinham passado por nós:

- Desculpe, nós temos uma reserva para agora.

- Ah! As reservas são com a minha colega. É aquela que está lá dentro com uma camisa azul...

- Mas... será que a pode chamar ou quer que vá eu lá dentro falar com ela?

- Deixe estar, eu vou...

- Muito obrigado pela disponibilidade.

A senhora da camisa azul chegou ao fim de 12 longos minutos de espera. (Ah, esqueci-me de dizer: a esta hora o restaurante ainda estava praticamente vazio).

- Boa noite, está à espera de mesa? Podia ter-me mandado chamar...

Depois desta simpática forma de dizer que a culpa pela espera tinha sido minha, achei por bem não responder. A minha única saída foi a resignação.

11114774_576810325794369_9133729747518195970_n.jpg

As crianças

De dia, o espaço é óptimo para os miúdos. À noite, é sobretudo frequentado por grupos de amigos pré-quarentões. A ementa não tem um menu infantil, mas tem várias pizzas a partir dos €6,90.

 

O bom

A esplanada em dias de mercado

O mau

O serviço

O óptimo

As entradas

 

Um óptimo fim-de-semana para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: gulli; mercado da vila

 

1 comentário

Comentar post