Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os 5 melhores bolos de 2016

Chegou o momento mais solene do ano: o balanço de 2016. Antes que o Expresso publique as suas 32 páginas broadsheet com o balanço do ano sector a sector, da pecuária à energia geotérmica, nós falamos ao coração dos portugueses. Melhor, falamos directamente ao estômago. Este é o balanço da balança de 2016: são os 5 mais deliciosos, deslumbrantes e calóricos bolos que provámos este ano. 

Mas primeiro vamos aos critérios. De fora, deixámos os vencedores de 2015 (e que pode ver aqui) porque não somos adeptos de muitas repetições. Depois, recorremos ao mais rigoroso e exigente painel de jurados existente neste país: os nossos filhos. Eu e a minha querida e ilustre Mulher Mistério fizemos uma primeira selecção de finalistas. E os mini-misteriosos tiraram as teimas.

Agora, vá lá buscar o babete, porque isto promete.

 

1º Bolo de Bolacha com Espuma de Leite Condensado e Ovos Moles de Aveiro

Canastra do Fidalgo - Bolo de Bolacha.jpg

Quase bastava escrever o título para conquistar o prémio de melhor bolo do ano. Este divinal bolo de bolacha é feito com camadas de Bolacha Maria mergulhadas em café e alternadas com inigualáveis camadas de uma levíssima espuma de leite condensado e outra suave espuma de café. No final, o topo é salpicado com bolachas crocantes esmagadas e com um fio de ovos moles de Aveiro.

Acho que não vale a pena dizer mais nada, pois não? Apenas que este Rolls Royce da doçaria nacional é uma criação do restaurante Canastra do Fidalgo, na Costa Nova, em Ílhavo (conheça aqui), e que a receita completa está nessa verdadeira pérola da literatura internacional que é o primeiro livro do Casal Mistério. É verdade: com um livro nosso na mão pode ter um bolo destes na goela.

 

2º Cheesecake de Banana Caramelizada com Bolachas Oreo

Cantina 32 - Cheesecake.jpg

Esqueça tudo o que já viu e provou na cheesecakeria mundial. Este bolo, do restaurante Cantina 32, no Porto, é uma verdadeira revolução doceira. Primeiro, porque é servido dentro de um vaso, como se fosse uma planta. Depois porque leva uma camada de banana caramelizada no fundo, um recheio de iogurte grego e queijo Phialdelphia no meio e uma cobertura de bolachas Oreo em pó por cima. 

Esta combinação de sabores é fenomenal, mas o melhor de tudo é mesmo a conjugação das diferentes texturas: o crocante da banana, a suavidade do iogurte e o toque aveludado das bolachas Oreo. Eu não disse que ia precisar de um babete?...

A primeira vez que provámos esta maravilha foi em 2015 (veja aqui), mas só este ano é que levámos lá os distintos jurados, mais conhecidos por Filhos Mistério. Se quiser ver a receita deste bolo divinal, onde é que há-de ir? Ao livro do Casal Mistério, pois claro!

 

3º Éclair de Caramelo e Flor de Sal de Guérande

Duarte Lebre de Freitas_LEclair.jpg

Se quer manter a linha, esta é a sua última hipótese de desertar: desligue já o computador e pegue num livro do tempo em que o Manuel Luís Goucha ainda tinha bigode. Se quer mesmo desgraçar-se, então prepare-se para comer um dos melhores éclaires do planeta. Esta maravilha tem uma massa consistente por fora e levíssima por dentro, ligeiramente doce e muitíssimo crocante. E depois leva esta fabulosa espuma de caramelo salgado e chocolate por cima. E para terminar uns pequeníssimos cubos de caramelo salpicados por todo o éclair.

A obra de arte é da autoria da L'Éclair, uma das melhores pastelarias de Lisboa, onde prova divinais éclaires doces e salgados (dê uma espreitadela aqui). Prefere fazer estes éclaires em casa? Também se arranja. Sabe onde é que encontra a receita? Exactamente, no novo livro do Casal Mistério.

 

4º Bolo de Chocolate da Sandra Picante 

19642868_PEKTH.jpeg

Primeiro, o esclarecimento: picante é o bolo, não a Sandra. A Sandra é a autora desta preciosidade que é a perdição de todos os chocólatras deste mundo e que nós descobrimos no fantástico restaurante Casa de Pasto da Palmeira, no Porto (que pode conhecer aqui). 

O bolo é consistente e servido gelado. Além disso, não é muito doce e traz duas finíssimas camadas de merengue caseiro. Mas o que o torna neste portento da Natureza é a malagueta que se começa a notar com maior intensidade à medida que vai mastigando. A acompanhar, vêm ainda umas natas batidas sem açúcar que ajudam a suavizar os sabores. A combinação do chocolate forte com o picante é divinal e a textura do bolo gelado torna tudo isto qualquer coisa de outra galáxia.

Os mini-misteriosos ficaram fãs de malagueta depois de terem provado esta delícia – e até eu lhes ter servido um caril indiano na semana passada.

 

5º Éclair de Chocolate Crocante Recheado com Chantilly

O Doce do Porto 2.jpg

Eu sei, temos dois éclaires na lista dos cinco melhores bolos, mas esta eleição quase se transformou num combate de boxe protagonizado pelos ilustres mini-misteriosos que fazem a delicadeza de dividir o tecto connosco. Dois preferiram o éclair da L'Éclair e outros dois este maravilhoso representante da Leitaria da Quinta do Paço, que nasceu no Porto e já cresceu para Lisboa e Matosinhos. E aqui tivemos de ser nós os dois a desempatar: o da L'Éclair ficou em terceiro, mas o da Leitaria teve de entrar em quinto lugar.

O melhor destes éclaires é o maravilhoso chantilly, preparado artesanalmente, há quase 100 anos, na fábrica, na Baixa do Porto: é fresco, não muito doce e ultraleve. E é um aperitivo perfeito para a cobertura: uma camada crocante e deliciosa de chocolate. Pode comprar estas delícias na Leitaria da Quinta do Paço (conheça aqui) ou fazê-lo em casa. A receita está no livro do Casal Mistério, pois então.

Agora é só escolher qual destes dignos vencedores terá a honra de se refastelar à sua mesa de Natal. Nós teremos um exemplar de cada porque a Família Mistério é numerosa e o nosso estômago não tem limites.

 

Um óptimo Natal para si onde quer que os bolos estejam,

Ele

 

fotos: luís agostinho; luís américo; duarte lebre de freitas; casa de pasto da palmeira; jorge almeida