Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

os melhores restaurantes que experimentámos em 2015

18414478_ZyfQo.jpeg

Chegou o dia de todos os balanços. E cá em casa os balanços são feitos com o garfo e a faca na mão. Depois de um fim-de-semana a rever tudo o que comemos em 2015, chegou o momento de nos sentarmos à mesa. Este é o top 7 dos melhores restaurantes que experimentámos pela primeira vez este ano. São as maiores surpresas que tivemos. De fora desta selecção nacional da comida, deixámos os restaurantes consolidados, aqueles com estrelas Michelin (é difícil comparar um Belcanto com uma Cevicheria). De resto, está aqui aquilo de que mais gostámos e que queremos repetir. 

 

1. Mini Bar

Lisboa

18850401_UiEmv.jpeg

Não é bem um restaurante. Nem um bar. É um espaço animado, com um ambiente divertido, onde come algumas das mais originais experiências culinárias de José Avillez. Aqui vai para degustar mini-doses de pratos espectaculares. Mais do que um jantar, o Mini Bar dá-lhe algo totalmente diferente, como um frango assado que não é mais do que uma tira de pele de frango tostada ou um ceviche que se resume a uma gamba em cima de uma fatia de lima. No Mini Bar, os pratos são verdadeiros desafios à criatividade do chef e ao paladar do cliente.

O que não pode perder

Ferrero Rocher, um bombom com recheio de foie gras, cobertura de chocolate e avelãs picadas por cima. À volta, leva ainda uma finíssima folha de ouro comestível. A conjugação de sabores e a surpresa do recheio de foie gras valeriam, por si só, a visita a este restaurante. Mas, infelizmente para a sua balança, há mais. Muito mais. Veja aqui.

 

2. Cevicheria

Lisboa

18414594_QHhi1.jpeg

O espaço é minúsculo, mas a comida é fantástica. Os ceviches feitos pelo chef Kiko Martins misturam a tradição da comida peruana com toques de originalidade que transformam a Cevicheria num restaurante obrigatório. Costuma estar cheio e tem muito poucas mesas. Mas o ambiente é animado e o serviço competente.

O que não pode perder

O Quinoto do Mar (€13,60) é uma espécie de risotto feito com quinoa. Ultra-cremoso, vem servido com camarão, berbigão, peixe e algas kombu. Mas o toque diferenciador é dado por uma magnífica espuma de ostra que dá ao prato uma suavidade e uma textura especiais. Pode saber mais detalhes aqui.

 

3. Cantina 32

Porto

18652914_1Sfl7.jpeg

Mais um restaurante com um ambiente espectacular e com uma cozinha magnífica. O Cantina 32 fica na renovada Rua das Flores, na baixa do Porto, e serve alguns petiscos maravilhosos, como os chips de mandioca ou o salmão curado em várias mostardas com ovo cozido ralado por cima.

O que não pode perder

É provavelmente o melhor cheesecake do país (€3,50). Feito com banana caramelizada no fundo, iogurte grego no meio e bolacha Oreo ralada por cima, é servido dentro de um vaso de manjerico. Irresistível. Veja os outros pratos aqui.

  

4. Duplex

Lisboa

18498129_btve7.jpeg

No andar de baixo, fica um dos bares da moda em Lisboa; no andar de cima, a zona de restaurante; e dentro da cozinha, duas mesas onde pode jantar enquanto vê o chef e os cozinheiros a trabalhar. Só isto já faria do Duplex um restaurante especial. Mas depois ainda há a comida. Preparada com produtos frescos e de forma cuidada, é magnífica. O único ponto negativo foi a demora do serviço.

O que não pode perder

As vieiras chapeadas com coentros, creme de coco e crumble de avelãs (€15) são qualquer coisa de sobre-humano. Não só pela combinação de sabores como pela conjugação de texturas. Mas não é só. Veja as outras especialidades aqui.

 

5. Vistas

Tavira, Algarve

18783872_UnHAH.jpeg

É um dos mais sérios candidatos a uma estrela Michelin. Apesar de ter um ambiente demasiado formal, ao estilo clube de golfe, tem uma varanda irresistível na Primavera ou no Verão. E uma fantástica cozinha liderada pelo chef catalão Jaime Perez, antigo colaborador de Ferran Adrià. Fica na serra, perto de Tavira, e vale a pena para um jantar mais especial.

O que não pode perder

O tártaro de atum vem cortado em consistentes e suculentos pedaços de um peixe fresquíssimo e saboroso. Depois, ainda leva por cima uma incrível bola de gelado de wasabi e ao lado um molho de soja e outro de maracujá. Tudo isto acompanha com uma tosta feita apenas de sementes. É difícil encontrar um prato mais surpreendente. Veja mais detalhes aqui.

  

6. Gull

Porto

18588938_VityM.jpeg

O sushi é óptimo, mas a vista é melhor ainda. O Gull tem uma das esplanadas mais fantásticas do Porto, mesmo de frente para o Douro, no Cais das Pedras. E tem também um dos melhores sushis de fusão da cidade. Aqui há gunkans de peixe branco com escalope de foie gras ou gunkans de salmão com amêndoas laminadas por cima. 

O que não pode perder

O combinado do chef (€19 por 12 peças) é quase um festival de vários tipos de gunkan. O peixe é fresquíssimo e as variações originais. Mas o melhor é ver todos os detalhes aqui.

 

7. Rio Maravilha

Lisboa

19104585_2Jck5.jpeg

É uma das mais recentes novidades de Lisboa. Liderado pelo chef Diogo Noronha, o responsável da Casa de Pasto, no Cais do Sodré, mistura um óptimo bar de cocktails com uma criativa cozinha de petiscos pensados para partilhar. Ainda está nas primeiras semanas de vida e, por isso, é necessário fazer vários ajustes, mas será seguramente um dos restaurantes de 2016.

O que não pode perder

O ovo BT (€9,80) é cozido a baixa temperatura e vem acompanhado com um delicioso creme de queijo, umas maravilhosas bolinhas de marmelada e uma surpreendente farofa de parmesão com pancetta ibérica. Vale a pena experimentar e ler todos os detalhes aqui.

Agora é começar a preparar os restaurantes para visitar em 2016. Antes que Ela comece com a conversa das dietas...

 

Um óptimo ano para si onde quer que esteja,

Ele 

 

7 comentários

Comentar post