Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o petisco ideal para nos esquecermos de que começámos mais uma semana de trabalho: chifles de banana verde

Bananófilos deste Mundo, uni-vos porque tenho uma comunicação importante a fazer. É segunda-feira e é preciso animar esses espíritos urbano-depressivos de quem começa mais uma semana de trabalho. Por isso, aqui vai. Há uma solução para as bananas verdes. Tal como qualquer outro ser deste nosso estranho planeta, as bananas verdes têm direito a existir – e a serem comidas com prazer. Acabou a discriminação. Acabaram aqueles longos e intermináveis dias, abandonadas e tristes, em cima do balcão da cozinha, à espera que o amarelo (essa cor deplorável) tome conta da sua casca, para que nós, humanos insensíveis, nos dignemos tocar-lhes. Agora acabou. Acabou. ACABOU!

Depois de ter percebido que ultimamente só conseguia encontrar bananas verdes à venda, fui à procura das melhores receitas para elas. E graças a Bananeus, o recém-criado deus grego das bananas, descobri estes divinais chifles de banana verde, uma criação do site Laylita's Recipes.

Chifles.jpg

 

Ingredientes

  • Bananas verdes
  • Óleo de girassol
  • Sal
  • 3 dentes de alho

 

Os chifles são um petisco típico do Peru e do Equador. E não têm nada a ver com chips de banana. Pela simples razão de que, no caso dos chifles, as bananas são verdes e, por isso, muito menos doces e muito mais suaves. Não há aquelas notas florais de cravo-da-Índia, baunilha, mel e rum (confesso, li isto num livro, ainda não me transformei no primeiro escanção de bananas do mundo).

O que para aqui interessa é que é um óptimo petisco. E muitíssimo fácil de fazer. Coloque óleo de girassol no lume e aqueça bem (até aos 200º C) com os dentes de alho lá dentro para darem sabor. Enquanto isso, descasque as bananas e corte-as em fatias muito fininhas longitudinais. Coloque as fatias de banana no óleo de forma a ficarem totalmente submersas e não ponha muitas de cada vez: as fatias não podem ficar coladas umas às outras. Deixe fritar até estarem douradas. Retire-as do óleo, deixe-as secar numa ou duas folhas de rolo de cozinha e tempere-as com sal.

Vai ver a maravilha crocante que virá dali.

 

Uma boa semana para si onde quer que as bananas estejam,

Ele

 

receita e foto: laylita's recipes