Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

pergunta da semana: porque é que os hotéis de luxo cobram pelo wifi e os low cost não?

Waldorf Astoria. Nova Iorque. Nunca lá fiquei (vá se lá saber porquê?) mas já lá bebi um café no lobby. Um espaço gigante, lindo e elegante com milhares de empregados (na porta, nas várias receções, nas esquinas, nos corredores, nas mesas, no bar, ufa!). Obama costuma ficar aqui. O quarto mais baratucho custa 399 dólares. E o wifi? 19,95 por dia. Em Portugal, é raro o turismo rural que não tenha wifi gratuito. São hotéis simples, cheios de charme, onde normalmente o rececionista é o empregado do restaurante que também faz as vezes de bagageiro… Isto quando não é o próprio dono. A pergunta que fazemos é: porque é que os hotéis mais caros cobram tudo o que é extra? Porque podem e sabem que os seus clientes podem e nem se preocupam com isso. Os hotéis de luxo cobram mais porque os seus clientes podem pagar mais. Há dois tipos de pessoas que ficam instaladas nestes hotéis: as que estão em trabalho e nem olham para os preços porque é a empresa que paga ou as que estão de férias, e essas não olham para os preços porque não precisam! Já as que optam por unidades low cost olham e voltam a olhar, por isso, estes hotéis oferecem wifi para que o preço fique mais atrativo e competitivo.

Mas as coisas estão a mudar. Muito graças às redes sociais. Os hotéis de luxo não gostam de ver os seus nomes em listas de queixas na Internet. Por isso, alguns começam a ceder e já estão a oferecer wifi, aumentando, claro, subtilmente o preço dos quartos. Por isso, bem hajam os hotéis de charme espalhados por esse Portugal fora. E viva a wifi gátis.

Boa semana,

Ela