Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sangria de inverno com pêra e romã, uma bebida diferente para acompanhar a consoada

Um de Dezembro. Estou oficialmente imbuído do espírito natalício. Para me transformar no Pai Natal só preciso de começar a falar com renas todos os dias de manhã, porque a barba branca já tenho. Estou em contagem decrescente para esse grande momento que é a consoada: a festa, a reunião da vasta e alargada Família Mistério, a disputa com o meu cunhado para ver quem tem a árvore de Natal maior, a troca de presentes e, claro está, o fundamental, o essencial, o inexcedível, o indescritível jantar de Natal.

Confesso que acordo todos os dias a meio da noite com sonhos: não sonhos-sonhos, mas sonhos-doces. É verdade. Já fiz sonhos cá em casa e cada vez que acordo a meio da noite dá-me um vontade súbita de descer até à cozinha e comer, comer, comer. Até agora tenho resistido, mas não sei quanto mais tempo vou conseguir aguentar.

valley3_11151-600x900.jpg

 

De qualquer forma, hoje não é dia de tratar dos doces, é dia de resolver as bebidas. Com tanta gente a jantar, há sempre quem não queira vinho e prefira uma bebida mais leve. Este ano, vou fazer uma sangria. Sangria nesta altura do ano, perguntam os meus amigos aí desse lado? Exactamente, respondo eu daqui. Uma sangria de Inverno – sóbria e com fruta da época – que descobri no fantástico site Valley & Co Lifestyle. A receita original é com vinho tinto, mas eu ainda não sei se não vou substituir o vinho tinto por Lambrusco.

Tudo o que precisa é de vinho, brandy, açúcar, romã, pêras, gelo e água com gás.

De véspera, coloque o açúcar e as sementes de romã num jarro. Esmague ligeiramente com um pilão, acrescente o vinho, o brandy e as pêras cortadas fininhas e misture. Tape o jarro e deixe-o no frigorífico de um dia para o outro. Antes de servir, junte o gelo e a água com gás e já está. Se usar o Lambrusco, não prepare a sangria de véspera, porque o vinho vai perder o gás. Veja aqui a receita completa e as medidas certas.

 

Uma óptima sangria de Natal para si onde quer que esteja,

Ele

 

receita: valley&co lifestyle; foto: dennis wise

2 comentários

Comentar post