Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os ceviches são óptimos, as ostras deliciosas, as sobremesas divinais e o serviço magnífico! (uma pista: estamos a falar do porto)

abertura.jpg

– Adoro a música! Parece a do hotel do Rafael, de Jane the Virgin!

Tenho de confessar: o nível de cultura musical dos nossos queridos e prezados Filhos Mistério esgota-se nos primeiros acordes das bandas sonoras das novelas venezuelanas. E, por isso, não perderam muito tempo a analisar a música ambiente do novo restaurante do Porto. Saltaram directamente para a deliciosa lista de criativos ceviches, fantásticas sobremesas e fabulosas ostras do Panca.

Aqui tudo tem a ver com a América Latina: desde a música à comida, passando por...

 

26024003_967276936769764_5416649802926063870_o.jpg

...O ambiente

Há plantas nos candeeiros, há plantas nas prateleiras, até há plantas por baixo das mesas. Se eu tivesse levado umas penas na cabeça, achava que estava a jantar na Amazónia. Mas não: estava na novíssima cevicheria dos mesmos donos do Cafeína, do Portarossa e da Casa Vasco, que fica na Baixa do Porto.

19030747_977807979049993_5954819386016711677_n.jpg

A minha querida Mulher Mistério adorou o facto de as mesas serem em vidro e por baixo terem um vaso suspenso, com plantas lá dentro, e que se vê à transparência quando está a olhar para o seu prato. Já eu não adorei o facto de as minhas longas pernas de Cristiano Ronaldo fora de prazo não caberem sem me deixarem os joelhos esborrachados contra o vaso.

21768663_911462059017919_4811950467932715160_o.jpg

Mas uma coisa é verdade: o ambiente é fantástico. Além da música sul-americana e da animação que vem das mesas, há detalhes maravilhosos: as cadeiras são coloridas, as paredes são de pedra e até consegue encontrar cestos com legumes nas prateleiras.

23405847_939725706191554_6973674049577198080_o.jpg

A ementa 

Ambientados e aconchegados, partimos para aquilo que realmente nos mobiliza: a comida. Eu já tinha adorado os petiscos leves e saudáveis da Casa Vasco e preparava-me para adorar também os petiscos sul-americanos do Panca. Tirando a excentricidade de se tratar de uma cevicheria com picanha na lista, tudo o resto fez sentido.

1 (7).jpg

O couvert

Em vez do habitual pão e manteiga, no Panca trazem-lhe para a mesa pão e uns finíssimos e estaladiços nachos para molhar numa ótima tomatada, onde consegue sentir bem os saborosos pedaços de tomate misturados com um agradável aroma a alho. Para completar, vêm ainda umas azeitonas sem caroço misturadas com queijo desfeito (€2 por pessoa). 

22528592_926610524169739_1251645719525667133_o.jpg

Os petiscos

A minha querida Mulher Mistério mergulhou logo de cabeça numas fabulosas ostras on the rocks (€8,50). Apesar do sugestivo nome, não são servidas dentro de um copo de whisky. Vêm num prato, por cima de umas pedras de gelo, e levam, no topo da ostra, uma deliciosa espuma de creme de marisco e uns picles de pepino. Para completar, ainda está lá uma malagueta que as torna ligeiramente picantes.

Eu adoro ostras. Acho que é o mais puro marisco, quando é retirado directamente da água e servido cru, com aquele incomparável sabor a mar. E costumo fugir a 14 pés de qualquer mistura que dê cabo desse sabor. No entanto, as ostras do Panca conseguem ser criativas sem perderem o incomparável toque a mar. Além disso, vieram muitíssimo frescas e carnudas.

2 (2).jpg

A seguir pedimos um tártaro de atum (€9) que estava claramente noutro nível. Apesar de muito fresco, o peixe sabia mais a queijo do que a qualquer outra coisa. E porquê? Porque o tártaro vem servido em estilo Hot Philadelphia: por cima de um rolo de arroz frito recheado com queijo creme. O atum vem picadinho no topo. Os meus queridos Filhos Mistério, que idolatram Hot Philadelphia tal como os argentinos idolatram Maradona, ficaram radiantes com a combinação; eu achei enjoativo demais.

20664686_886192161544909_7954100918009103_n.jpg

Os ceviches

Numa cevicheria, tínhamos de pedir ceviches. E foram quase todos os que havia na ementa. Aqui vão eles, em crescendo de qualidade, numa avaliação ao estilo Marcelo Rebelo de Sousa versão tempos da TSF:

  • O de peixe branco (€11) trazia uma corvina fresquíssima e saborosa e milho chulpi, dos Andes, bem tostado e crocante, mas o abacate estava tão verde como duro e sem sabor. Por cima levava uma mousse de batata doce boa e um leite de tigre equilibrado e ácido, no ponto. Se não tivesse sido a desilusão do abacate pouco maduro, teria passado com 14 valores. Assim, ficou por um 10.

20116953_872362756261183_5167761160974037879_o.jpg

  • O ceviche de mariscos (€14) levava ostra (fantástica), lingueirão (óptimo), mexilhão (bom), berbigão (razoável) e polvo (numa honrosa promoção do molusco a marisco). Tinha ainda a mesma cremosa mousse de batata doce e a fantástica espuma de marisco. Estava bom, ácido e equilibrado. 15 valores.

20265075_879817918849000_1194767553337926365_n.jpg

  • A festa acabou com o fantástico ceviche de salmão (€9,50). Menos ácido do que os anteriores, mas delicioso e surpreendente, especialmente por causa do coco, que lhe dava um toque magnífico. Além disso, tinha uns deliciosos e crocantes chips de batata doce e uma suave mousse de abacate (bastante menos verde e mais saboroso do que o abacate em cubos do ceviche de peixe branco). Para completar, tinha ainda um pouco de quinoa e manga. A conjugação de texturas e de sabores estava fantástica. E por isso teve direito a uma aclamação da mesa mistério: 18 valores. 

21728438_905269946303797_2939490681717774649_n.jpg

Os outros pratos

Com tanta boca e tanta fome sentada numa única mesa, não podíamos ficar por aqui. A ala feminina da mesa pediu uma salada de quinoa, beterraba e queijo de cabra (€11) que estava boa mas vinha com verdes a mais e quinoa a menos.

3 (2).jpg

A ala masculina preferiu a picanha na brasa (€16). Apesar de não ser propriamente o prato mais habitual numa cevicheria, a verdade é que estava óptima: saborosa e trazida para a mesa em fantásticas fatias bem tostadas por fora e mal passadas por dentro. A acompanhar, vinha uma simpática feijoada com legumes misturados.

25289386_959018744262250_5981255330215753003_n.jpg

As sobremesas

Jantar mistério sem sobremesas é como Donald Trump sem laca. Mesmo em época de dietas. E, depois de uma incansável pressão juvenil, pedimos uma fabulosa mousse de chocolate (€6) com paçoca e gelado de amendoim (pouco doce e com forte presença dos frutos secos) e...

22405474_919295031567955_8026092732172971080_n.jpg

...uns incríveis churros com doce de leite e gelado de maracujá (€6). O contraste entre o doce de leite e a acidez do gelado de maracujá é maravilhosa.

22450138_925970770900381_8599917757650035154_n.jpg

Se acha que duas sobremesas chegam, lamento desiludi-lo. A festa só acabou quando chegou à mesa um delicioso gelado de lima servido por cima de uma cama de doce de leite e com dois suspiros a acompanhar (€5,50). Por cima, era ainda polvilhado com matcha.

26114533_966353496862108_8837338437297180039_o.jpg

O serviço

Sentámo-nos às 20h30 e levantámo-nos às 22h30. Para um jantar com sete pratos, três sobremesas, couvert, cafés e ainda um óptimo pisco sour para abrir o apetite, convenhamos que não está nada mal. E, além de rápido, o serviço é simpático e eficiente.

Os empregados explicam os pratos, dão sugestões e passeiam-se sempre com um sorriso radioso. E contagioso. É fantástico chegar a um restaurante cansado, directamente de uma viagem de carro de três horas, e sair feliz, como se tivesse acabado de acordar, num fim-de-semana de sol. É isto que um serviço simpático pode fazer a uma pobre e misteriosa alma.

24232455_950282541802537_1991446124204845626_n.jpg

As crianças

Tem um menú infantil, com um creme de legumes, um mini-hambúrguer de carne maturada e uma bola de gelado, por €15. Não me pareceu mal, mas os meus queridos mini-misteriosos acharam pouco. Para eles, tirarem-lhes a comida dos adultos é como tirar-lhes o telemóvel.

 

O bom

O ambiente e a decoração

O mau

O abacate pouco maduro do ceviche de peixe branco

O óptimo

O ceviche de salmão, as ostras, as sobremesas e o serviço

 

Um óptimo jantar para si onde quer que a sua panca esteja,

Ele

 

fotos: pancaduarte lebre de freitas (mousse de chocolate); casal mistério 

 

Nota: Todas as despesas das visitas efetuadas pelo Casal Mistério a restaurantes, bares e hotéis são 100% suportadas pelo próprio Casal Mistério. Só assim é possível fazer uma crítica absolutamente isenta e imparcial. 
_____________________________

Panca
Rua de Sá de Noronha 61, 4050-527 Porto
Aberto todos os dias, das 12h30 às 01h 
T: 222 033 144