Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o brunch de ano novo do casal mistério

brunch.jpg

Que melhor maneira pode haver de começar o ano do que com um maravilhoso brunch em família? Cá em casa, temos dois dias sagrados para o brunch: o dia de Natal, quando abrimos os presentes só pais e filhos; e o dia de Ano Novo, quando acordamos todos tarde e nos juntamos à mesa para fazer um balanço do ano (basicamente um balanço de receitas e restaurantes, que é o que mais se fala nesta casa).

Para hoje, preparei o tradicional brunch de ano novo e tenho sugestões para todos os gostos.  

 

O abacate 

É uma das grande obsessões do nosso Mini-Misterioso com pretensões a chef. Todos os brunches, é ele que faz questão de preparar um fabuloso creme de abacate. Esmaga o abacate maduro e mistura-o com tomatinhos cherry cortados em quatro. Depois tempera com um fio de azeite, vinagre balsâmico, flor de sal e pimenta rosa em grão. Por cima de uma torrada de pão alentejano, é delicioso.

 

Os ovos 

19301311_QR1YK.jpeg

Os nossos preferidos são os ovos quentes. Cozidos em água a ferver durante dois minutos e meio a três minutos no máximo, ficam com a clara consistente e com a gema líquida. Depois colocamos os ovos em pé num copinho, fazemos uma pequena abertura no topo, comemos a parte de cima da clara e vamos molhando palitos de torrada com manteiga na gema. Este ano, preparei também umas pontas de espargos cozidas para molhar na gema. Fica uma delícia!

 

A pasta de requeijão 

Mais uma receita facílima: um requeijão de Seia inteiro, esmagado com um garfo, e misturado com um iogurte natural inteiro. Depois pica uma mão cheia de cebolinho e mistura à pasta, juntamente com flor de sal e pimenta preta moída no momento. Com umas tostas fininhas de pão alentejano, fica óptimo.

 

O carpaccio 

Isto é o mais fácil de tudo. Compra o carpaccio já fatiado no El Corte Inglés e salpica com molho pesto, parmesão lascado e pinhões tostados. Tempera com umas pedras de flor de sal e já está. Para acompanhar, às vezes sirvo um óptimo queijo creme com trufas que compro no Lidl. Tudo isto pode ser mais caseiro: o lombo de vaca comprado inteiro e fatiado em casa e o queijo creme misturado com trufas (ou azeite de trufas) também em casa.

 

Os crepes blinis 

crepesedit.jpg

A minha querida Mulher Mistério não dispensa. Temos sempre crepes blinis na véspera e no brunch de Ano Novo. Além de fáceis de preparar, ficam bem a qualquer hora. Basicamente, são crepes quentes por baixo, espuma de natas frias por cima e caviar no topo. Veja a receita completa aqui.

 

O salmão fumado 

Compramos sempre salmão fumado selvagem e, de facto, é delicioso. Com umas gotas de lima por cima, fica fantástico.

 

A manteiga 

Os meus queridos Filhos Mistério são viciados em manteiga de Azeitão. E eu também. E a minha Mulher Mistério também. E praticamente toda a Humanidade também. Aquele sabor entre a manteiga e o queijo é único. Uma manteiga acaba sempre antes do final do brunch.

 

O húmus de beterraba 

beterraba2.jpg

É mais uma especialidade Mistério. Em vez de grão, leva iogurte Skyr, beterraba cozida e sumo de lima espremido no momento. A receita original leva ainda alho picado sem o germe, mas quando o faço para o brunch retiro o alho para não ficar com o sabor tão forte. Pode ver o vídeo da receita aqui.

 

A marmelada 

Não podendo recomendar a marmelada da minha querida Mãe Mistério, costumo comprar a marmelada da Quinta Côro. É a receita do convento de Odivelas e não leva corantes nem conservantes.

 

Os frutos silvestres 

Para acabar, costumamos ter sempre framboesas, mirtilos e amoras que servimos com mascarpone batido na batedeira com um bocadinho de açúcar. Depois espalhamos mais um pouco de açúcar por cima e caramelizamos com o maçarico. É um sucesso!

Agora, confesse lá: com um brunch destes no dia 1 de Janeiro, não há maneira de não ter um grande ano pela frente, pois não?

 

Um óptimo 2018 para si onde quer que o seu brunch esteja,

Ele

 

fotos: casal mistério; the clever carrot; bárbara tomaz / me at the kitchen