Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o resort de luxo onde george clooney passou a lua-de-mel é capaz de ser o hotel mais espectacular do mundo

Minha querida Mulher Mistério,

Conheço bem essa tua incontrolável dependência que te leva a gritar durante o sono o nome de George Clooney com a mesma intensidade com que o Jerónimo de Sousa grita diariamente o nome do Grande Capital. És provavelmente a primeira clooneyólica compulsiva diagnosticada pela comunidade científica. E, estando eu cientificamente impossibilitado de me transformar num George Clooney de um dia para o outro (nunca consegui clonar aquela pequena saliência que ele tem no dedo mindinho do pé esquerdo...), resolvi trazer-te o relato mais detalhado possível do dia-a-dia dele durante a lua-de-mel.

 

Bom, não tão detalhado como pudesses querer, mas suficientemente detalhado para perceberes que também não é isso tudo.

Depois de muita investigação, o jornal Telegraph chegou à conclusão de que ele (para ti, ela é insignificante em tudo isto) esteve nas ilhas Seychelles, naquele que é considerado o resort mais exclusivo do mundo – está visto que o menino não podia fazer a coisa por menos... Foi neste resort, na North Island, que o príncipe William também passou a sua lua-de-mel.

E porquê as Seychelles? Porque, depois da viagem do príncipe britânico, o país decidu perseguir os paparazzi e todos aqueles que os possam ajudar. Hoje em dia, dar boleia de barco a um paparazzo para fotografar alguém, é considerado um crime contra um cidadão do país. Durante a visita de William e Kate, o Governo colocou mesmo um navio da polícia marítima a patrulhar a costa para evitar a aproximação de qualquer barco com fotógrafos.

Mas não é só por isso que o George Clooney escolheu este resort gerido pela sul-africana Wilderness Safari. Além de ser um resort ecológico, onde foi preservada a fauna e flora originais, toda a ilha é privada e, se um hóspede quiser estar sozinho com a sua mulher, pode mesmo alugar uma praia só para si.

Mas, minha querida Mulher Mistério, o que me magoa mais o coração é o facto de os restaurantes do hotel não terem ementa. Cada hóspede diz o que lhe apetece comer e o chef faz. As especialidades são os peixes apanhados no próprio dia.

O hotel tem apenas 11 enormes villas, cada uma com a sua piscina privada. Mas é claro que isto não lhe chegou. O teu idolozinho teve de pedir a villa número 11, que está afastada de todas as outras e é um pouco maior. Cada noite nesta villa custa 4 mil euros, mas tem tudo incluído, excepto os vinhos vintage, que ele é bem capaz de ter pedido.

Captura de ecrã 2014-10-6, às 22.56.49.png

Captura de ecrã 2014-10-6, às 22.56.18.png

Como se isto não bastasse, a ilha tem um micro-clima onde raramente chove e quase nunca faz vento. O mau tempo é atraído pela montanha da ilha Silhouette, mesmo ali ao lado. Na North Island, pode-se fazer mergulho ou velejar à vontade.

northisland05_3062131c.jpg

No fim da viagem, quando quiser voltar ao aeroporto, só tem de se meter no helicóptero disponibilizado pelo hotel por mais 1.500 euros por casal. Os 15 dias de lua-de-mel que Clooney marcou custam cerca de 60 mil euros. O que, comparado com os mais de 6,3 milhões que terá pago pela sua festa de casamento em Veneza, não é assim tanto, pois não?

Agora é só escolheres a data em que queres partir. Eu já marquei a plástica que me transformará no Clooney de Massamá.

 

Um abraço para o novo casal Clooney onde quer que ele esteja,

Ele

5 comentários

Comentar post