Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

receita deliciosa para um fim de semana em dieta: peixe ao sal com molho vièrge e amêijoas à bulhão pato

IMG_5895.JPG

Aproxima-se a uma velocidade furiosa mais um fim-de-semana de austeridade gastronómica. É verdade! Hoje em dia Ela está para o meu sistema digestivo como o Passos Coelho está para a minha conta bancária. Mas eu não desisto. E todos os dias trabalho arduamente – não propriamente para aumentar a minha contribuição ao fisco mas para aumentar o meu prazer à mesa. Não há dieta que me deite abaixo. E para este fim-de-semana tenho uma sugestão light e deliciosa para partilhar com todas as amigas da Ágata Roquette que existem por esse mundo fora. 

 

Estava eu tranquilamente refastelado na minha chaise longue rosa-choque quando me entra pela televisão adentro o chef Marco Pierre White, nesse baluarte do entretenimento moderno que é o Masterchef australiano. Para quem não saiba, Marco Pierre White foi só o primeiro chef do Mundo a receber 3 estrelas Michelin com apenas 33 anos. Eu sei que tantos "3" juntos na mesma frase, levantam algumas suspeitas de ligação aos Illuminati, mas não consta que White alguma vez tivesse andado a ser perseguido por um monge de cilício. O que ele anda é pelo mundo a mostrar alguns dos melhores pratos da cozinha moderna. E que prato levou ele ao Masterchef, perguntais vós? Um peixe ao sal. Exactamente. Aquela receita que nós, modestos cozinheiros de quinta categoria, andamos a fazer há anos, Marco Pierre White apresenta como uma grande descoberta.

É claro que tem um toque especial: um delicioso molho vièrge por cima. E eu dei-lhe mais uma achega: umas amêijoas à Bulhão Pato a acompanhar.

IMG_5879.JPG

Ingredientes 

Para 4 pessoas

Para as amêijoas

  • 1 kg de amêijoas
  • 1 molho de coentros
  • 8 dentes de alho

Para o peixe ao sal

  • 1 sargo com 1,8 kg
  • 3 kg de sal grosso

Para o molho vièrge

  • 1 dl de azeite
  • 4 tomates pequenos
  • 1 limão
  • 1 molho de manjericão
  • Sementes de coentros
  • Sal

 

Comece por pôr o peixe a fazer. Peça na peixaria para o arranjarem para cozinhar ao sal – deixando as escamas todas. Depois, coloque-o em cima de um tabuleiro de ir ao forno, sobre uma fina camada de sal grosso. Cubra o peixe totalmente com uns dois dedos de sal (pode misturar água para o sal agarrar melhor) de forma a ficar uma camada mais grossa no rabo e mais fina na cabeça: o rabo assa mais depressa do que o peito. Leve-o ao forno a 220º C (cerca de 40 minutos para um peixe de 1,8 kg). Nunca abra o forno durante este período, senão vai demorar mais tempo.

O resultado é um peixe delicioso e suculento que fica com um sabor a mar inigualável. E, não, não fica salgado. Só tem de ter cuidado para o sal não entrar em contacto com o peixe quando o estiver a arranjar. Retire o sal por cima com todo o cuidado e só abra a pele quando já não houver sal.

IMG_5892.JPG

Enquanto o peixe cozinha no forno, prepare o molho. Passe o tomate por água muito quente para lhe tirar a pele. Depois corte-o aos cubos e coloque-o numa panela com o manjericão picado. Assim que levantar fervura, deite o azeite, o sumo de um limão, sal e as sementes de coentros esmagadas, reduza para lume brando e não mexa. Deixe cozinhar durante três a cinco minutos e sirva directamente da panela, senão vai desfazer os cubos do tomate.

Dez minutos antes de levar o peixe para a mesa, prepare as amêijoas. Coloque-as numa panela com azeite, seis dentes de alho fatiados e dois esmagados e os coentros picados. Tape a panela e ligue o lume no médio. De vez em quando, vá mexendo as amêijoas. Quando estiverem todas abertas, estão prontas – nem um minuto a mais, senão ficam ressequidas.

Sirva tudo com batata doce assada no forno se estiver de dieta. Como vê, é tudo delicioso e não engorda. Escusado será dizer que não se pode pôr a molhar o pãozinho no molho das amêijoas...

 

Um bom peixe ao sal para si onde quer que esteja,

Ele

 

fotos: casal mistério

2 comentários

Comentar post