Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o restaurante com o melhor cheesecake do planeta fica no porto (é só uma dica para acabar com as dúvidas da sara carbonero)

10405518_1590497331177848_6790377982029266666_n.jpQuerida Sara Carbonero, chica,

Espero que não leves a mal este tratamento tão íntimo, mas depois de conferenciar com os meus filhos e conseguida a devida autorização da minha querida Mulher Mistério, consegui permissão para estas intimidades. Sei que estás mais habituada a sombreros (espera, isso é no México), sevilhanas e homens com patilhas até ao queixo. Infelizmente, não temos isso por cá (talvez com excepção do Samuel Úria). Mas, em compensação, temos a melhor sobremesa que a Humanidade já produziu. E sabes onde é que ela está? Num magnífico restaurante numa das ruas mais animadas do Porto.

Eu sei que tu estavas muito contrariada em mudares-te para o Porto. Mas espera até conheceres a Cantina 32 e depois falamos – ou hablamos, como preferires.

 

 

254367.jpg

A ementa

É capaz de ser ligeiramente indelicado começar pelo fim, por isso vamos aos preliminares. Mal te sentares aqui à mesa com o teu Iker e com o líder dos Superdragões, vais gelar. Não por causa dessa honra ibérica que é estares frente a frente com alguém que ostenta com orgulho o petit-nom O Macaco (por favor, não te esqueças do artigo definido que ele pode ofender-se e, acredita, tu não vais querer vê-lo ofendido), mas por causa do...

1017513_1560554690838779_4809512770270757003_n.jpg

...Couvert

Ao lado de um simpático pão rústico ligeiramente mais agradável do que aquelas baguettes com que vocês fazem os bocadillos, vem um azeite aromatizado com alecrim e uns tremoções do tamanho de moedas de dois euros que davam um jeitão à economia grega. No entanto, o melhor de tudo é a manteiga de banana feita com banana caramelizada e flor de sal. Posso dizer-te que é uma das melhores manteigas que já provei: além de ter uma consistência suave, tem um sabor doce delicado cortado por uns salpicos de flor de sal. É absolutamente viciante e só custa €1,80 por pessoa, juntamente com o resto do couvert.

10517510_1558850297675885_333267153369622114_n.jpg

Os petiscos

Este é o restaurante ideal para te introduzires no mundo dos petiscos. Enquanto vocês têm as tapas, servidas em cima de grossas fatias de pão, nós temos os petiscos que podes partilhar com os amigos à mesa (neste caso, partilhas com O Macaco – vais ver que vai ser divertido). 

Tens de pedir obrigatoriamente o salmão curado (€8,50). É feito com salmão fresco curado em várias mostardas. Depois acompanha com uma maionese de chalota ao lado, uns gomos de laranja e um ovo cozido inteiro que podes ralar por cima, no momento, com um mini-ralador que te dão para a mão (por favor, mantém o ralador longe do Macaco porque ele não se dá muito bem com objectos cortantes). O prato é óptimo e fresquíssimo para estes dias de calor.

10393569_1559431724284409_5310219485793850589_n.jp

Quando lá fomos, nós pedimos também um bom carpaccio (€9,50) com um molho espesso de trufas e umas raspas de foie gras que estava muito agradável, mas que tu já devias encontrar com facilidade em Madrid. E uns ovos de codorniz panados (€5) que são cozidos primeiro e depois panados com presunto. Para mim estavam um pouco cozidos demais: eu gosto dos ovos com a gema meio cremosa. Ela, no entanto, que faz mais o teu género, adorou. Vêm acompanhados com um molho agridoce.

Ah, já me esquecia: começámos toda esta refeição com uns chips de mandioca deliciosos (€2,50). O único problema é que vinham frios, mas estavam fininhos, super-estaladiços e sem ponta de gordura, algo que é raro em Espanha, não é verdade? 

E antes de passarmos para a incomparável sobremesa – a tal do gostinho especial... – deixa-me só alertar-te para a desilusão da noite: o tataki de atum com sésamo tostado e soja (€9,50). É verdade! Quando tudo fazia prever um naco de atum suculento e encarnado por dentro, chegou-nos um pedaço cozinhado demais e seco. Enfim, o Iker também dá um franguito de vez em quando... Tudo se perdoa a um talento genial.

10474444_1558497801044468_3434004137551974987_n.jp

As sobremesas

E o que faz do chef do Cantina 32 um génio é o cheesecake de banana caramelizada e chocolate (€3,50). Como já percebeste, este restaurante é o Verão Azul dos bananófilos. Senti-me o Piranha a assobiar feliz e sozinho quando me serviram este cheesecake que leva banana caramelizada no fundo, iogurte grego no meio e bolacha Oreo ralada por cima. Tudo isto vem servido dentro de um vaso com um raminho de tomilho no topo, como se fosse um manjerico prestes a nascer, com bolacha em vez de terra. É soberbo! Tanto no sabor como na aparência. O crocante da banana caramelizada com a suavidade do iogurte, o queijo e a bolacha ralada por cima é de nos deixar a gritar !Por Dios! (peço desculpa, mas o meu teclado não dá para fazer o ponto de exclamação ao contrário).

10261993_1653331784894402_7251860027350257846_n.jp

E como cá não temos essas manias das dietas radicais dos jogadores de futebol (basta olhar para o rabo do Miguel Veloso para perceberes isso...), ainda podes pedir um bolo de bolacha para o Iker. É vendido ao centímetro (€1 por centímetro), numa travessa com uma régua na borda, e é feito com um nogat de amêndoa irresistível. 

10615415_1571978459696402_6078329174907069063_n.jp

O ambiente

Se te preocupas com a decoração, também vais adorar o Cantina 32. Fica num antigo armazém recuperado, mas que manteve alguns detalhes: o chão de cimento é original e as paredes são de betão afagado. À entrada tens um quadro com a D. Antónia (a fundadora da Casa Ferreirinha) de bigode e dois cadeirões antigos onde podes esperar uns minutos pela tua mesa (se bem que estrelas de futebol não costumam esperar por mesa).

11026073_1658304677730446_5705028361748512793_o.jp

A porta para as casas-de-banho é uma porta de elevador antiga e à nossa frente estavam vários candeeiros que pareciam um circuito eléctrico.

10646630_1588695898024658_5710543297070620711_n.jp

10860838_1634439296783651_9188598714950753497_o.jp

O serviço

Os empregados são muito simpáticos e divertidos, por isso é possível que façam alguma graça com o facto de teres torcido o nariz por ir morar para o Porto. O serviço é rápido e eficiente. Ao longo de toda a refeição, só teve uma falha: trouxe os petiscos todos ao mesmo tempo, o que fez com que acabássemos com os pratos encavalitados uns nos outros e a comer os quentes antes dos frios.

10446255_1658304341063813_5403249434425003010_o.jp

As crianças

Este é um sítio com movida, por isso não tragas para aqui o Martín à noite que não está com nada. Além disso, não há menú infantil. Só há umas "sanduíches e coisas do género".

Agora confessa lá – só para nós os dois que ninguém nos ouve: onde é que, em Madrid, comes desta maneira por este preço? Precio! Adición! Cuenta! Comprendes?!

 

Un beso para ti onde quer que estejas,

Ele

 

fotos: cantina 32

PS: Se quiseres mais sugestões para comeres bem no Porto, vê aqui:

7 comentários

Comentar post