Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

quer um pequeno-almoço delicioso e saudável? os fantásticos croissants integrais com cereais da quinoa

image.jpg

Em que momento da nossa existência enquanto civilização moderna é que o pequeno-almoço foi substituído pelo brunch? Peço desculpa, mas essa mudança civilizacional passou-me completamente ao lado. Por alma de quem é que já ninguém fala de pequenos-almoços? Parece que os consumidores de pequenos-almoços se transformaram em estranhos seres alienígenas que continuam a viver no tempo do comboio a carvão. Pois eu devo confessar que adoro brunches, mas também sou vidrado em simples pequenos-almoços: combinações despretensiosas de pão e galão, leite e sandocha, bolo e chá. E foi exactamente isso que provei na semana passada, na Quinoa, aquela que é para mim a melhor padaria biológica do Chiado, em Lisboa.

 

image.jpg

O ambiente

Quando cheguei à Rua do Alecrim com dez minutos livres entre o estacionamento e uma reunião, achei que o mínimo que podia fazer era tomar um pequeno-almoço rápido num sítio decente. Não precisa de ser um brunch cheio de pães, bolos, ovos, frutas e saladas. Não. O que é preciso, num dia de semana, é um pequeno-almoço rápido, saudável e delicioso. E isso encontra aqui.

image.jpg

A Quinoa fica num edifício antigo do Chiado e mistura dois estilos de forma harmoniosa: uma típica abóbada de pedra no tecto e uma enorme escadaria de madeira ao centro da sala com uma decoração moderna e discreta. 

O chão tem grandes mosaicos pretos e brancos, as mesas de design têm as mesmas cores e nas paredes há latas, frascos e embalagens vintage que dão vida ao espaço. Mas o melhor de tudo é a enorme escadaria que leva a um mezanino, também de madeira, onde se pode refastelar nuns confortáveis cadeirões.

image.jpg

A ementa

Com dez minutos para pequeno-almoçar, não resta muito mais tempo para apreciar o ambiente. Cada segundo deve ser dispendido a apreciar cada uma das maravilhas biológicas da Quinoa. Aqui há iogurte com granola e fruta fresca; scones com mel, manteiga ou compotas; bagels com mozarela de búfala, tomate chucha e orégãos ou uma variedade enorme de pão.

20150609_093112.jpg

Eu não resisti a uns tentadores croissants integrais com cereais (€2,50). Ligeiramente mais escuros do que os croissants normais, têm umas sementes que nos convencem logo, só de olharmos, que estamos num universo light. Depois, são estaladiços e folhados por fora sem, no entanto, ostentarem aqueles alguidares de manteiga que nos deixam os dedos gordurosos só de lhes pegar. Eu pedi o meu com umas finas fatias de fiambre (não há pior do que o fiambre servido com a grossura de um bife) e sem manteiga, claro, porque, desde que fez o seu plano detox, Ela proibiu-me de me aproximar de tentações do demo como essa. Basicamente, foram os melhores croissants integrais que já comi. E que têm uma enorme vantagem em relação aos seus primos não-integrais: pode comer tranquilamente dois ou três sem ficar enterrado em remorsos para o resto da sua vida.

A acompanhar, pedi um chá gelado, mas infelizmente é coisa que ali não consta. Acabei por escolher o chá de rooibos (€2,50) que é um chá vermelho, originário da África do Sul, e que não é muito forte. A empregada ainda me trouxe um copo cheio de gelo à parte, sugerindo que eu "gelasse" o chá ali mesmo, na mesa, mas achei mais prudente não inventar.

image.jpg

O serviço

Tirando a criatividade em relação ao chá gelado, foi perfeito: rápido e muito simpático. Também, havia só duas mesas com casais de estrangeiros a tomar o pequeno-almoço, por isso não existiam grandes motivos para atrasar. De qualquer forma, desde que vi restaurantes vazios a demorarem horas para servir agradeço aos deuses cada vez que me trazem um pedido em menos de três minutos.

 

O bom

A decoração

O mau

Não ter chá gelado

O óptimo

Os croissants integrais

 

Um bom pequeno-almoço para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: quinoa; casal mistério

 

2 comentários

Comentar post