Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os 500 ovos biológicos e todos os outros detalhes do bolo de casamento de harry e meghan

nintchdbpict000407453643.jpg

Quinhentos ovos biológicos do condado de Suffolk, 200 limões da Costa Amalfitana, 20 kg de farinha, 20 kg de açúcar, 10 garrafas de bebida de flor de sabugueiro trazidas directamente da quinta da Rainha em Sandrigham. Foram estes os principais ingredientes usados pela chef Claire Ptak para fazer o bolo de casamento do Príncipe Harry com Meghan Markle.

O bolo de limão e flor de sabugueiro foi uma verdadeira revolução na tradição de servir sempre bolo de fruta em camadas nos casamentos da Família Real britânica. Ao contrário do habitual, o bolo de Harry e Meghan não foi servido em pirâmide. Foi dividido em três bolos de tamanhos distintos, colocados numa instalação em cima de uma mesa.

cake1.png

 

O bolo de limão e flor de sabugueiro foi feito em camadas de bolo de limão embebidas em xarope de flor de sabugueiro e intercaladas por um lemon curd feito com limões da Costa Amalfitana, em Itália. Ao longo dos últimos cinco dias, Ptak e uma equipa de seis cozinheiros estiveram a preparar todos os detalhes, no Palácio de Buckingham, em Londres.

f76c55b0c9d3059a729a281d67d85a0c.jpg

Ontem, as várias camadas de bolo foram levadas separadamente de Buckingham até ao Castelo de Windsor, onde foi celebrado o casamento. E só hoje de manhã Claire Ptak montou o bolo, intercalando as camadas com o lemon curd. Depois de prontos, os três bolos levaram uma cobertura de merengue suíço de buttercream também infusionado com flor de sabugueiro. Para decorar, foram espalhadas 150 flores naturais (rosas e peónias) por cima dos bolos. Mas mesmo antes de os 600 convidados começarem a chegar, para que as flores se mantivessem bem frescas.

Captura de ecrã 2018-05-19, às 16.27.55.png

A ideia dos noivos foi fazer um bolo diferente e original, com sabores frescos e típicos da primavera. Se quiser experimentar fazer uma adaptação em casa, pode sempre tentar seguir esta receita aqui.

nintchdbpict000407450219.jpg

Antes do bolo, os convidados tiveram um almoço em pé, onde foram servidos vários canapés:

  • Lagostins escoceses, enrolados em salmão fumado com crème fraïche cítrico
  • Espargos ingleses grelhados enrolados em fiambre do condado de Cúmbria
  • Panacotta de ervilhas com ovos de codorniz e lúcia-lima
  • Tártaro de tomate biológico e manjericão com pérolas de balsâmico
  • Galinha do campo escalfada com iogurte levemente picante e alperces assadas
  • Croquetes de confit de borrego de Windsor com legumes assados e compota de chalotas
  • Pontas de espargos quentes com mozzarella e tomatinhos semi-secos

 

Depois, vieram os pratos principais servidos em taças:

  • Fricassé de galinha do campo com cogumelos morel e alho francês
  • Risotto de ervilhas e menta com brotos de ervilha, azeite de trufas e chips de parmesão
  • Barriga de porco assada a baixa temperatura (10 horas) com compota de maçã

 

E para sobremesa chegaram mais canapés doces:

  • Macarons de pistácio e champanhe
  • Tarteletes de crème brûlée de laranja
  • Tarteletes com crumble de ruibarbo

 

Confesso que, depois de escrever tudo isto, já almoçava outra vez.

nintchdbpict000407465678.jpg

Um óptimo casamento para si onde quer que o bolo esteja,

Ele

 

fotos: d.r.

1 comentário

Comentar post