Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o gin mais caro (e mais surreal) do ano

– Boa noite.

– Boa noite, eu vou querer um gin. Tem meias doses?

– Ha, ha... como nós costumamos dizer, nesta área meias só nos pés.

Bem-vindo ao Hotel Grande Real Villa Itália, em Cascais. Tal como o nome pomposo indica, estamos perante um hotel de luxo, com uma piscina fantástica e uma vista deslumbrante para o mar. O terraço tem serviço de bar e a carta de gins é prometedora com uma oferta de águas tónicas que vai da Fever Tree Premium Indian à 1724. A própria ementa sugere as melhores combinações entre as marcas de gin e as marcas de tónica. E propõe uma requintada selecção de botânicos para cada gin. Tudo aqui é do mais profissional e exclusivo que existe. Até que...

Belvedere-Ristorante-Grande-Real-Villa-Italia-Hote

 

...Até que temos o primeiro contacto com a realidade: o serviço de 5 estrelas do hotel. 

– Então vou querer um gin Ish com zimbro, laranja e limão, se faz favor.

– Com certeza.

– E, para acompanhar, traz-me umas amêndoas, por favor?

– Amêndoas não temos.

– E cajús?

– Também não.

– E batatas fritas?

– Também não. Só temos uma mistura de aperitivos (o que pode ser traduzido para uma mistura com meia dúzia de amendoins, muito milho frito e umas favas secas daquelas que se vendem nos sacos gigantes de aperitivos do Lidl).

Nesta altura, a minha querida e prezada Mulher Mistério já revirava os olhos perante os faustosos 16 euros que se apresentavam na ementa, ao lado do gin, sem qualquer tipo de pudor. De facto, por esse preço conseguia quase comprar dois gins em alguns bons bares de Lisboa. Mas, no Grande Real Villa Itália, é preciso ter em conta que pagamos a varanda espectacular, a vista maravilhosa para o mar, o sentido de humor apurado do empregado (capaz de fazer trocadilhos inovadores com meias) e a água tónica Fever Tree Indian que se anunciava na ementa.

Perante tudo isto, recostei-me na cadeira e comecei a mentalizar-me. Ao longo dos 15 minutos de espera, tive tempo para me mentalizar e para reflectir um pouco sobre o futuro da Humanidade. Até que...

20160917_200350_Richtone(HDR) (1).jpg

...Até que vi o empregado aproximar-se com o meu gin e uma garrafa de Schweppes original – que é como quem diz aquela Schweppes amarela que é vendida a 69 cêntimos nos hipermercados. Pensei que pudesse haver algum engano ou que o empregado fosse dar alguma explicação. Mas não. Aproximou-se, serviu o gin, serviu a água tónica e preparava-se para sair, quando eu me enchi de coragem e perguntei:

– Peço desculpa, mas o gin Ish não é servido com Fever Tree?

– Ah, sim, mas infelizmente não temos mais Fever Tree.

– E 1724, tem?

– Não, não temos águas tónicas premium.

– Mas, na ementa, diz que é servido com tónica premium, não é?

– É, mas hoje o que temos é só Schweppes normal.

– Mas o preço é o mesmo?

– É, sim. Mas olhe que esta Schweppes é uma óptima tónica.

Belvedere-Ristorante-Grande-Real-Villa-Italia-Hote

Antes de mais, agradeço a competente defesa que o empregado de mesa fez da Schweppes, mas seria bom ter em conta que, no Continente, a água tónica Schweppes normal custa €2,79 o litro, enquanto um litro de Fever Tree sai por €8,36. É só qualquer coisa como o triplo do preço. 

Por isso, mesmo que o Grande Real Villa Itália considere a tónica Schweppes normal uma maravilha da natureza não lhe ficaria mal duas coisas: primeiro avisar os clientes quando não há Fever Tree, em vez de deixar estes descobrirem por si só que lhes estão a servir uma tónica de uma gama mais baixa; depois fazer um pequeno ajuste ao preço do gin cada vez que decidem servir alguma coisa mais barata do que aquilo que está na ementa. 

 

Um óptimo gin para si onde quer que a Fever Tree esteja,

Ele

 

fotos: grande real villa itália; casal mistério

 

Nota: Todas as despesas das visitas efetuadas pelo Casal Mistério a restaurantes, bares e hotéis são 100% suportadas pelo próprio Casal Mistério. Só assim é possível fazer uma crítica absolutamente isenta e imparcial.

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2