Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

quem quer comprar o apartamento mais caro do mundo?

Situa-se no Mónaco (claro, where else?) e custa só 300 milhões de euros. Tem uma piscina panorâmica com um escorrega que mais parece que vamos mergulhar no infinito (que a mim me dá umas vertigens de morrer) e ocupa apenas cinco andares da magnífica torre Odéon. O apartamento de luxo está no topo do maior arranha-céus do principado, com uma vista deslumbrante sobre o Mediterrâneo. São 3500 metros quadrados de uma casa que ocupa os andares que vão do 45º ao 49º e fica 170 metros acima do nível do mar.

 

A penthouse, que ainda não está concluída, terá cinco quartos, uma cozinha em cada andar, todas ligadas por um elevador de serviço, sauna e um cinema privado. E a cereja deste bolo milionário é mesmo a piscina com borda infinita no terraço. A previsão é de que o edifício, que ainda está em fase de construção, seja entregue em setembro de 2015. O projeto é do arquiteto Alexander Giraldi, com um design inspirado em Paris no início do século XX.

A torre Odéon é o primeiro arranha-céus a ser construído no Mónaco desde os anos 80. O príncipe Rainier tinha decidido reduzir radicalmente o número de arranha-céus e prédios altos no principado, com receio de arruinar a paisagem, que é um autêntico cartão postal do Mónaco. Mas o filho Alberto deixou-se conquistar pela imponência do projeto da torre Odéon. Só que a crise económica na Europa não está a ajudar. Dos 70 apartamentos, apenas 18 foram vendidos até agora. Certo é que Monte Carlo sempre foi muito apetecível para os detentores de grandes fortunas que querem fugir aos impostos ou à perda de sigilo bancário (até a Suíça já não é o que era), por isso duvido que os promotores precisem de fazer saldos.

Se está farto de contribuir para o Orçamento do Estado, tem aqui um bom investimento. Também, o que são 300 milhões de euros? Já estou a imaginar a torre Odéon recheadinha de portugueses. José Guilherme, por exemplo. Que tal? De Massamá para o Mónaco… e tantos outros… Mas respondendo à pergunta do título: Eu não! Deus me livre! E limpar estes metros quadrados todos? Que filme de terror. Além disso, prefiro mil vezes uma moradia a um apartamento. Quem é que paga uma fortuna destas para estar rodeada de vizinhos arrogantes e snobs?

Bom fim de semana,

Ela

 

1 comentário

Comentar post