Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

scones de beterraba com chocolate preto e crumble de pistácios, uma receita original, vegan e sem glúten

Esta receita é para arrasar em qualquer ocasião. Tem um aspeto incrível, é saudável, é linda de morrer, é sem glúten, é vegan, já disse que é linda de morrer? Eu sei que sim. Mas de facto esta maravilha que descobri no blog The Green Life é dos pratos mais bonitos e originais que me passaram por estes lindos olhos. Sim, os meus olhos são lindos, sobretudo quando estou de óculos escuros. Mas dizia eu que esta receita é linda de morrer, de tal forma que até parece que estamos a cometer um crime ao dar uma trinca num destes scones. Apetece emoldurar e pendurar na parede. Estou a brincar! Apetece é comer e nem deixar uma migalha para contar a história.

Para fazer esta maravilha, vou obviamente recorrer ao talento do meu querido Marido Mistério, porque se eu arriscasse a meter a mão nesta massa corria um sério risco de estes scones saírem roxos em vez de cor-de-rosa.

Ele vai precisar de farinha de sorgo sem glúten, de farinha de aveia, farinha de araruta, fermento, cardamomo em pó, flor de sal, duas beterrabas médias, óleo de coco derretido, xarope de ácer, extrato de baunilha, chocolate preto cortado em pedaços, pistácios picados e açúcar de coco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 scones, espreite aqui a receita original.

beet-dark-chocolate-scones-pistachio-crumble-12.jpg

 

Comece por fazer o puré de beterraba: pré-aqueça o forno a 190º C. Esfregue e lave bem as beterrabas debaixo de água corrente. Envolva-as em papel de alumínio e asse-as durante uma hora no forno ou até conseguir inserir uma faca nas beterrabas sem qualquer resistência. Coloque-as no frigorífico para arrefecerem ou deixe-as à temperatura ambiente. Depois de arrefecerem, descasque as batatas, coloque-as no liquidificador e bata até obter um puré macio. Meça uma chávena de puré e reserve.

Agora prepare os scones: pré-aqueça o forno a 180º C, forre um tabuleiro com papel vegetal e reserve.

Misture numa taça a farinha de sorgo sem glúten, a farinha de aveia, a farinha de araruta, o fermento, o cardamomo em pó e a flor de sal.

Meça 1/4 de chávena de óleo de coco derretido e misture-o com o puré de beterraba, o xarope de ácer e o extrato de baunilha. Mexa bem.

Junte os ingredientes líquidos aos ingredientes secos e misture bem.

Amasse com as mãos até obter um bola de massa pegajosa.

Agora misture 1/4 de chávena de pistácios picados e junte à massa com os pedaços de chocolate preto. Volte a misturar com as suas mãos até os pistácios e o chocolate ficarem bem envolvidos na massa.

Coloque a bola de massa sobre uma bancada polvilhada com farinha e divida-a em duas bolas. Esmague as duas bolas com as mãos para as transformar em discos com cerca de 2 cm de altura. Pincele o topo de cada disco com o óleo de coco derretido.

Entretanto, numa taça pequena, misture o resto dos pistácios, o açúcar de coco e uma colher de chá de óleo de coco derretido. Espalhe esta mistura por cima de cada disco usando os dedos para a pressionar contra a massa.

Corte cada disco em seis fatias. Transfira os scones para o tabuleiro que preparou deixando alguma distância entre eles. Leve ao forno durante 22 a 25 minutos, rodando o tabuleiro a meio do tempo. Deixe arrefecer os scones antes de os servir mas, atenção, sirva-os quentes ;)

 

Leia ainda:

 

Boas receitas, de preferência saudáveis como esta,

Ela

 

receita e foto: the green life