Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o segredo para requentar o arroz da véspera da forma mais deliciosa

shutterstock_125346914.jpg

Pois então aqui estamos nós com mais um inigualável exemplo de serviço público (RTP, o que é que tu andas a fazer?). Não, não vamos relançar o TV Rural nem o 70x7. Vamos muito mais além. Vamos esclarecer os senhores telespectadores (neste caso é mais blogoespectadores) no que concerne à melhor forma de reaquecer o arroz da véspera. 

Eu sei, está petrificado, não é? Calculei. Poucos casais deste país estão desta forma implantados dentro das cabeças dos senhores blogoespectadores para adivinharem qual é a maior dúvida de todas as famílias. Poucos casais conhecem as angústias e as necessidades de quem está aí desse lado. Poucos casais adivinham que o seu maior desejo é descobrir uma maneira decente e saborosa de requentar o arroz da véspera. Mas é por isso que nós estamos aqui: para transformar um prato requentado numa refeição deliciosa.

Estas dicas são do cada vez mais indispensável The Kitchn e são a melhor maneira de acabar com aquele arroz empapado da véspera. Aquele arroz que se grudou em intragáveis blocos brancos. Aquele arroz que ninguém consegue comer.

 

how-to-make-basmati-rice9.jpg

1. A maneira mais rápida

Já todos sabemos que rapidez é sinónimo de microondas. Mas não basta colocar o arroz dentro de um prato e carregar no "start". Há uma ciência por trás deste processo que parece simples. Primeiro, junte duas ou três colheres de sopa de água ao arroz para não o deixar secar (se preferir, pode substituir por caldo de carne ou de legumes para dar mais sabor). Depois desfaça com um garfo aqueles blocos peganhentos de arroz que se criaram no frigorífico. A seguir, tape o prato ou a taça que levar ao microondas com uma folha de papel de cozinha molhada, deixando o papel a tocar directamente no arroz para o humedecer. Finalmente, ligue o microondas no máximo até o arroz estar quente.

 

2. A maneira mais delicada

Não usa microondas? Não tem problema. Também há uma solução para si. Coloque o arroz numa panela pequena juntamente com as mesmas duas ou três colheres de sopa de água. Desfaça com um garfo os blocos peganhentos que se formaram. Tape bem a panela com a tampa e ligue o lume no mínimo para manter o vapor junto ao arroz. Vá mexendo de vez em quando. Sirva quando estiver quente.

 

3. A maneira mais saborosa

Nós somos absolutamente fanáticos de arroz de forno. Mas, mesmo quando estamos a falar de arroz requentado, pode aquecê-lo no forno. Não é a mesma coisa, mas também é bom. Coloque o arroz num pirex com duas ou três colheres de sopa de água (ou de algum caldo). Desfaça os blocos peganhentos com um garfo. Espalhe bem o arroz e tape-o com papel de alumínio. Ponha-o no forno pré-aquecido a 150º C durante 20 minutos. E já está.

Moral da história: o segredo é sempre o mesmo: junte um pouco de água para o arroz não secar.

 

Bons pratos requentados para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: the kitchn

 

5 comentários

Comentar post