Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

polémica: o cappuccino que leva uma gema de ovo lá dentro e virou um sucesso gigantesco

Chama-se egg cappuccino e é a adaptação de uma receita coreana hiper-saciante dos anos 60. Os autores desta arrojada invenção são os donos do café Round K, em Nova Iorque, e garantem que este cappuccino é tudo o que precisa para se alimentar durante uma manhã inteira.

A receita teve tanto sucesso que foi notícia em vários sites de notícias internacionais. E rapidamente chegou ao Twitter, essa segunda casa de Donald Trump. Em poucos dias, o vídeo com a receita tornou-se viral e uma das maiores polémicas do final de 2017, com ferverosos adeptos e adversários a digladiarem-se emotivamente à volta dos benefícios para a saúde e da cremosidade da ideia.

2.png

 

Em primeiro lugar, em abono dos senhores do Round K, devo esclarecer que o cappucciono só leva lá dentro a gema do ovo, deixando de parte aquela nhanha meio sinistra da clara crua. O que os baristas fazem é tirar um café expresso, aquecer ligeiramente a gema em água quente e batê-la com o café, com a ajuda de uma vareta. Depois finalizam com natas batidas à mão e cacau em pó polvilhado por cima. 

Os clientes adoram a receita e garantem que é o cappucciono mais cremoso que provaram, graças à mistura da gema com o café. Se quiser optar por uma versão mais light, pode dispensar as natas e limitar-se a servir o café expresso misturado com o ovo, com cacau por cima.

receita original dos anos 60 era feita com café instantâneo – o que é uma pena – mas levava ainda pinhões e uma noz – o que também lhe pode dar alguma graça.

Eu confesso que vou provar esta loucura cá em casa. Além de ser viciado em cappuccinos, adorava as gemadas que a minha avó fazia.

 

Um óptimo café para si onde quer que o ovo esteja,

Ele

 

foto: round k