Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sabia que os figos são bons para a dieta? (e mais 4 factos sobre uma das frutas mais saudáveis do mundo)

É a fruta preferida da minha querida Mulher Mistério. Infelizmente é também considerada uma fruta antidieta: tem 55% de açúcar natural lá dentro, o que a transforma na fruta mais doce de todas. Cada vez que Ela come um figo sofre um choque de culpa. Por isso resolvi pesquisar boas notícias à volta de figos. E encontrei dezenas. Para não maçar os meus queridos amigos nem a minha querida Mulher Mistério, vou publicar só os cinco dados mais relevantes sobre esta fruta de que tanta gente foge com a mesma convicção com que eu fujo da moda dos banhos de baldes de gelo. Só para começo de conversa, é considerada pelos cientistas uma das frutas mais saudáveis do Mundo.

- Como é que é?, perguntam vocês, admirados.

- Ah, pois é!, respondo eu, inchado.

 

1. Primeiro, vamos desfazer essa ideia da fruta antidieta. Três figos grandes, com cerca de 60 gramas cada, contêm apenas 140 calorias. E têm 5,5 gramas de fibras dietéticas que ajudam à digestão e fazem perder peso. É mais do que a quantidade de fibras que encontra numa chávena de aveia cozinhada.

2. 100 gramas de figos secos contêm 162 miligramas de cálcio. Isso equivale a 16% da quantidade de cálcio que deve ingerir ao longo de um dia inteiro. Se comer uma caneca de figos ingere tanto cálcio como bebendo uma caneca de leite.

3. São uma óptima fonte de potássio. E o que é que isso quer dizer? Que vai reduzir os valores de sódio no seu organismo (provocados pela ingestão de sal) e regular os níveis da sua tensão arterial.

4. Os figos podem ser doces, mas as folhas das figueiras ajudam a reduzir os níveis de açúcar no sangue. Em muitos países, as folhas são cozinhadas e comidas. Um estudo científico provou que a ingestão diária de um extracto da folha da figueira ao pequeno-almoço reduzia em 12% o consumo de insulina em diabéticos insulino-dependentes.

5. E se nada disto chegar para a convencer a comer figos, tenho um último argumento: há fósseis que indicam que os figos terão surgido entre 9.400 e 9.200 Antes de Cristo. Se não fizessem tão bem à saúde, duravam assim tanto tempo?

 

Uma boa dieta para Ela, cheia de figos, onde quer que eles estejam,

Ele

 

1 comentário

Comentar post