Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sangria de vinho verde para fazer em 15 minutos

Depois do tufão que ontem passou por Lisboa, acordei hoje com uma certeza na cabeça: preciso urgentemente de aproveitar os últimos dias de sol, antes que comece a chuva e o cheirinho a castanhas (esta parte gosto). E, por isso, decidi fazer hoje uma maravilhosa e facílima sangria de Vinho Verde que encontrei no fantástico blog Minimalist Baker.

Na verdade, encontrei esta preciosidade totalmente por acaso. Estava eu à procura de sangrias quando choquei de frente com uma fotografia de uma garrafa onde dizia Aliança – Wines of Portugal. Como qualquer ferveroso patriota, fui logo ler para perceber como é que um blog americano do Oregon tinha descoberto um vinho tão português. E foi então que percebi que infelizmente não descobriu: apesar de estar a usar o portuguesíssimo Vinho Verde Aliança, a blogger elogiava o "irresistível vinho branco de Espanha" da marca Aliança. Espanha?! Vinho Verde?! Aliança?! Como é que é possível?! Daqui a nada, temos Vinho do Porto de Badajoz.

Ultrapassada a minha mini-indignação, ao melhor estilo Padeira de Aljubarrota, não me resta outra alternativa senão fazer esta sangria com VINHO VERDE PORTUGUÊS! Tudo o que vou precisar é de uma garrafa de Vinho Verde, açúcar de cana, conhaque de maçã (como Calvados), maçã, lima, limão, pêssego e morangos – tudo cortado às fatias. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

sangriavinho.jpg

 

Comece por esmagar a lima e o limão com o açúcar de cana, dentro de um jarro, como se estivesse a fazer uma caipirinha. Junte o conhaque e esmague mais um pouco com o pilão. Acrescente a maçã, o pêssego e os morangos e mexa ligeiramente para a fruta absorver o açúcar. Deite o Vinho Verde e mexa mais uma vez. Encha de gelo até cima e a sua sangria está pronta a servir. 

Se achar que a sangria está forte demais, pode sempre acrescentar um pouco de água com gás ou 7Up.

 

Leia ainda:

 

Uma óptima sangria para si onde quer que o Vinho Verde esteja,

Ele

 

receita e foto: minimalist baker

 

1 comentário

Comentar post